clube   |   doar   |   idiomas
Últimos comentários


Como assim uma mentira criada pra acusar o petismo?

Até Lula e Dilma admitiram que erraram em congelar os preços dos combustíveis.

O resultado dessa brilhante canetada política gerou 60 bilhões de prejuízo para a estatal.

Você não possui a mínima ideia do que está falando, cidadão.


E daí se vendermos a Petrobras para os chineses? Eles são muito mais inteligentes e competentes, trabalham muito mais que os Brasileiros e vão fazer uma ótima gestão da companhia. Pelo menos não vai falir e vamos parar de pagar cada um de nós pelo seus prejuízos de má gestão. O futuro do mundo é chinês, preparem-se.


Essa greve também serviu para mostrar que um exército privado com recursos e bem organizado consegue tomar esse país com pouco esforço, com poucos corpos e em poucos dias. O exército brasileiro é muito burocratizado por seguir ordens de pessoas que não possuem o profundo conhecimento de como funciona o país e sem a mínima ideia de como atuar de forma eficiente.

Se eu fosse um bilionário, já estaria me planejando pra conseguir meu país continental.


Basicamente isso. Meu pai é funcionário de alto escalão em uma empresa elétrica que possui contrato com a Eletrobras até 2022.
TODAS as instalações e manutenções de postes e transformadores são feitos por empresas regionalizadas. Os burocratas que recebem fortunas para ficarem dentro de um escritório com ar condicionado não fazem absolutamente nada. Se você falar isso para eles, irão dizer que fazem a "logística" e a "papelada". Ou seja, em outras palavras, sem eles a produtividade iria ser ainda maior.
Os burocratas já perceberam que é muito mais vantajoso colocarem a maioria dos funças em agências regulatórias ou dentro de escritórios de estatais do que produzir as coisas. Aí a culpa dificilmente cai sobre eles e ainda trabalhem menos recebendo salários maiores do que quem produz.


Apoiar gente bloqueando estrada, impedindo a concorrência e exigindo subsídios? É sério que você achou que o IMB iria defender isso? Realmente, como disse o colega acima, você não entendeu absolutamente nada do que se passa.


Pois ainda bem que não entraram nessa patuscada. Qual a demanda das transportadoras (sim, a greve é das transportadoras e não dos caminhoneiros)? Subsídios, isenções e privilégios. Não há nenhuma pauta de redução do estado. Apenas querem transferir o ônus de uns para outros (ah, e querem intervenção militar, certamente para estatizar o pouco que resta).

Essa gente (donos de transportadoras) estocou suas despensas antes de mandar seus motoristas fazerem greve. Quem vai de estrepar somos nós.

Se o IMB tivesse apoiado esse locaute seria o fim da sua reputação. O fato de não tê-lo feito (ao contrário de outros institutos liberais) simplesmente mostra como ele é gerido por pessoas racionais e sensatas.

E mostra também como você é totalmente incapaz de ler a realidade.


João Bortoluzzi, essa lei criada em 2012 só entrou em vigor em 2015. Como ela pode ser a responsável pela insolvência no setor que vem desde 2011?


Algo que eu não compreendi.
Se o governo ter um deficit amanha maior por reduzir impostos e não cortar gastos(exemplo hipotético de solução para essa paralização), ele apenas alterou sua forma de conseguir recursos(emissão de títulos), então, qual seria pior? Manter os impostos com deficit menor , ou ter deficit maior com impostos menores?

Digo isso, pois tenho essa mesma dúvida em relação ao trump, nos EUA; ele não cortou gastos mas cortou impostos, isso por si só fez o deficit subir, o que exige maior captação de recursos



Exatamente, me impressione como encaixou tão perfeitamente a situação vivida por nós hoje?

Manter o valor igual é pedir pra escassez fazer seu serviço, todo mundo sabe que o valor de um produto regula o mercado, uma água no deserto não custa a mesma coisa que em São Paulo por exemplo.

Pessoal paga de bom samaritano, manter o valor e ficar sem gasolina nenhuma, o valor filtra pessoas que realmente precisam das que não precisam tanto assim Se formos populistas e querer ajudar a todos por pena, não há modelo econômico que salve. Melhor ter a possibilidade de economizar e comprar do que não ter.


Que comentário machista hein.Então toda mulher bonita,tem que colocar como opções de profissão a prostituição?


Acredito que qualquer governo Brasileiro não há erro e sim delapidação pois eles sabem o que estão fazendo.


Obrigada, esse comentário me deixou aliviada, pensei que somente eu não estava entendendo o raciocínio do colega.



Exatamente Marcos. Nessa greve tem bandidos infiltrados que não respeitam o direito de propriedade dos outros, como foi em 2015.


Pois é. Tinham que ter ido na casa dos políticos e lá no Palácio do Planalto. E tem outra coisa, esse tipo de greve não vai durar muito tempo (se já não tiver acabado) porque como eles vão ficar doando mantimentos para os caminhoneiros se estão faltando caminhoneiros para transportar esses mantimentos para os supermercados e afins?

Só mais uma encheção de saco para prejudicar a vida de um monte de gente (muito melhor seria sonegação em massa). Bom a direita é lixo puro, são em grande maioria neoconservadores estatistas.



Estou contigo,é a nossa realidade.A não ser que a pessoa seja um gênio,tenha um currículo mega diferenciado ou tenha um qi muito forte,é tenso conseguir algo no mercado privado atual.
Eu tentei concursos por alguns anos,mas passei apenas para vagas que pagavam muito pouco ou que eram temporárias ou que nao coincidiam com meu estudos e outros compromissos pessoais.
Mas sendo honesta com você,RI é um curso muito interessante,mas o mercado é péssimo.
Meu irmão fez 2 anos desse curso,fez intercâmbio pela Universidade de Buenos Aires,e acabou largando de lado,e indo fazer direito.E hoje é funcionário da justiça federal.
Meu caso é que tenho um perfil muito independente,eu odiaria ter patrão,ainda mais meu patrão sendo o Estado.
Meus planos são ter meu pequeno negócio,mas pelo visto será algo informal,como quase tudo no Brasil.
Abrir um negócio formalmente no Brasil,ainda mais sendo pobre ,é suicídio.Vc é sugado de todos os lados,pelo governo,pelos sindicatos,pelos funcionários.O negócio é informalidade ou se tornar um investidor profissional,mesmo começando com pouco capital.


Puts, é sério que outras transportadoras são proibidas de atuarem aqui? Não tenho muita experiência com o site da ANTT, poderia me mandar essa regra que eles estabelecem?


Eu não acredito que tenha déficit de servidores não.Outro dia fui no fórum tirar umas certidões negativas para dar entrada num processo.Sem brincadeira,deviam ter uns 15 funcionários dentro daquele cúbiculo,umas 4 pessoas para serem atendidas(incluindo eu),e demorou mais de 1 hora para que fosse atendida.Vc acha mesmo que tenha déficit?
Eu tenho outra ideia,nao deveriam ser contratados novos servidores,os órgãos deveriam era cobrar mais produtividade de seus funcionários(pois eles ganham bem até demais) e boa parte do serviço poderia ser informatizado,seria algo bem mais ágil e eficiente,do que contratar mais gente.Pq raios eu tenho que ir num fórum apenas para pedir uma informação?Isso pode ser feito via internet ou telefone.


A ANTT tabela preços mínimos, seguindo lobby das transportadoras e caminhoneiros.

www.transportabrasil.com.br/2015/08/tabela-referencial-de-frete-e-publicada-pela-antt/

Mas o que realmente seria efetivo contra a paralisação seria permitir que caminhoneiros da Argentina, do Uruguai, do Paraguai e de qualquer outro país pudessem vir livremente para cá fazer fretes de cabotagem. Atualmente, isso é proibido pela ANTT


.
G E N I A L
.
Pena não ter lido este artigo antes.
Desde a adolescência que entro em debates sobre os "OBJETOS PSICOLÓGICOS" e quando li que BERTRAND RUSSEL escreveu sobre os dois tipos de ambição: AMBIÇÃO INTELECTUAL e AMBIÇÃO MATERIAL, considerando a primeira muitissimo mais forte que a segunda e INFINITA, enquanto a ambição material é finita, dda a capacidade fisica de usufruir de bens materiais, me decidi insistir nos meus debates sobre os "OBJETOS PSICOLÓGICOS" ou AFAGOS à VAIDADE.
.
A vaidade humana imbeciliza completamente tal animal. É ELA A RESPONSÁVEL pela INVEJA e pelo CIÚME.

Sentimentos completamente estúpidos. Um porque odeia tudo que imagina ser-lhe superior ou imagina que os outros assim julgam. O outro porque trata-se de uma suspeita ou mera percepção subjetiva, onde o etúpido teme perder aquilo que sabe não possuir.

Enfim, esse aspecto deve ser mais destacado, pois TODA POLÍTICA ou "arte política" SE BASEIA NO ENGODO ao manipular as emoções dos INSEGUROS e daqueles MEGALOMANIACOS que se frustram ao perceberem o quanto são inferiores a suas aspirações.

Essa inconformidade consigo mesmos, diante do que desejam de si, é que fomenta a MENTE PSICOPATA capaz das piores atrocidades sem nem mesmo um vestígio de remorso.

Afinal, o remorso é a reação de alguém que arranhou a imagem que possui de si. Porém se odeia a si mesmo ao ponto de apreciar o OBSCURANTISMO, tamanha a decepção consigo, então não tem do que ter remorso, já que a imagem que possui de si é a pior possível.

Um psicopata NÃO POSSUI o sentimento do ORGULHO sincero. Que nada é senão reconhecer em si um indivíduo de valor, capaz e satisfeito com sua individualidade por ser capaz de se conduzir conforme seus princípios e JULGAMENTOS.

Quem nada julga é umcandidato à psicopatia manifesta.


E qual garantia vc tem de estar comendo num restaurante fiscalizado pelo governo?Eu ja passei mal,depois de comer num restaurante japonês caríssimo aqui na minha cidade.
Enquanto isso quando saio da faculdade como várias besteirinhas ali próximo na Central do Brasil,tipo churrasquinho de gato,vaca atolada,dobradinha,angu a baiana,e nunca tive nada,absolutamente.
Quanto vc come na rua,vc assume o risco,e não é o Estado que vai te proteger de nada.


Alguma dessas agências reguladoras proíbe os caminhoneiros de fazer um ajuste nos preços do frete? Pois se sim, essa greve poderia ser evitada né? Se tiver de fato um controle de preços sobre o frete, me mande por favor o link. Pesquisei se a ANTT faz algo do tipo, mas não encontrei nada.


Importação de combustível faz ter competição sim. Mas o estado brasileiro taxa de forma abusiva para que a importação se torne inviável (margem de lucro parecida, mas incertezas grandes) protegendo a reserva de mercado da Petrobras. E ainda assim 18% do combustível que está em circulação é importada.


O curioso nessa MENTIRA é que em outros países efetivamente importadores a gasolina ERA MAIS BARATA do que no brasil que "a Petrobras vendia abaixo do custo".

Isso é falso, foram retirados impostos e além disso o Dolar estava baixo.

A Petrobras jamais vendeu abaixo do custo sobretudo porque a quase totalidade do petroleo consumido era com CUSTO em REAIS e NÃO em DÓLAR.

Nos balanços não apresentava prejuizo. Nem poderia. Sem contar que ESTATAIS NÃO RECOLHEM TODO o MONTANTE de IMPOSTOS DEVIDOS.

Mesmo nesse periodo de "subsidio" os combustíveis ainda estavam caros se COMPARANDO os PREÇOS com PREÇOS de OUTROS PAÍSES. Principalmente em paises onde a renda/salário é várias vezes a dos bananeiros.

Essa MENTIRA foi adotada pela vontade de acusar o petismo, mas o interesse em aumentos extorsivos nos combustíveis era de acionistas e mesmo distribuidoras que lucrariam mais com a mesma margem aplicada.


"Seria interessante poder gerar um filho sem ter o vínculo da responsabilidade (apesar de no Brasil vermos isso nas favelas), apenas visando o crescimento demográfico. Acho que isso ajudaria, mas é bem utópico."

Essa preocupação demográfica ocorria na Alemanha nazista. O que fizeram: Hitler criou várias colônias de férias para moças adolescentes e soldados jovens. As crianças geradas eram criadas pelo estado alemão.

Não acha nada viável.


Alguém sabe me responder se é possível dividir a Petrobras em várias empresas antes de privatizar? Já que ela detém grande parte do território de exploração de petróleo, seria difícil uma concorrência mesmo desregulamentando.


Olá!
Vocês tem material similar sobre o Socialismo Granmciano/Populista/Bolchevista?
Obrigado!



Isso é uma coisa que os keynesianos nunca vão entender: a mera impressão de um pedaço de papel jamais pode gerar riqueza


O problema não é o fato de se ter ou não filho, a escolha é de cada um, mas o fato é que, caso as pessoas desses países não tenham filho impactará na economia incisivamente. Esse negócio de fazer "pé de meia", não ter previdência, não vai mudar o fato de não ter produtividade. De fato, é uma calamidade! O grande problema a meu ver, está nas questões de responsabilidade, porque a geração de um filho seria bem tranquila se não tivesse a responsabilidade de criá-los. Nas favelas brasileiras vemos bem isso, só que acabam sendo destinados para o mal. Se o governo quer que aumente a taxa de fecundidade, é só estimular as pessoas a terem filhos, mas sem terem a responsabilidade de criá-los, mas aí, quem é que vai criá-los? O governo? Uma instituição própria pra isso? Um orfanato de primeiro mundo? Mas quem vai arcar com os custos? Será que não seria um investimento? Seria interessante poder gerar um filho sem ter o vínculo da responsabilidade (apesar de no Brasil vermos isso nas favelas), apenas visando o crescimento demográfico. Acho que isso ajudaria, mas é bem utópico.



Li o artigo e achei estranho os gráficos pararem em 2015, somente ao ler os comentários contendo "presidenta" que fui verificar a data da postagem. Impressionante como continua atual esse artigo, será que teremos mas um repeteco em 3 anos após a engabelada desse governo?


Cada um que trate de fazer o seu pé de meia para a velhice. Quem não o fizer, que se lixe!

Tenho 41 anos, bom patrimônio construído por mim e com bastante herança futura para receber.

Moro junto com uma mulher de 30 anos, não temos filhos e já sou VASECTOMIZADO há muito tempo.



Deveria ter outro estudo que correlacione com o fenômeno da evolução tecnologia, sendo esse um fator muito importante, e que impactará, profundamente, a produção. Não se precisa mais de jovens para se produzir, precisa-se é de máquinas inteligentes.


Haha descobriram agora que o até então impoluto presidente da Petrobras é sócio do presidente no Brasil do JP Morgan, banco que recebeu da Petrobras pagamento de 2 bilhões de reais.

Detalhe: esse pagamento foi antecipado – os empréstimos venceriam só em 2022.

Agora tá explicado por que Parente tava arrancando nosso couro cobrando preços acima dos do mercado internacional.

www.oantagonista.com/brasil/exclusivo-em-crusoe-parente-e-socio-de-presidente-de-banco-que-recebeu-2-bi-da-petrobras/


Um texto perfeito como esse deveria estampar a primeira página dos jornais mais importantes do Brasil.


Estamos apenas vivenciando mais um exemplo prático de como o governo destrói a economia. Pode observar: todos os problemas atuais do Brasil se resumem a um ponto: o governo tem de confiscar o máximo de renda possível da população para bancar seus gastos.

E quais são os gastos do governo? Basicamente, bancar políticos e funcionários públicos marajás (como o pessoal do judiciário e seu privilégios nababescos).

E como o governo gasta mais do que arrecada, ele tem que se endividar. Quem se endivida, paga juros.

Portanto, o governo tem de confiscar renda da população tanto para bancar seus próprios marajás como para pagar quem empresta dinheiro ao governo. Há algum candidato denunciando isso?

Aumentar impostos sobre combustíveis e reonerar folha de pagamento é apenas mais uma fonte de renda para o governo manter seus marajás -- e com isso destruir a economia.


Eduardo, você só falou bobagem. Permita-me apontá-las

"Essa premissa "A Petrobras detém o monopólio do refino de petróleo, o que a permite estipular preços sem concorrência interna" tá errada."

É mesmo? Se uma empresa detém 98% do refino no país, então qual é a concorrência dela? Ainda que você fosse um potencial concorrente e conseguisse importar petróleo de graça, como você iria refiná-lo?

Ademais, que a Petrobras cobrou preços acima dos valores de mercado não é nem sequer questão de opinião, não. É fato. Eis o que diz essa reportagem:

"O cenário monopolista começou a mudar de figura depois que a Petrobras passou a cobrar preços significativamente acima dos internacionais, abrindo uma janela para produtos importados."

www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/monopolio-da-estatal-indica-por-que-reacao-nao-e-igual-a-alta-do-paozinho.shtml

A Petrobras passou a cobrar preços significativamente acima dos internacionais (para recuperar o caixa).

Isso, de certa forma, realmente abriu uma janela para se importar petróleo. Mas, duh!, de que adianta importar petróleo se 98% do refino está sob monopólio da Petrobras?

Num cenário assim, cobrar preços significativamente acima dos internacionais -- como fez a Petrobras -- irá apenas gerar preços maiores para todos os consumidores. Não tem como entrar concorrência se o mercado é fechado por leis e regulações.

Por fim, o próprio presidente da Petrobras admitiu que sua nova política de preços era explicitamente voltada para refazer o caixa da empresa. Disse ele (grifo meu):

"Quando o presidente Temer me convidou, nós conversamos longamente sobre como eu penso que deveria ser gerida a Petrobras e como ele pensa. Houve uma convergência muito grande sobre a necessidade de a empresa ter liberdade de lidar com uma variável que é fundamental para reduzir a dívida e fazer a virada"

blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/pedro-parente-faz-o-que-prometeu-nao-fazer/

Óbvio: dado que o objetivo era refazer o caixa, a solução realmente era cobrar mais caro. Foi exatamente isso que permitiu que ela rapidamente recompusesse seu caixa. E sobre o nosso lombo.

Ou seja, você foi refutado não só pelos fatos como também pela própria admissão da gerência da empresa.

Isso, e apenas isso, já basta para refutar tudo o que você disse. Mas ainda quero abordar outras coisas.

Continuemos.

"Dessa forma, a Petrobras, como única refinadora no país, não tem poder de mercado para manter os preços ex-refinaria artificialmente altos por muito tempo"

What the fuck?! Quer dizer então que o fato de alguém deter um monopólio protegido pelo estado é exatamente o que a impede de praticar preços altos?! Que lógica é essa?

"pois, a medida que essa arbitragem se mantivesse disponível para o mercado (preços internos mais altos que preços internacionais), importadores iriam trazer cargas de gasolina e diesel para o Brasil e tomariam uma parte do mercado (isso foi exatamente o que aconteceu nos meses recentes)."

Ah, sim, num piscar de olhos, né? Você pelo visto ignora uma coisinha básica chamada "imprevisibilidade gerada pelo governo". Importar gasolina e diesel não é uma atividade básica, não. Você tem de ter toda uma logística, a começar pelas distribuidoras (um oligopólio protegido pelo estado, com a BR dominando quase 40% do mercado).

Entretanto, suponha que você, um empreendedor corajoso, se disponha a realmente fazer tudo isso: importar, concorrer com a Petrobras e distribuir. Aí, tão logo você começa a ir bem, a Petrobras volta a baixar os preços. E você sabe que ela pode fazer isso a qualquer momento, pois segue ordens do governo. E aí, como você fica? Seu empreendimento, com uma só canetada, se tornou inviável. Você investiu pesado confiando numa determinada regra do jogo, mas aí o próprio governo mudou as regras do jogo (e, no Brasil, isso é cotidiano). Como fica?

Isso não é coisa básica, não. Isso é um fator que qualquer empreendedor minimamente sensato tem de levar em conta.

Tem que ser muito louco (ou ingênuo) pra querer concorrer com uma estatal que tem todo o poder de cobrar os preços que quiser (para cima e para baixo).

"De forma análoga, mesmo que existissem outros refinadores no Brasil, ainda assim os preços do diesel e da gasolina internamente não iriam despencar"

Isso é um absurdo completo. Você está dizendo que não faz a mais mínima diferença haver um monopólio ou várias empresas concorrendo entre si.

Ademais, ninguém está falando em "despencar". Mas sim em reduzir, ou mesmo não aumentar diariamente.

"pois a custo de oportunidade desses refinadores seria exportar essas cargas para outros mercado"

Pela sua lógica, qualquer atividade voltada para a exportação (como suinocultura, avicultura, pecuária, agricultura, café, laranja, soja, trigo etc.) também tem de sofrer este problema. Sendo assim, pela sua lógica, tanto faz para um país ter uma única empresa monopolista criando carne ou várias empresas concorrenciais. Para você, o preço final será o mesmo.

Total contrassenso.

Ademais, vou falar o óbvio: petróleo, assim como qualquer outro produto (inclusive comida), é vendido para quem pagar mais. Consequentemente, o petróleo brasileiro só será "exportado" para quem pagar mais (muito mais, pois tem o preço do frete) que nós brasileiros. E, atualmente, quem paga mais que nós brasileiros pela gasolina? À exceção da Noruega (outro país, aliás, cujo setor petrolífero é controlado por uma estatal), desconheço.

"Na prática, o único poder de mercado que a Petrobras tem é de reduzir preços abaixo da paridade de importação"

Como mostram os links acima, o próprio presidente da Petrobras admitiu que a empresa estava cobrando acima dos preços do mercado externo. Aliás, óbvio: dado que o objetivo era refazer o caixa, a solução realmente era cobrar mais caro. Juro que não entendo qual o espanto em relação a isso. Eu mesmo, se tivesse esse poder de estipular preços sem concorrência, também faria isso.

No caso da Petrobras, o que não dá é ela fazer isso enquanto goza de um mercado protegido pelo estado, sem ter nenhuma concorrência (que foi exatamente o que permitiu que ela rapidamente recompusesse seu caixa, sobre o nosso lombo).

Se é pra ter uma estatal que vai vender para o mercado interno seguindo preços estipulados pelo mercado externo, então, por definição, o governo tem de liberar a concorrência interna e externa, pois a estatal está seguindo política de mercado externo. (Variar preços internos diariamente de acordo com a cotação internacional é algo que só faz sentido se houver concorrência interna e externa.)

Sendo assim, por que pirocas o governo tributa a importação de gasolina? E por que ele fecha o acesso ao mercado de produção e refino de petróleo? Por que ele regula o setor de distribuição e de postos tão pesadamente?

Ou seja, o governo quer uma estatal funcionando "seguindo os preços do mercado externo", mas não quer que ela sofra nenhuma concorrência (nem interna e nem externa) de empresas privadas. Só em Banânia.



Mais do que merecia, é simplesmente o retrato exato do que está acontecendo


A greve fracassou

1º - a categoria dos caminhoneiros é desorganizada... uma parte assinou o maldito acordo com o Conde Temer
e isso deu brecha pra ele dizer q já fez a parte dele e já negociou (agora ele vai mandar a polícia/exército pra acabar com a greve)

2º - a MÍDIA NÃO ta do lado dos caminhoneiros... já começou a dizer q é locaute, que se o governo ceder, eles vão pedir mais, enfim a MÍDIA dessa latrina mais atrapalha do q ajuda

3º - A DIREITA desse país sumiu... cadê esses filhos da puta ? A hora era agora
o povo tinha q ta do lado dos caminhoneiros, era pra paulista ta tomada
cadê o povo batendo panela ? Reforma TRIBUTÁRIA JÁ !!!

O prédio da Petrobrás era pra ser depradado, o povo não tem que pagar as merdas q fizeram com a Petrobrás...


Que vergonha de vcs hein


Acontecendo tudo isso e cadê o IMB ??

O momento oportuno pra todo mundo pedir menos ESTADO, menos IMPOSTOS e vcs não fazem nada ?

A direita no Brasil é ridícula

É por isso que esse país não sai do lugar

Decepção total


Essa premissa "A Petrobras detém o monopólio do refino de petróleo, o que a permite estipular preços sem concorrência interna" tá errada. Tanto os preços da gasolina quanto diesel ex-refinaria (na "saída" da refinaria) se comportam como preços de commodities. O que há é um mercado mundial extremamente líquido que marca preços diariamente, de forma que esse é o custo de oportunidade desses produtos nesse elo da cadeia. Dessa forma, a Petrobras, como única refinadora no país, não tem poder de mercado para manter os preços ex-refinaria artificialmente altos por muito tempo pois, a medida que essa arbitragem se mantivesse disponível para o mercado (preços internos mais altos que preços internacionais), importadores iriam trazer cargas de gasolina e diesel para o Brasil e tomariam uma parte do mercado (isso foi exatamente o que aconteceu nos meses recentes). De forma análoga, mesmo que existissem outros refinadores no Brasil, ainda assim os preços do diesel e da gasolina internamente não iriam despencar, pois a custo de oportunidade desses refinadores seria exportar essas cargas para outros mercado que pagam exatamente os preços internacionais desses combustíveis (entre afundar valor no Brasil e exportar para o mercado internacional a preços maiores, eles exportariam). Na prática, o único poder de mercado que a Petrobras tem é de reduzir preços abaixo da paridade de importação, o que não seria uma decisão econômica ótima, visto que o custo de oportunidade da Petrobras também é o preço internacional.


Ele ainda existe, está maior do que nunca e influenciando na sua vida bem mais do que você imagina.


E, quando todo o intervencionismo desmorona, chamam o exército.


E vc está esquecendo de uma coisa importante: O empresário, com todas as dificuldades que você mencionou acima, inerentes ao ato de empreender, ainda vai se obrigado a ter um sócio majoritário, que não assume nenhum risco junto contigo, mas que abocanha a maior parte dos lucros. Um sócio que vai te pedir para fazer várias coisas que irão destruir a tua produtividade. E ainda que vai te punir com rigor caso você descumpra qualquer uma das suas exigências malucas. Um sócio que descumpre todas as obrigações do negócio que, em tese, seriam de responsabilidade dele (Sempre dizendo para você que a grana que você passou para ele não é suficiente. Ele precisa de mais). E ainda por cima, tem a cara de pau de ostentar gastos supérfluos com o teu dinheiro. Será que eu preciso dizer aqui de quem eu estou falando?



É a mesma narrativa mentirosa de sempre. Mas a maioria da esquerda brasileira percebeu que essa desculpa de "imperialismo americano" não cola mais, então não tocam mais no assunto Venezuela (perceba que esse artigo é do começo de 2015).

E por quê? Primeiro porque eles apoiaram todas as atrocidades do regime chavista durante mais de uma década (nacionalizações, fechamento do parlamento por várias vezes, censura indiscriminada). Isso está muito fresco na memória de todos.
Segundo porque já não haviam mais empresas multinacionais na Venezuela desde meados de 2010. Chavéz fez o mesmo que Stalin na década de 30 e nacionalizou todo o capital estrangeiro que estava no país (ele não expulsou as empresas, ele simplesmente estatizou tudo). Portanto é uma narrativa que simplesmente não tem como colar: www.mises.org.br/Article.aspx?id=2439

No caso da URSS não havia arquivos de internet registrando todo o apoio da esquerda mundial aos soviéticos, mas no caso da Venezuela, você achará pérolas como essa: www.vermelho.org.br/noticia/237785-7
Para piorar, quando a URSS quando estava em crise ao fim da Era Brejnev, o establishment mexeu os pauzinhos para um reformista assumir o poder (Gorbachev) e fazer reformas de liberdade de expressão e liberdade de mercado (Glasnost e Perestroika). Mas no caso da Venezuela, não fizeram nada do mesmo, muito pelo contrário. Então os efeitos do socialismo ficaram ainda mais explícitos para todos verem.




A questão é que deixam somente para a mulher cuidar dos filhos. Daí não vão querer mesmo, cuidar sozinha de filho é o maior perrengue amigo. Tem que abrir mão de muita coisa.


A deles eu não sei, mas a posição libertária em relação a greves é: você pode parar de trabalhar quando quiser, mas não pode proibir outras pessoas de o fazerem em seu lugar. E tampouco pode abolir a liberdade de movimento das pessoas.

Se você quiser encostar seu caminhão em um local adequado e ficar dormindo, sem problema nenhum. Mas você não pode proibir outros caminhoneiros de trabalhar, ameaçando apedrejar seus caminhões e furando seus pneus.

Quem faz isso é criminoso. E é isso que muitos estão fazendo.

A solução caso a greve continue? Liberar caminhoneiros da Argentina, do Uruguai e do Paraguai (e, obviamente, de quaisquer outros países) para vir fazer fretes aqui. Atualmente, a ANTT não deixa.


Tem uma coisinha ali que eles falaram que é certa, e é interessante que poucos estão dando destaque a isso (o presente artigo até deu, mas muito rapidamente): a Petrobras passou a cobrar preços significativamente acima dos internacionais (para recuperar o caixa).

Isso, de certa forma, realmente abriu uma janela para se importar petróleo. Mas, duh!, de que adianta importar petróleo se 98% do refino está sob monopólio da Petrobras?

Num cenário assim, cobrar preços significativamente acima dos internacionais irá apenas gerar preços maiores para todos os consumidores. Não tem como entrar concorrência se o mercado é fechado por leis e regulações.



Até pensei no Amoêdo e tudo mais, mas visto que estamos em uma democracia...


O estado brasileiro sairá fortalecido desta paralisação dos caminhoneiros, quem sairá enfraquecido é o governo Temer, está escancarado que os brasileiros médios estão pedindo ajuda para o estado:

Pedindo que lhes proteja do aumento brutal de preços da escassa gasolina nos postos de combustíveis;

Pedindo ao estado para que lhes assegure fornecimento de medicamentos;

Pedindo que o estado desbloqueia as rodovias;

Pedindo ao estado que intervenha para que garanta mais previsibilidade no preço do diesel;

Pedindo que o estado puna severamente o locaute, atitude patronal que impede os seus empregados de exercerem sua função e engrossar a paralisação;

Pedindo que o estado garanta que os supermercados limitem a quantidade de produtos vendidos por cliente.

A incompetência absoluta ficou na conta do Temer e seus asseclas, os juízes, fiscais do procon, policiais rodoviários e federais estão sendo exaltados como ícones máximos da capacidade do estado em salvar a população de aproveitadores. Não ficaria surpreso se após esta confusão qualquer ímpeto privatizador se esvaziasse.


Caro Muricy, verdade o que você disse, mas garanto a você que parte considerável do burrinho, quero dizer, povinho brasileiro está lamentando que há pouca intervenção estatal nisso tudo. Haja paciência!


Erros do tipo 3 são os chamados crimes e se baseiam na má-fé.


Gostaria de uma ajuda: Se alguém puder contextualizar o link abaixo, levando em conta do que trata a questão histórica inerente ao dito Imperialismo Americano e das empresas estrangeiras é parte importante do declinio venezuelano.

latinoamericana.wiki.br/verbetes/v/venezuela

Agradeço desde já.


Essa paralisação dos caminhoneiros serve para mostrar como o Estado brasileiro, além de ser completamente ineficiente, impede que os setores se desenvolvam pelos seus próprios esforços. É a bênção do nacionalismo tupiniquim.
A malha ferroviária foi destruída pela companhia limitada de Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek. Além de terem sucateado esse setor pioneiro, que foi criado majoritariamente por investimentos privados estrangeiros, dificultaram ao máximo para que nenhum empresário pudesse criar suas próprias ferrovias e vagões modernos.

Foi excelente essa paralisação dos caminhoneiros. Serviu para mostrar para todos como nosso país é completamente atrasado e centralizado nas mãos dos burocratas iluminados que estão em Brasília.
Serviu para mostrar que nossa logística de transportes (que mesmo alguns liberais acham que deve ser papel do Estado) é muito frágil e pouco diversificada. O setor de transportes é protecionista, com péssimas rodovias no interior do país e está a mercê de uma única empresa estatal. Ferrovias e malha portuária costeira são inexistentes no Brasil. E a malha aérea está no mesmo nível que da Índia.
Viva o Estado bostileiro.



Boa Noticia? Ou Otimismo? Vejam só:

economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/05/21/petrobras-monopolio-refino-gasolina.htm

www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/04/petrobras-da-inicio-a-processo-de-venda-de-refinarias.shtml

''O plano é passar para frente 60% de participação em quatro de suas unidades, sendo duas no Nordeste e duas no Sul. "É uma maneira de trazer mais opções de empresas e ampliar o mercado", diz Valois.... - Veja mais em economia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/05/21/petrobras-monopolio-refino-gasolina.htm?cmpid=copiaecola''


Seria o começo de um processo de desestatização? O que acham?


Se temos isso para o momento, e então o que acham senhores(as)?

www.infomoney.com.br/mercados/politica/noticia/7436031/entrevista-alckmin-irrelevante-centro-tera-que-escolher-quem-apoiara-turno


Como é a conta de precificação do preço de gasolina sobre o desabastecimento?
Oque o empresário pensa? Tenho tantos litros que vão durar x semana, então traz a valor presente uma previsão de fluxo de caixa baseada em giro de estoque e embute no preço?
Pergunto isso pois é importante mostrar matematicamente o porque/ como os preços sobem,(validando a empiria/teoria), decifrando a precificação, a fim de emplacar na cabeça das pessoas pararem com esse pensamento que o empresario malvadão acorda com a pá virada e para "causar" jogar 500% em cima. Eu tenho pouco conhecimento em formação de preços e isso com certeza tem um fundamento por traz e peço ajuda aos nobres amigos do IMB a ajudarem a desmitificar essa precificação.


Grande abraço






Lembra-se da Luciana Gimenez? Pois é, engravidar do Mick Jagger foi o melhor negócio da vida dela.


Hahaha. Não se preocupe que não caí em engodo nenhum. Inclusive, engenheiro da Petrobrás não seria nenhum exemplo de isenção. Já cansei de "espancar" os argumentos do cara que me enviou o link da Fórum. Mas é sempre bom buscar mais informação com outros leitores do IMB.


Quais são as fontes que os países ibéricos tem aversão ao trabalho, 4lex5andro ?


E lembrando que o Brasil, também por dia, consome 3,09 milhões de barris de petróleo.

Ou seja, os EUA, num só dia, importam mais que o triplo de tudo aquilo que o Brasil consome. Estão longe de ser autossuficientes. E têm gasolina muito mais barata que a nossa.


Nada mais que funças da Petrobras defendendo sua reserva de mercado (e é impressionante ver leitor do Mises, que deveria saber melhor, caindo neste engodo).

E o pior é que os caras são tão toscos e imbecis (ou ao menos juram que os leitores são imbecis; aliás, sendo a revista A Fórum, eles estão certos), que eles na prática estão dizendo que a gasolina encareceu porque está havendo mais importação de concorrentes!

Sério, que lógica econômica é essa que diz que mais concorrência e mais importação aumentam os preços?

Ademais, percebeu que eles não apresentam uma mísera fonte?

Permita-me então responder:

O Brasil consome 3,09 milhões de barris de petróleo por dia, o que equivale a 1,13 bilhão de barris por ano.


amazonasatual.com.br/consumo-de-petroleo-no-brasil-deve-atingir-309-milhoes-de-barris-por-dia/


As importações foram de 207 milhões de barris em 2017.


Ou seja, consumimos 1,13 bilhão por ano e importamos 207 milhões por ano. Isso significa que as importações representam apenas 18% do consumo. Uma mixaria.

E esses babacas da Petrobras estão dizendo que essas importações de 18% elevaram todo o preço!

Mas, como eu disse, não é que eles sejam burros ou ignorantes. Eles simplesmente sabem que os leitores d'A Fórum são assim.

Agora, desanimador mesmo é ver um leitor do IMB passando aperto e pedindo arrego pra refutar um bando de funça e sindicalista corporativista...


Refinarias? 98% do refino no Brasil é feito pela Petrobras!

istoe.com.br/nao-e-bom-para-o-pais-a-petrobras-ter-100-de-monopolio-no-refino-diz-parente/

Começou a entender a encrenca?

Praticamente todas as refinarias são da Petrobras e só há 3 distribuidoras: BR (Petrobras), Shell (Raízen e Cosan) e Ipiranga. Tente você entrar neste mercado altamente protegido pelo governo para concorrer com estas.

Solução: liberar totalmente a concorrência estrangeira com a Petrobras, abolir as regulamentações para a abertura de refinarias, distribuidoras e postos, zerar o imposto de importação de petróleo, e reduzir drasticamente os impostos indiretos sobre a gasolina.

Qual governo fará isso? Nenhum, pois isso afetaria as receitas de Petrobras e, logo, as mamatas dos políticos e apadrinhados empoleirados na estatal.

O petróleo é nosso!


EUA? Não são autossuficientes. Importam 10 milhões de barris por dia.

www.eia.gov/tools/faqs/faq.php?id=727&t=6


Não existe como competir com os correios. Por isso eles não possuem concorrentes.
Quem vai entrar no mercado brasileiro percebe que é inviável se submeter a tudo isso.


Na minha sincera opinião, esse tipo de tema é muito simples que nem precisava de concurso.

Correios, assim como Telecomunicações, são setores que não trabalham com recursos finitos como a Petrobrás. Se o governo privatizar os Correios, pode entregar a empresa 100% pra uma única pessoa que não vai ter nenhum problema de monopólio se abrir o mercado para concorrência interna e externa.

Mas esse caso dos Correios não é o mesmo caso da Petrobrás. A Petrobrás detém 98% da gasolina brasileira. Se privarizar uma empresa assim, entregará o monopólio da gasolina para uma única empresa.
A solução é fragmentar a empresa (suas jazidas e refinarias) e vender cada pedaço para diferentes compradores. Além claro, de abrir o mercado para a gasolina estrangeira sem impostos.

No aguardo da criação do concurso do tema "como privatizar a Petrobrás".


A solução é simples e radical, mas a maioria das pessoas não aceitariam de jeito nenhum (muito menos os governos): A PREVIDÊNCIA SOCIAL É UM EMBUSTE TOTAL E DEVE SER ABOLIDA TOTALMENTE OU OS GOVERNOS VÃO QUEBRAR CEDO OU TARDE.

Na melhor das hipóteses o único tipo de garantia de um dinheiro extra para um idoso no final da sua vida seria uma poupança acumulada no decorrer dos anos, fruto do seu próprio trabalho quando jovem e não essa previdência social custeada por impostos (que não passa de um sistema de pirâmide financeira prestes a desmoronar). Um sistema de previdência privada também seria viável, e diferente do governo, as instituições bancárias privadas lidam com riscos e não são tão irresponsáveis quanto o governo, por isso seria uma opção menos usada, dado o próprio envelhecimento acentuado da população . No meu limitado conhecimento sobre o assunto essas seriam as melhores saídas par ao problema.


A situação do Japão e outros países ricos é bem ruim. Mas esses países tem grande riqueza acumulada, alta renda per capta e produtividade alta. O que deve ser levado em conta. O Japão investe muito em tecnologia, robótica, etc. Pode ser que haja um declínio no padrão de vida, mas não um empobrecimento que tornaram o Japão um Brasil.

O preocupante mesmo é um país como o Brasil que já é bastante pobre, endividado e pouco produtivo, ainda ter que conviver com diminuição da força de trabalho.


Boa noite, meus caros. Preciso de argumentos para a seguinte matéria:

www.revistaforum.com.br/associacao-de-engenheiros-da-petrobras-explica-o-que-esta-acontecendo-na-empresa/

Grato.


Na verdade os EUA é que são autossuficiente em petróleo e não o Brasil. O Brasil ainda precisa importar parte do óleo que vai para as refinarias, resumidamente porque o óleo produzido aqui não é o ideal para a gasolina, então mistura o nacional com o importado.



"cujo PIB está parado porque a população está declinando"

Se houver crescimento tecnológico o PIB pode crescer mesmo com a população declinando e o que importa é o pib per capita.

"Não tem como existir previdência (qualquer uma, de qualquer tipo) com uma população encolhendo."

Claro que pode, basta não ser um regime socializado como o do INSS.


Uma coisa que eu não entendo é que há muitas pessoas dizendo que no futuro grande parcela dos trabalhadores serão substituídos pelas máquinas. Olhando por esse raciocínio de qualquer forma haverá no futuro um menor número de pagadores de impostos para sustentar aposentadorias. Robô e IA não recolhem INSS.


lembrando sobre o debate do Igor Fuser com o Flávio Morgenstain de 2014 onde o socialista defendeu que só tínhamos petróleo por causa da PetroBrás que as forças da direita demonizavam a estatal que é um monopólio. Hoje estamos sem petróleo, Fuser diz isso no vídeo www.youtube.com/watch?v=5h3jnaGz59Q&t=2198s a partir do minuto 36:06
esses caras só atrapalham o crescimento do Brasil.


Coloquei os fundos de previdência privada apenas como um exemplo de investimento que uma pessoa sem grandes conhecimentos financeiros pode fazer sem muito esforço e que vai garantir que ela vai ter uma renda quando se aposentar. Mas, como muitos já apontaram aqui, existem investimentos melhores, só que exigem conhecimentos que muitos não têm.


Nos EUA, cujo mercado é livre e concorrencial, a importação é liberada, e não há uma estatal que monopoliza a produção e o refino (além de deter quase 40% da distribuição), a gasolina custas nas bombas US$ 0,75 por litro, o que equivale hoje a R$ 2,73 por litro.

d3fy651gv2fhd3.cloudfront.net/charts/united-states-gasoline-prices@2x.png?s=unitedstgaspri&v=201805041606v&d1=20180224&d2=20180524

Apenas a carga tributária não explica essa diferença abissal entre eles e nós (que somos "autossuficientes"). Todo o monopólio da Petrobras (produção e refino) e todas as regulações estatais sobre a distribuição (quase 40% é da Petrobras) e sobre os postos (que são carteis protegidos pelo estado) explicam muito mais.

Carteis, postos e preços da gasolina - de quem realmente é a culpa pela forte alta?


Caso seja uma previdência com um regime de capitalização não há problema. Podem ser feitos investimentos em outros países, por exemplo.

O problema é o regime de repartição simples, como o nosso.



Aqui no Patropi não deu certo, mas num lugar mais ao Norte, com todos os senões possíveis, inclusive uma questão racial sempre latente, deu certo, mesmo que o distinto país ande querendo retroceder a passos largos.

O problema não é a miscigenação, mas como ela se enquadra no tipo de colonização do país. Essa, a gente aprende na escola,embora os professores apenas expliquem, sem fazer a correlação...ficaria difícil pra eles.


Depende de muitas variáveis, o supermercado nem é uma delas, dá pra ir no atacarejo 1x por mês.

O principal é a rotina do dia-a-dia, se não tiver obrigações escolares diariamente, e o trabalho for perto da residência, e se não for, tiver acesso a bons trens e metrô.

Então de fato, faz sentido.


Eu SEMPRE desconfio das verdadeiras intenções quando uma greve é organizada por sindicalistas, muitos daqueles que hoje se dizem a favor dos caminhoneiros poderão se decepcionar quando descobrirem os reais motivos dessa paralização.

Não podemos nos esquecer que somos uma republiqueta comunofascista, e que as grandes empresas do setor de transportes também são "financiadas" com $$$$$ dos pagadores de impostos, num obsceno troca-troca público-privado.

Não vai demorar e assistiremos a esquerda "tomando para si" esses movimentos grevistas em nome do "povo" e "contra" esse governo "golpista", se apresentando como a solução para o problema que a própria esquerda criou.

Não duvido que essa greve desencadeie mais paralizações em outros setores. O Brasil está a beira de uma ruptura.


para não dar mimimi sobre privatizar a petrobras ou os correios, abram o mercado, ponham concorrência, aí daqui uns anos vão se arrepender a petrobrás quando tinha valor. aos defensores do socialismo, a china está comprando tudo, mas vão ver se os trabalhadores são ricos...


Exatamente essa correlação. Dólar fraco gera commodities em alta ; Dolar forte gera queda no preço das commodities ;

Se você olhar o preço dessas commodities antes de 2008 e a força do dólar, percebe-se uma correlação entre os dois.

No governo Obama, com Dólar se fortalecendo, o petróleo chegou a preços baixos..



Caro Taradão,

Bonitas, sim; delicadinhas controverso,por experiência pessoa. E em vista de sua criação, tem sérias restrições a relacionamentos com ocidentais.


Os importadores de café estão sim suscetíveis a variação diária do seu preço, os mercados voltado ao consumidor também podem variar o preço do café na prateleira, mas, essa variação é reduzida devido a concorrência e um menor impacto do preço externo do insumo , devido a estoques, ter comprado antes, etc. (Tanto que esses insumos sobem ao consumidor caso o dólar suba, quando os mercados tem de refazer seus estoques e comprar do fornecedor mais caro)

No caso da gasolina, os postos de combustíveis seguram os reajustes da Petrobras, até mesmo reduzindo suas margens de lucro.
Não vejo algo anti-mercado nessa política de preços da Petrobras, embora concorde que maior concorrência faria ela reduzir esse repasse as refinarias, e as próprias refinarias precisam de concorrência, por exemplo, quando o petróleo estava baixo, o Brasileiro não viu uma queda equivalente na bomba;


Olha primeiramente nao existe essa tem que ter filhos, as pessoas tem filhos se elas quiserem, resolver o problema cortem quase todos os impostos, não existe islamização da europa, a taxa de fecundidade dos muçulmanos esta entre 1,5 e 2,1, são poucos paises muçulmanos que vão aumentar a população, acho benefico reduzir a população já tem gente demais no mundo e outra coisa daqui a acontecem um grande babyboom, e as pessoas não tem emprego e vão para a criminalidade, isso acontece no Brasil e só um aviso a europa pode surpreender porque tem lugares que a população europeia continua a crescer exemplo irlanda vai ter um aumento de 25 porcento e os escandinavos também tem uma população crescer de pessoas nativas, então pesquisem antes de falar.


O Juscelino fez um monte de asneiras econômicas (a pior foi Brasilia) mas não foi o principal responsável pela inviabilização dos sistemas ferroviários e hidroviários. O colapso iniciou antes da 2ª guerra, quando se garantiu aos sindicatos o controle das atividades nessas áreas de transporte. A primazia pertence a Getúlio Vargas mas a doença já manifestara nos anos dos anos 20. Que tal exigir 10 funcionários para colocar uma carga dentro de um vagão de trem? Ou pagar extra para carregar papel higiênico num navio? O conflito mundial só piorou tudo porque causou um tremendo desgaste do equipamento terrestre e marítimo. Para compensá-lo seria necessário grande investimento que o Brasil não tinha. E o aporte estrangeiro foi obstaculizado de todas as maneiras.


Mas o problema nem é esse. O problema é a política de preços da Petrobras. O próprio Pedro Parente veio a público afirmar explicitamente que essa política de preços foi adotada pela Petrobras com o único intuito de refazer o caixa da empresa, dizimado pela corrupção e pelo congelamento de preços do governo Dilma. Disse ele (grifo meu):

"Quando o presidente Temer me convidou, nós conversamos longamente sobre como eu penso que deveria ser gerida a Petrobras e como ele pensa. Houve uma convergência muito grande sobre a necessidade de a empresa ter liberdade de lidar com uma variável que é fundamental para reduzir a dívida e fazer a virada"

blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/pedro-parente-faz-o-que-prometeu-nao-fazer/

Ademais, esse negócio de variar o preço diariamente é algo totalmente insano e anti-mercado. O trigo também é uma commodity cujo preço internacional varia diariamente, mas você não vê nenhuma padaria reajustando o preço do pão diariamente. Tampouco o fazem as pizzarias. O mesmo ocorre com a carne. E com a laranja. E com o café.

Empresa oscilar preço diariamente pra cima e pra baixo é o exato oposto do funcionamento de uma economia de mercado. E o fato de essa empresa deter o monopólio do mercado (monopólio esse protegido pelo estado) só faz piorar a coisa.

E piora: embora a Petrobras, como empresa, esteja correta em buscar a maior margem possível (eu também faria o mesmo), o que não dá é ela fazer isso enquanto goza de um mercado protegido pelo estado, sem ter nenhuma concorrência.

Se é pra ter uma estatal que vai vender para o mercado interno seguindo preços estipulados pelo mercado externo, então, por definição, o governo tem de liberar a concorrência interna e externa, pois a estatal está seguindo política de mercado externo. (Variar preços internos diariamente de acordo com a cotação internacional é algo que só faz sentido se houver concorrência interna e externa.)
Sendo assim, por que pirocas o governo tributa a importação de gasolina? E por que ele fecha o acesso ao mercado de produção e refino de petróleo? Por que ele regula o setor de distribuição e de postos tão pesadamente?


Ou seja, o governo quer uma estatal funcionando "seguindo os preços do mercado externo", mas não quer que ela sofra nenhuma concorrência (nem interna e nem externa) de empresas privadas. Só em Banânia.


Sim e não. O dólar deu uma enfraquecida mundial entre julho de 2017 e abril de 2018, voltando a subir depois. Nesse meio tempo, o petróleo encareceu. No último mês, tumultos no Irã e na Venezuela fizeram aumentar o preço.

Mas, ora, se o dólar barateia e o petróleo encarece, então o resultado líquido é nulo. Você pega menos para comprar dólar, mas paga mais em dólar para comprar petróleo.


Se eles dependerem da fartura de bens de capital físico não precisam se preocupar por muito tempo, mas se dependerem do capital intelectual acumulado estão sim em maus lençóis.


"Reduza a população e todos os que restarem serão ricos" típica lógica de jumento que trará consequências fatais no futuro.


Essa alta do petróleo esta relacionado ao dólar? Eu li uma vez um comentário nesse site correlacionando a força do dólar com o preço das commodities


A atual greve de caminhoneiros colocou o Brasil no caos e para solucionar o governo vai providenciar um caos pior ainda adiante. 2019 será um ano inesquecível para os brasileiros.


Sim, e com uma população improdutiva muito grande.
Muçulmanos e africanos na Europa vivem, em sua grande maioria, de assistencialismo.
Não se integram, fazem questão de não se integrar, recebem tudo do governo e ainda maldizem o país.

O europeu bobão ainda te chama de racista, supremacista, nazista, fascista e um monte de "istas" se você tocar nesse assunto.

Perdi a minha esperança na Europa.