Mises Brasil Instituto Ludwig von Mises Brasil
http://www.mises.org.br


Comedimento e sobriedade
por Helio Beltrão, terça-feira, 10 de junho de 2014

Moderação, humildade, sobriedade e comedimento são essenciais para o debate de ideias.  Infelizmente, nosso artigo de hoje ("Dez razões pelas quais os libertários podem não ser muito simpáticos com você") deixa a desejar nestes quesitos.  

É claro que quando debatemos estamos seguros que nossa posição é mais correta, mais consonante com a realidade, mais propícia a gerar os resultados desejados.

Mas isto não significa que devamos ser indelicados, ou que devamos menosprezar a posição oposta. Sempre temos algo a aprender com um debatedor. Sempre. Fechar-se em suas conclusões definitivas inevitavelmente levará à estagnação intelectual e até ao erro. E não me refiro necessariamente ao erro em suas propostas centrais. 

Nós, do IMB, entendemos que a observância da propriedade privada e da não agressão a inocentes são posições atemporais que tendem a gerar mais prosperidade e felicidade. Entendemos também que a interferência estatal na sociedade e mercados tende a gerar hostilidade, corrupção, e desesperança, e limitar a prosperidade. Mas a falta de parcimônia e de moderação gera antagonismos contraprodutivos, bem como a percepção de falta de autocontrole, tão comum nas mentes superficiais ou imaturas. Já a falta de humildade é como um muro que obstaculiza o aprendizado com o debate.

Não há dúvida que o autor tenha colocado vários pontos relevantes, que já foram dissecados em outros artigos tanto aqui no IMB como em outras publicações.  Mas não subscrevo atitudes prepotentes e confrontadoras em excesso, e o artigo dá margem substancial à uma interpretação nestas linhas.