Mises Brasil Instituto Ludwig von Mises Brasil
http://www.mises.org.br


O caminho da servidão
por Ubiratan Jorge Iorio, quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

É inconcebível, em uma sociedade de pessoas livres, tamanha concentração de poder nas mãos de um único indivíduo.

Essa aberração, essa doença, essa deformação é o que explica a atitude atrabiliária da juíza que suspendeu o WhatsApp.

Uma solitária autoritária prejudicou 100 milhões de pessoas. Se achasse por bem impor uma punição, que estabelecesse uma multa. Mas prejudicar 100 milhões de usuários é agredir a liberdade individual.

Não podemos e nem devemos ficar calados diante de qualquer arbitrariedade.

E nem sequer sabemos o que moveu o arremedo de ditadora, porque o caso está correndo como "segredo de justiça". Como assim? Estamos sendo punidos por conta de uma pretensa ação de terceiros e sem saber que ação seria essa.

O "marco civil da internet" é uma aberração.
___________________________________________

Acréscimo de Rodrigo Saraiva Marinho

É preciso esclarecer a todos que essa aberração do bloqueio do WhatsApp, um serviço utilizado por milhões de brasileiros, só foi possível graças à Lei do Marco Civil da Internet.

Lei esta apoiada maciçamente pela esquerda, especialmente o PT, e sancionada pela presidente Dilma.

Nós, defensores das ideias de liberdade, avisamos de que era mais um passo rumo ao controle total do estado nas liberdades individuais. Hoje tivemos a prova.

Está chateado por estar sem WhatsApp? Culpe todos os políticos que votaram pela lei e a presidente Dilma que a sancionou.

Nós avisamos. 

O artigo de Daniel Marchi hoje para o Instituto Mises Brasil é uma prova disso.

_______________________________________

Acréscimo de Helio Beltrão:

O pessoal entusiasmado com tecnologia e que acha que esta pode nos proteger do estado tomou uma ducha de água fria com o bloqueio do WhatsApp com uma mera canetada de uma juíza.

Esta foi uma "chamada para o despertar". A tecnologia não pode nos proteger do estado, pois as pessoas (os dirigentes da tecnologia, os intermediários e provedores que possibilitam o serviço, e as contrapartes que utilizam o serviço) estão sempre localizadas em algum lugar e podem ser punidas pelo estado.

_______________________________________

Acréscimo de Bruno Garschagen:

Como disse Marcel van Hattem: Bem-vindo ao Brasil, país que bloqueia o WhatsApp de toda a população mas não consegue impedir bandido de usar celular na cadeia.

_______________________________________

Acréscimo de Fernando Ulrich:

O estado é o maior promotor do liberalismo. Gostaria de agradecer ao juiz que bloqueou o WhatsApp, porque essa decisão impeliu diversos cidadãos a praticarem a desobediência civil.

Viva a VPN e o Telegram!

________________________________________

Acréscimo final de Bruno Garschagen:

Um desembargador de São Paulo determinou o desbloqueio do WhatsApp, evitando no Brasil uma revolução de proporções jacobinas, como aquela na França em 1789.

E só não digo que a presidente perderia a cabeça porque, como direi, seria necessário que uma ela tivesse.

O problema posto é que, parafraseando a antiga parlenda, se por detrás daquele morro passa boi também pode passar uma boiada.

Ou seja, uma vez ultrapassado o limite, não se surpreendam com novas decisões judiciais desse tipo no futuro.