clube   |   doar   |   idiomas
segunda-feira, 5 mar 2018
Podcast 306 – Novidades da revista acadêmica MISES (Adriano Paranaíba)
logo_itunes_podcast.png

O novo editor da revista acadêmica MISES é o economista Adriano Paranaíba. Ele assumiu a função no final do ano passado e iniciou o processo de adequação da publicação às normas internacionais. Assim, a primeira revista acadêmica no Brasil inteiramente dedicada à Escola Austríaca estará nos principais bancos de dados das publicações especializadas para consulta de estudiosos do mundo inteiro.


Nesta entrevista ao Podcast do IMB, Adriano contou como está sendo desenvolvido esse trabalho, revelou que o conteúdo de todas as revistas já publicadas e as vindouras estarão disponíveis no site e falou sobre os projetos para 2018.

 

***

 

A música da vinheta de abertura é “Gotham” executada pelo guitarrista Eric Calderone.

 

***

 

Todos os Podcasts podem ser baixados e ouvidos pelo site, pela iTunes Store e pelo YouTube.

 

E se você gostou deste e/ou dos podcasts anteriores, visite o nosso espaço na  iTunes Store, faça a avaliação e deixe um comentário.




  • anônimo  06/03/2018 20:29
    Ótima entrevista. Mas me admira um pouco vocês não terem falado, nem um pouquinho, sobre uns dos principais assuntos do momento, que é a disciplina "O Golpe de 2016", que será dada na UnB, além de agora ser adotada também em outras universidades do país.

    Eu tenho visto que muitas pessoas têm sido pouco produtivas hora de criticar o curso, com argumentos como o de que 'dinheiro público não deve ser utilizado em panfletagem ideológica' e etc. — os quais são argumentos válidos —, mas isso talvez só mostre que realmente falta material mais efetivo mostrando que não houve uma 'ruptura ilegal da ordem democrática' em 2016.

    Dada a forma como o processo começou e se desdobrou, a interpretação de que houve um golpe em 2016 não deixa de ser plausível. Surgem perguntas básicas como, qual seria o conceito mais apropriado de "golpe"? Será que um processo de impeachment pode ser utilizado em um Golpe de Estado? Lembrando que a Dilma teve seu mandato cassado praticamente só pelos empréstimos relativos ao Plano Safra 2015, que Estado de Direito é esse que não funcionava e que, de repente, passou a funcionar e com força total? O que houve? Como explicar isso? E por aí vai...

    Não estou dizendo que concordo com a tese de golpe, mas sim que há lacunas que não foram devidamente preenchidas e que há a necessidade de se definir conceitos e de se fazer ligações entre conhecimentos... Mas já parando de poluir a seção de comentários, digo que só gostaria de ter ouvido se a revista MISES se encaixa e é capaz de contribuir para esse debate, se já tem materiais dessa natureza ou se pretende produzir algo a respeito. O pessoal da esquerda está a toda prova, produzindo documentários, escrevendo enciclopédias e livros e fazendo pesquisas acadêmicas. Se deixar, é a narrativa do 'golpe de 2016' o que vai estar nos livris de história.

  • anônimo  09/03/2018 01:53
    *Livros de história. Cacildis!


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.