clube   |   doar   |   idiomas
sexta-feira, 4 out 2013
92º Podcast Mises Brasil - Ricardo Vélez-Rodríguez

logo_baixa.jpgENTREVISTA 92 – RICARDO VÉLEZ-RODRÍGUEZ

Com longa experiência acadêmica como professor e pesquisador, o professor Ricardo Vélez-Rodríguez é um dos mais notáveis defensores das ideias da liberdade. Nascido na Colômbia, é graduado em Filosofia e Teologia, além de ser mestre e doutor em Filosofia. Professor recentemente aposentado da Universidade Federal de Juiz de Fora, Vélez-Rodríguez, que foi marxista, narra e analisa neste Podcast uma parte importante da história do liberalismo no Brasil, não apenas de sua participação ativa como estudioso do pensamento político brasileiro, mas como historiador das ideias. 

Nesta entrevista, o professor citou e dissertou acerca daqueles que ele considera os principais nomes do liberalismo no Brasil e o ambiente intelectual durante a monarquia, república velha e nova república (e a influência da obra de Alexis de Tocqueville). Vélez-Rodríguez comentou as dificuldades de ser liberal durante a ditadura militar, que passou a identificar como elementos perigosos não apenas os ativistas da extrema-esquerda, mas também os liberais.

Autor do livro Da Guerra à Pacificação: a Escolha Colombiana, o professor também falou com entusiasmo sobre o momento atual da defesa das ideias da liberdade no Brasil e o comparou com o momento de certa ebulição do liberalismo na década de 1980: 

“Acho muito interessante o que está acontecendo hoje porque é uma tentativa para se colocar em pauta a liberdade, que sofre ameaça real. Sempre houve da parte do estado patrimonial uma birra com a liberdade e o surgimento dos institutos liberais e dos centros de estudos liberais ao longo dos anos de 1980 correspondeu a essa preocupação dos intelectuais. Mas hoje esse sentimento de ameaça às nossas liberdades básicas é muito mais radical, muito mais forte. Eu enxergo nessa juventude uma preocupação em torno de uma séria ameaça à liberdade. Considero muito mais existencial essa preocupação contemporânea, de muito maior valor, pois essa juventude está defendendo algo que vê que está perdendo”.





  • Marcos  01/11/2013 17:24
    Ótima entrevista. Uma verdadeira lição sobre o que vem acontecendo com o ensino superior e com a intelectualidade no Brasil.
  • João Paulo  25/12/2014 12:06
    Entrevista muito interessante, estou muito feliz, por saber que os defensores da liberdade aumentam a cada dia.
  • Jefferson Scheifer   04/04/2018 12:55
    Quando olhamos a retaguarda histórica vemos claramente que os militares eram pessoas de uma ignorância monumental. Com o poder que tiveram se tivessem tido um pouco mais de cuidado e cautela hoje estaríamos numa melhor. aff
  • Jorge Olavo Degrazia Barbosa  23/11/2018 14:51
    Feliz por estar ouvindo o professor discorrer sobre o castilhismo, positivismo, patrimonialismo etc...Há anos que busco me informar sobre esses temas para compreender o desenvolvimento político no Brasil, mesmo porque pessoas da minha família, apesar de democratas, apoiavam, esse pensamento que, malgrado, penso, domina a política até hoje.
  • FRANCISCO CERVA  24/11/2018 15:40
    Há uma esperança que o Brasil mude, hoje assistimos ao país ter retroagido na mão de bandidos e psicopatas. Isto precisa mudar, TODOS SOMOS responsáveis irmos para o futuro e não para a pré-historia.


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.