clube   |   doar   |   idiomas
O STF escancara seu autoritarismo e agora quer punir indivíduos com base em probabilidades
Nos países líderes, há comunicação e não obrigatoriedade

No dia 17 de dezembro de 2020, o Supremo Tribunal Federal foi além da mera análise de constitucionalidade da lei 13.979/20autorizou pesadas medidas punitivas a quem se recusar a tomar a vacina contra a Covid-19.

O ministro Luís Roberto Barroso, relator, afirmou que:

O direito à saúde da coletividade e das crianças prevalece sobre a liberdade de consciência e convicção filosófica. 

Segundo o ministro, 

O Estado pode proteger as pessoas, mesmo contra sua vontade. [...] A dignidade protege também o próprio indivíduo eventualmente contra a sua desinformação ou a sua escolha equivocada, impondo a ele a imunização que irá preservar a sua vida ou a sua saúde. Esse é um dos raros casos em que o paternalismo se justifica, com o estado se sobrepondo à vontade individual

E ainda defendeu que aquele que se recusar pode ter expressamente proibida "a matrícula de uma criança em escola privada, ou benefícios como o Bolsa-Família".

Ricardo Lewandowski acompanhou e argumentou pela obrigatoriedade "em prol do bem-estar da saúde da coletividade". 

Marco Aurélio Mello foi além, e afirmou que a recusa do pai "pode implicar inclusive a retirada do pátrio poder."

Ou seja, na prática, o STF tornou a vacina obrigatória, inclusive para crianças. 

Em termos coloquiais, se você se recusar a vacinar — porque não acredita que uma vacina criada em seis meses seja segura, pois pode ter efeitos colaterais de longo prazo, impossíveis de serem detectados agora —, você se torna um cidadão sem direitos fundamentais, podendo inclusive ter seus filhos sequestrados de você.

Vacinas são importantes demais para serem obrigatórias

Os defensores da liberdade não são contra vacinas. Ao contrário: as vacinas e os antibióticos foram uns dos responsáveis pelo grande salto na estimativa de vida da população em geral. As vacinações e imunizações inequivocamente contribuem com a saúde ao prevenir doenças. Há mais de 100 anos melhoram a qualidade e expectativa de vida no Brasil e no mundo.

Defensores da liberdade são contra, isso sim, um programa compulsório de vacinação. 

E a questão nem sequer está na eficácia das vacinas; está, isso sim, em seus possíveis efeitos colaterais de longo prazo, os quais, exatamente por se tratarem de vacinas recém-criadas, não têm como ser identificados agora (não é à toa que vacinas demoram até 10 anos para serem homologadas; até hoje, nenhuma vacina foi aprovada em menos de dois anos após a descoberta do vírus, o que também explica por que as farmacêuticas querem isenção de responsabilidade). 

Sendo assim, um indivíduo tem todo o direito de não querer correr este risco. E ele não pode sofrer terrorismo em decorrência disso.

É simplesmente inaceitável um programa estatal que trata os não-vacinados como criminosos, e ainda os ameaça não apenas com o confisco de propriedade como também com a tomada da guarda dos filhos.

Sim, é crucial que as vacinas sejam disponibilizadas, logo que possível, para quem quiser tomá-las, em particular grupos de risco. No entanto, a obrigatoriedade conforme descrita pelo STF é uma afronta grave à liberdade.

Nenhum país desenvolvido adotou essa prática: preferiram realizar campanhas de comunicação e tratar a vacina como direito da população. 

Isso vale ser repetido: nenhum país sério do mundo impôs a obrigatoriedade da vacina contra a Covid-19.

Punindo probabilidades

Os defensores da obrigatoriedade baseiam-se na absurda hipótese de que quem não se vacinar necessariamente (a) contrairá a doença, e que, ato contínuo, (b) transmitirá o vírus a terceiros. 

Na versão mais branda, sustentam que há ao menos o "risco" de que ambos ocorram. 

Deixando de lado a contradição da lógica acima (afinal, quem se vacina está imune, e, logo, não precisa se preocupar em ser contaminado por terceiros), vale ressaltar outra obviedade: uma sociedade decente não pune nenhum cidadão por "risco" ou "chance" de que causará dano futuro.

Se ficar demonstrado que 95% dos crimes são causados por jovens do sexo masculino, isto ensejaria restrição ou punição preventiva a estes? É evidente que não. No entanto, a lógica é a mesma utilizada pelos defensores da vacinação compulsória. A idéia assumida é a de que só porque uma pessoa se recusou a injetar uma substância em seu corpo, ela automaticamente passa a ser um perigo em potencial e, por isso, tem de ser punida preventivamente.

Em uma sociedade livre, o governo não tem de lidar com probabilidades. A lei tem de lidar com ações e com ações apenas, e somente na medida em que estas causarem danos a pessoas ou à propriedade. Probabilidades são para as seguradoras.

A lei tem de se contentar em impedir e punir crimes em si, não em agredir indivíduos inocentes com base em probabilidades e propensões. Só porque uma pessoa se recusou a injetar uma substância em seu corpo, ela automaticamente não passa a ser um perigo.

O princípio histórico de não causar danos determina que a conduta do indivíduo só pode ser restringida caso represente ameaça iminente e manifesta à integridade física de terceiros. O infectado que apresente sinais exteriores da doença ou falta de precaução deve ser restringido de imediato, algo que é feito automaticamente pelo simples respeito à propriedade privada: o proprietário tem todo o direito de estipular quem pode e quem não pode adentrar seu estabelecimento. 

Por outro lado, o indivíduo saudável e inocente não pode nem deve ser extirpado de suas liberdades e de seus direitos fundamentais pelo estado.

A decisão individual sobre a vacinação envolve a ponderação entre potenciais benefícios e danos, com apoio do médico. O inescapável risco de dano a si (os efeitos colaterais de curto, médio e longo prazo) compensa em inúmeros casos, em especial ao grupo de risco.

Seus rins e o inevitável mercado negro

O argumento pela obrigatoriedade, ademais, traz em si um argumento em prol do poder absoluto. 

Seguindo lógica análoga, caso a "saúde da coletividade" necessite dispor de um de seus dois rins para suprir a escassez da fila de órgãos, o estado deverá lhe "restringir" (multa, proibição de filhos na escola, perda da guarda) até que você seja "incentivado" a se comportar bem e doar seu rim em vida.

Por fim, a obrigatoriedade irá simplesmente gerar mais resistência à vacina do que geraria caso a vacina fosse tratada como um direito. Haverá aumento da polêmica e uma intensa politização de um tema de saúde pública.

Os indecisos tenderão a se opor à imposição — vejam a reação da população de Búzios, que reverteu no grito o estapafúrdio fechamento da cidade determinado por um juiz.

Grupos religiosos e contrários à vacina tenderão a ficar com suas convicções. 

E, naturalmente, surgirá o mercado negro dos comprovantes de vacinação, algo contra o qual o estado nada poderá fazer (vide o mercado negro das carteirinhas de estudante). Aí, sim, teremos um arranjo perigoso: pessoas contaminadas irão circular livre e desimpedidamente, pois estarão portando um documento chancelado pelo estado atestando que elas são saudáveis.

Apenas mais um exemplo prático das consequências não-premeditadas das intervenções estatais.


autor

Helio Beltrão
é o presidente do Instituto Mises Brasil.

  • Bernardo  28/12/2020 17:11
    Cara, trancafiar um indivíduo e tomar os filhos dele baseando-se exclusivamente no fato de que ele se recusou a enfiar em seu corpo uma substância química completamente desconhecida é um totalitarismo que não houve nem na União Soviética.

    Isso é tão flagrantemente inconstitucional, que toda essa putada do STF deveria ser imediatamente destituída e ser enviada pra cadeia, por flagrante desrespeito ao documento que eles juraram seguir.
  • Carlos Alberto  28/12/2020 17:16
    E punir baseando-se em probabilidades ("Ah, se o indivíduo não injetar substâncias químicas em seu corpo, ele pode contaminar terceiros") é igualmente totalitário.
  • Alfredo  28/12/2020 17:24
    A maioria dos presidiários no Brasil (61,7%) é formada por indivíduos pretos ou pardos.

    www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cdhm/noticias/sistema-carcerario-brasileiro-negros-e-pobres-na-prisao

    Sendo assim, pela lógica do STF, todos os indivíduos pretos e pardos deveriam ser presos preventivamente, pois a probabilidade de este grupo cometer crimes é estatisticamente comprovada.
  • Cirão  28/12/2020 17:27
    O que me deixa estarrecido é os generais militares deixarem essa inconstitucionalidade correr solta como se fosse nada. A declaração e decisão dos ministros já deveria ser o suficiente pra colocarem 10 dos 11 na cadeia.

    www.bitchute.com/video/EYxKk1XwcjtU/
  • Rafael  28/12/2020 20:49
    Generais? Exército? Forças Armadas? Aquilo ali é só um clube da terceira idade com porte de armas. Estão preocupados apenas em manter seus privilégios. Esquece. Já era.
  • Claudemir Valarini  29/12/2020 13:32
    Amigão, se os generais tomarem uma medida fora da legalidade constitucional os ¨bolsotários e Luladrões ira se juntar e sair ás ruas gritando: é golpe, é golpe. O exército só agirá dentro da legalidade, não sendo ele um fator de instabilidade. Todos os brasileiros com o mínimo de discernimento deveria sair ás ruas e pedir, INTERVENÇÃO MILITAR, ARTIGO 1 da CONSTITUIÇÃO.
  • EUGENIO  31/12/2020 15:12
    Corretíssimo, sairá às ruas exigindo cumprimento da Constituição.

    Acho que só tem um líder de culhão roxo, Roberto Jefferson. E eles os militares entram em campo.

    Tem que ter lideranças populares, motivos sobram.

    Existem complicadores, a imprensa toda do mundo foi cooptada e é de esquerda e não se envergonha de dizer absurdos, mentiras, o que for preciso.
  • Ex-carioca  29/12/2020 14:25
    Generais são servidores públicos e como tal se acham feitos do "barro mais fino". Na cabeça deles, assim como de qualquer servidor público da alta categoria, eles são melhores que os outros. Portanto, são simpáticos a intervenção e supressão das liberdades para o "bem do cidadão".

    Além disso, os militares nunca estiveram melhores. Jair Bolsonaro aumentou o salário da categoria com uma PL que foi aprovada concomitantemente com a reforma previdenciária, aumentou o orçamento para os projetos de defesa, criou mais uma nova estatal (NAV brasil)
  • Gustavo Henrique  04/01/2021 18:11
    "liberal" querendo que milico coloque juiz na cadeia... pqp.

    Tão fazendo o Mises parecer o Terça Livre...
  • Marcelo  06/01/2021 10:47
    o crime sem punição dá lugar à punição sem o crime. Este processo já foi visto no nazismo.
  • Victor  28/12/2020 17:15
    O ano de 2020 foi ano em que a esquerda:

    1) Defendeu a invasão militar americana ao Brasil.

    2) Defendeu a entrega da Amazônia ao imperialismo Europeu.

    3) Defendeu cegamente vacinas criadas por grandes corporações do complexo industrial-farmacêutico.

    4) Defendeu a destruição dos empregos e da renda dos pobres.
  • Revoltado  01/01/2021 11:09
    Olá de novo, Victor!

    De fato, se 15 anos atrás, alguém surgisse defendendo exatamente estes quatro itens, seria cruelmente massacrado pelos canhotos.
    Deves lembrar quando a bandeira chinesa foi projetada sobre o Cristo Redentor e que nenhum murmúrio foi expirado pela esquerdalha, situação que faria os mesmos chorarem de raiva canina se no lugar da bandeira asiática fosse a mundialmente conhecida Stars and Stripes.

    Obviamente que, pelo fato que políticos do polo direitista influenciavam consideravelmente (sobretudo Trump nos EUA), os quatro fenômenos por ti elencados foram mais visíveis.
    Se estes utilizassem a psicologia reversa em seus discursos, teríamos como perfil esquerdista atual anti-americanos defensores ardorosos da hidroxicloroquina e similares espancadores de enfermeiros oferecedores de vacinas que não viessem da China e até mesmo puritanos em relação pelo menos ao sexo anal e a possibilidade de desenvolvimento de câncer retal (entrando aqui o uso do ozônio no reto, se este fosse defendido abertamente por Bolsonaro aqui) e muito provavelmente excluiriam devido a isso os homossexuais e travestis do polo oprimido do Marxismo Cultural, voltando até ao menos os anos 80 considerando suas práticas como "má conduta burguesa/de Direita).
  • Rafael B.  28/12/2020 17:56
    Comunicado oficial recém-divulgado pela OMS:

    "No evidence yet that vaccines will prevent #COVID19 infections and therefore stop the transmission of the virus."

    Ou seja: a própria OMS diz que vacina é totalmente opcional.
  • Santiago  28/12/2020 18:06
    As elites globalistas estão abertamente fazendo troça da nossa cara. E a mídia batendo bumbo.
  • Cirão  28/12/2020 18:11
    A única forma disso acabar bem é ir atrás de cada um dos ministros, prefeitos, governadores e secretários que querem forçar essa vacina pro gado.
  • EUGENIO  31/12/2020 21:51
    OU OS MILICOS SE ACORDAM E AJUDAM A NOS LIVRAR DELES OU ELES TERMINAM COM NÓS.
    =======================================================================

    ok, acontece que a população como um todo, inclusive STF tem um grau de evolução e o nosso grau é semi selvageria, basta ver as "BARBÁRIES JURIIDICAS" que se deixar, eles DO stf ,"SE ILUMINAM" e promulgam.

    Não me lembro de ter visto nada igual,nunca em lugar algum. Obrigar alguem a tomar um medicamento sem eficácia e segurança," SEGURANÇA ", atesta o "intelecto" deficitário e ou CRIMINOSO destes senhores togados .

    ATENTADO A SAUDE DA POPULAÇÃO!

    Eles não pensam , o "RACIOSSÍMIO" deles é assombroso, vergonhoso como tais elementos estão lá e não tem vergonha de propor publicamente tal absurdo para todos !

    Colocaram na vitrine do mundo a sua ignorância gigante, e a estas alturas meio mundo civilizado deve estar rindo!( O ignorante não sabe que não sabe, como um chifrudo)!

    Alguem terá que nos livrar destes ILUMINADOS,TERMINAR COM ELES OU ELES TERMINAM COM TODOS NÓS.

    Rezava o PADRE NOSSO e terminava assim:....e livrai-nos do MAL,DO PT E DO LULA.AMÉM!

    Deu certo!

    Agora vou rezar :

    ....LIVRAI-NOS DO MAL, DA GLOBO ,do DÓRIA E PRINCIPALMENTE DO STF .
    ======================
    AMÉM!

    ..............................................................

    vai que cola de novo...alguém mais já pediu? AGORA È TAREFA PARA O "ALÉM".






  • Fabrício  28/12/2020 18:14
    A OMS está apenas sendo esperta, assim como as farmacêuticas, que já apresentaram cláusulas que as isentam de serem processadas em caso de efeitos colaterais.

    oglobo.globo.com/sociedade/vacina/pfizer-quer-isencao-de-responsabilidade-em-eventuais-efeitos-colaterais-da-vacina-contra-covid-19-diz-ministro-1-24801270

    E o motivo é um só: o medo dos possíveis efeitos colaterais de longo prazo, os quais são impossíveis de serem descobertos nestes ínfimos três meses em que a vacina foi criada e produzida.

    É por isso que toda vacina leva quase uma década para ser homologada: para saber seus possíveis efeitos de longo prazo. Pode acontecer de tudo no longo prazo: cegueira, mudez, perda de audição, de olfato, de paladar, de coordenação motora, infertilidade, impotência, morte células cerebrais, deficiência mental etc.

    Qualquer pessoa que venha a público dizer que "pode tomar sem medo" certamente está recebendo propina de laboratório. Ou então é uma pessoa tremendamente ingênua e ignorante. É simplesmente impossível você garantir que uma vacina criada em três meses é 100% segura e não gera nenhum efeito colateral de longo prazo.

    A OMS e as farmacêuticas já estão se prevenindo contra essas hipóteses. Apenas a mídia brasileira e seus abobalhados seguidores continuam acreditando em vacina 100% segura e eficaz.
  • EUGENIO  03/01/2021 05:06
    " ..efeitos colaterais .impossiveis de serem descobertos em tão curto intervalo de tempo..."

    Quem lhe disse que já não sabem dos efeitos colaterais? É possivel que laboratórios já ha mais tempo,10 anos venham pesquisando, anos e já saibam os efeitos.

    Ou a vacina é PLACEBO, e vai curar e terminar a FRAUDEMIA.PLACEBO CURA DOENÇA INEXISTENTE! Sempre curou.

    NÃO SE PODE MEXER EM CADAVERES PARA PESQUISA!
    .
    Pessoas que se dizem da área médica afirmam que covid 19 é RESFRIADO não é virus, e a TEORIA DA FRAUDEMIA, de que a pandemia é uma fraude,uma manipulação ganha força.

    Outra informação que se encaixa é a das BIG TECH, se incorporaram e o seu poder de fogo,financeiro e economico, de governança mundial, a tal NOVA ORDEM ECONOMICA MUNDIAL, é ACIMA DE GOVERNOS!

    O ultimo a duvidar disso chama-se DONALD TRUMP, presidente nada menos do que dos ESTADOS UNIDOS DA AMERICA, A MAIOR POTENCIA MUNDIAL ATALMENTE! Ganhou a eleição e lhe tomaram,atraves de estruturas juridicas "interpretadas" por juizes e fiscais desatentos, e não adiantou denunciar,provar,pessoas testemunhando..

    Aqui no Brasil vemos o STF usurpar de seus poderes constitucionais, governando o governo,arrogante e acintosamente,mostrando poder e que nada pode pará-lo. Lembram o STF nomeado por Dilma e LULA, um ladrão condenado , que deveria estar preso e este mesmo STF dá liberdade,esta passeando pelo mundo , debochando.

    Eles querem que tomemos a VACHINA,o DÓRIA HISTÉRICO, agora complicado que sua vacina nem na CHINA esta sendo liberada.Dória poderia perder Status dentro da NOVA ORDEM. por falta de competencia estratégica e mostrar ser um TRAPALHÃO .

    PUTIN muito bem informado já sabia dessa NOVA ORDEM,quem eram como operavam , mandou o pessoal endinheirado da russia sair do governo, uns sairam até de Rússia e outros "faleceram"., e ele continua fora do alcance por enquanto.

    Aqui Bolsonaro faz as vezes do CAPITÃO AMÈRICA e surpreeende pelo desempenho que agrada a população que lhe dá força.

    LOCKDOWN não é ciência,nunca foi, como podem cair nessa?
  • Carlos Alberto  28/12/2020 19:00
    A última agora para assustar o populacho é dizer que surgiu uma nova cepa vi-o-len-tís-si-ma no Reino Unido, e que se todo mundo não se trancar em casa, essa nova cepa vai pegar tudo mundo (como um bicho-papão) e aí nem sequer as vacinas poderão funcionar.

    E o mais bizarro é que tem realmente uma caralhada de gente que acredita nisso. Mídia e governos sambando na cara do povo, e o povo pedindo mais.
  • Revoltado  03/01/2021 21:40
    Se 2% da população mundial é tida como psicopata, qual poderia ser a porcentagem mais próxima da correta dentre os profissionais ligados à mídia? O número não deve ser lá muito reduzido...

    Às vezes me pergunto como essas prostitutas políticas conseguem dormir à noite após apregoar um entulho de mentiras para o povo minuto!
  • Lucas  28/12/2020 20:18
    Agora burocratas poderão utilizar esse comunicado para afirmar que "mesmo após a vacinação, máscaras e medidas restritivas continuarão sendo necessárias". Alguns já vinham afirmando isso há algum tempo, mas agora poderão amparar essa ideia nesse comunicado da OMS.
  • Túlio  30/12/2020 17:28
    Especialistas da OMS alertam que vacina aprovada às pressas pode piorar pandemia

    brasil.elpais.com/ciencia/2020-09-02/especialistas-da-oms-alertam-que-vacina-aprovada-as-pressas-pode-piorar-pandemia.html
  • Rafael  28/12/2020 19:01
    Este senhor italiano vale mais do que 100.000 desta nova geração de FLOQUINHOS DE NEVE que temos hoje.

    Afetados, starbuckianos.

    twitter.com/allanldsantos/status/1340850652600295426
  • Revoltado  30/12/2020 20:38
    Ecco fatto!

    Está aí um senhor, que pela avançada idade tem propriedade em falar sobre a atual conjuntura em seu país, dado o quanto o fascismo trouxe sofrimento ao grande povo italiano, do qual possuo 50% de ascendência!
    Os italianos que lutaram por liberdade no "Bel Paese" na primeira metade do século XX "reviram-se na sepultura" ao contemplar a geração snowflakes pela qual queriam legar progresso e liberdade.
    Muito certo esteve o presidente Bolsonaro, ao afirmar que este "é um país de maricas"; não apenas ele, mas as mulheres transgêneras, trabalhadoras noturnas públicas, oferecedoras de momentos prazerosos por preços relativamente módicos, afirmam corretamente ao dizer que boa parte dos que lhes buscam como "mariconas penosas". Pecam apenas no motivo pelo qual vociferam assim a esses boçais.
    Infeliz aquele que hoje crê que efeminação é "privilégio" de homens gays. Boa parte dos homens heterossexuais psicologicamente o são.
  • anônimo  28/12/2020 19:03
    Por que estão obrigando a população a tomar uma vacina feita às pressas contra um resfriado (Covid-19 é resfriado, e não gripe) cuja taxa de sobrevivência é de 99,95%?
  • Fabrício  28/12/2020 20:47
    Venho falando há tempos aqui: essas coisas de "passaporte da imunização", "comprovante de vacinação" etc. são ideias retiradas diretamente da turminha da Nova Ordem Mundial. Cantei a bola aqui sobre isso ainda em outubro.

    O STF tá simplesmente cumprindo o que os mestres mandam.
  • Guilherme  28/12/2020 21:49
    A coisa é tão explícita e descarada, que até o STF já anuncia em público que também está trabalhando pelo Grande Reset:

    twitter.com/STF_oficial/status/1329154976241885187?s=20

    portal.stf.jus.br/hotsites/agenda-2030/
  • Erick  29/12/2020 23:19
    O STF afinal aqui eh mandado por quem? Pelos chineses ou por algum membro da Cabal banqueira?
  • Imperion  30/12/2020 17:37
    Pelo grupo dos autocratas. Eles têm em comum com os comunistas e os fascistas quererem o estado dominando a vida das pessoas pra eles mesmos dominarem o estado e terem poder.

    Por isso muitos confundem suas acoes com os referidos grupos (às vezes apoiadores deles acertam as decisões do STF porque estas se alinham com sua ideologia).

    Se os comunistas ou fascistas não conseguirem chegar ao poder, vão se alinhar com os autocratas, pra se garantir, mesmo que sejam grupos inimigos. Afinal, a liberdade pregada pelos libertários é contrária a seus interesses. Eles não teriam poder nenhum.

    Normalmente os autocratas são funcionários públicos da máquina.

    Se os libertários vencessem, o fim da burocracia significaria a extinção dos processos inúteis e dos cargos inúteis alinhados a esses cargos. E esses funcionários perderiam o poder.

    Atualmente esse grupo é o mais forte (não os esquerdistas ou os conservadores). Como o PT é esquerdista, ele é estatista e se alinhou com os autocratas. Com isso teve crescimento do estado nas gestões FHC e PT. Armou-se uma bomba-relógio.

    O país tá com um déficit de 11 por cento do PIB estourando as finanças e você nota que os aumentos salariais para os autocratas, que nos anos anteriores sempre foi acima da inflação, continuam sendo (o prefeito de São Paulo já teve aumento esse ano acima da inflação, por exemplo). Já já começa a farra dos outros de aumentar os próprios salários e ninguém se opõe na lei a isso .
  • Lee Bertharian  29/12/2020 16:09
    Pelo mesmo motivo que te obrigam a ligar os faróis durante a luz do dia: porque eles PODEM.
    Temos sempre que ser lembrados disso: gado amedrontado é gado obediente...
  • Observador  28/12/2020 19:06
    A CDC divulgou seu resumo oficial de 3 dias de vacinação nos Estados Unidos.

    www.cdc.gov/vaccines/acip/meetings/downloads/slides-2020-12/slides-12-19/05-COVID-CLARK.pdf

    Em 112.807 vacinados, 3.150 tiveram efeitos colaterais, quais sejam: "unable to perform normal daily activities, unable to work, required care from doctor or health care professional""

    Isso é uma taxa de 2,80%. Bem maior do que a taxa de mortalidade da Covid-19, que é de 0,02%.
  • Humberto  28/12/2020 19:13
    Efeitos colaterais sérios, em princípio, são até normais neste tipo peculiar de caso, pois se trata de uma vacina desenvolvida às pressas e sem período de testagem. É por isso que vacinas normais precisam de pelo menos dez anos de prova para se saber se há efeitos colaterais, por isso demoram para ser homologadas.

    Agora, mandarem obrigatoriamente enfiar nas pessoas uma substância química que não tem sequer um semestre de teste e que pode gerar danos colaterais permanentes (ainda não conhecidos) no longo prazo é algo totalmente criminoso.
  • Elias  28/12/2020 20:10
    A gripe, que é tão comum, nunca teve esse alarde todo para a população tomar vacina. O vírus da Zika, a título de exemplo, que teve surto no Brasil em 2015/16, sua vacina até agora está sendo testada (oglobo.globo.com/sociedade/vacina-contra-zika-criada-pelos-eua-mostra-bons-resultados-em-humanos-24226740). Já a vacina da COVID-19 já está pronta em menos de um ano? É claro que isso gera desconfiança na população, mesmo que alguns desses laboratórios sejam bastante renomados.
  • Revoltado  03/01/2021 21:35
    Como disse certa o vez o comediante Daniel Alvarenga: "Morre mais gente de fome e AIDS. Mas vc vê esquerdista distribuindo camisinha e comida de porta em porta?"
  • Meirelles  28/12/2020 19:28
    Eu, sinceramente, ainda não comecei a esquentar a cabeça com esse negócio de vacinação compulsória. O livre mercado, como sempre, virá ao socorro. O mercado negro de comprovantes de vacinação vai bombar. Taí algo que comprarei pagando com gosto (até porque, com o ganho que já tive em Bitcoin, qualquer preço será uma pechincha).
  • Estado o Defensor do Povo  28/12/2020 20:37
    Putz em Bitcoin eu quebrei a cara com a Atlas Quantum, era pra eu ter tido mais cuidado, ainda bem que não perdi tudo.
  • Meirelles  28/12/2020 20:44
    É impressionante o tanto de gente que caiu nesse golpe da Atlas Quantum, um claríssimo e clássico exemplo de pirâmide.
  • Estado o Defensor do Povo  28/12/2020 20:51
    Golpe? Não tinha falido apenas?
  • Marcos  28/12/2020 20:57
    Até onde se sabe, o criador do esquema pegou os BTCs de todo mundo e fugiu.

    cointelegraph.com.br/news/prevention-arrest-of-atlas-quantum-ceo-is-requested-by-bitcoin-investors
  • Estado o Defensor do Povo  28/12/2020 22:18
    A sua fonte só disse que os investidores o acusaram de estelionato, não falou de provas, nem que ele foi condenado, e nem que ele "pegou os BTCs e fugiu", ele foi preso preventivamente apenas.
    Dê a informação com mais responsabilidade.
  • Marcos  28/12/2020 22:31
    Ok, então. Se você acredita que isso não é golpe, nada posso fazer por você:

    portaldobitcoin.uol.com.br/um-ano-do-fim-da-atlas-quantum-do-stop-order-da-cvm-ao-sumico-de-rodrigo-marques/
  • Estado o Defensor do Povo  28/12/2020 23:05
    Também não falei isso, eu não sei de nada, sua fonte anterior não havia mencionado que ele fugiu com o BTC da galera, logo concluir que ele fugiu com o BTC da galera não me parece muito lógico, se você não sabe interpretar texto, nada posso fazer por você.

    Com a sua nova fonte eu ainda estou em dúvida, primeiro que a CVM não é nenhuma santa de querer impedir a Atlas de operar simplesmente porque é "contrato coletivo logo precisa de autorização blablabla", não sei exatamente como isso os afetou. Mas também se eles tinham sob custódia tanto btc assim então é razoável concluir que eles não pagaram o pessoal porque são bandidos mesmo, de qualquer forma, não vou condenar ninguém, obrigado pelas informações, abraço.
  • Estado o Defensor do Povo  17/01/2021 00:36
    Puta merda eles eram golpe mesmo, acabei de pesquisar mais aqui, putz, podia tá cheio da grana agora mas eu perdi uma quantidade significativa de bitcoins pra alguém da minha idade nessa bosta.

    Mas enfim, culpa minha, bola pra frente, normal, muita gente já passou por coisa pior.
  • G. Fiúza  28/12/2020 20:52
    No dia 17/12/2020 o STF declarou guerra à população brasileira. Aprovou obrigatoriedade de vacina sem atestar a necessidade sanitária dessa medida extrema. E muito menos comprovou a total ausência de possíveis efeitos colaterais de longo prazo.

    A segurança para toda a população não será comprovada no curto prazo. O STF colocou vidas em risco e tem que responder por isso.
  • Gabriel  28/12/2020 21:07
    Bom, pelo menos a máscara de "é para seu bem, estamos pensando na sua saúde" já caiu.

    É o beautiful people do Projac que antes pedia por lockdown "aglomerando" no fim do ano e Neil Ferguson, o imbecil do Imperial College que foi pego pulando a cerca "furando a quarentena", admitindo que tudo não passa de uma demonstração de força por parte do estado. Nada de preocupação com saúde.

    "Neil Ferguson admite: nada disso teria sido possível sem o exemplo brilhante do Partido Comunista Chinês.

    Em uma entrevista extraordinária ao Times (de Londres), Ferguson admite que se não fosse pelo exemplo da China, nenhum país ocidental jamais sonharia em colocar sua população em prisão domiciliar."

    Ou seja, como todos sabiam, não existe ciência no lockdown, isso nunca foi posto em prática em lugar nenhum do mundo. Argentina, os estados da Califórnia e Nova Iorque e a Bélgica, todos seguindo restrições severas e mesmo assim campeões de casos mundiais, demonstram isso claramente. O que existe é um avanço autoritário do estado na vida das pessoas.

    Finalmente estão admitindo, a farsa já estava ficando difícil de esconder.
  • David  28/12/2020 21:34
    Por falar em Lockdown, eis uma notícia fresquinha oriunda da Califórnia, o estado mais trancado dos EUA:

    California now has the worst COVID-19 spread in US

    www.sfgate.com/bayarea/article/California-COVID-19-cases-data-CDC-worst-states-US-15829422.php
  • Revoltado  02/01/2021 18:49
    Surpresa nenhuma!

    Na "estado da corrida do ouro", não se pode sequer comer dentro de restaurantes, enquanto na Flórida, a vida é praticamente normal. Procurem pelo recebte artigo do professor estadunidense Dennis Prager sobre os cinco dias que visitou o estado produtor de laranja e o contraste ao retornar à Costa Oeste dos EUA.
    Está intintulado "A Sovietização da Califórnia"
  • Breno  02/01/2021 21:23
    Pois é. À propósito, alguém poderia me indicar algum site que mostre os números totais de mortes de cada país nos últimos anos?
  • EUGENIO  02/01/2021 22:09
    "CAPITÃO AMÉRICA" É BRASILEIRO
    ===============================

    estou reclamando desde o inicio da fraudemia, e se sabe que em 2017-2018 morreu mais gente que em 2020 , mortes gerais.

    e sabe, não deixam outros tocarem nos cadaveres EXAMINAREM, que dizer ter sido mortos por covid;claro se for examinado "À LUZ DA CIÊNCIA E DA RAZÃO" VERÃO NÃO TER SIDO MORTO POR COVID, E ENTÃO TERIAM QUE DEVOLVER OS CUSTOS E A FRAUDEMIA SERIA DESMASCARADA.

    AS MIDIAS DO MUNDO ESTÃO NAS MÃOS DAS BIG TECH QUE SE UNIRAM PARA COMANDAR O MUNDO, ACIMA DOS GOVERNOS, COMPRANDO" STF", JUIZES, ADVOGADOS,POLITICOS; TRUMP NÃO ACREDITOU NIISSO E LHE TIRARAM A PRESIDENCIA CONQUISTADA NAS URNAS. SIM ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA,DOMINADO PELA MIDIA E ALGUMAS INSTITUIÇÕES JURIDICAS QUE "INTERPRETARAM LEIS".

    NOSSA ESPERANÇA É BOLSONARO, O ULTIMO BALUARTE DAS AMÉRICA, UM LEGÍTIMO "CAPITÃO AMÉRICA"

    TERÁ SUPER PODERES? SÓ O POVO DIRÁ! SE O POVO DISSER SIM, TERÁ SOBREVIDA!
  • Revoltado  03/01/2021 21:54
    Quem for religioso praticante, reze/ore/faça preces/macumba, para que na melhor das hipóteses seja o Joe Biden quem fique sentado na cadeira do Salão Oval da Casa Branca (infelizmente eis a hipótese menos danosa ao mundo), pois se quem enfiar a bunda magrela no mesmo assento for sua vice (Kamala Harris)... teremos uma Suécia gigante que fala inglês, em termos de PC e feminazismo.
  • Felipe  28/12/2020 21:22
    Bolsonaro dias atrás disse de que a vacina não será obrigatória. O STF diz outra coisa.
  • Ninguém  28/12/2020 22:21
    Prezado Felipe

    Bolsonaro é o antagonista do governo. O que Bolsonaro fala é automaticamente rechaçado pela mídia e por todos os demais poderes. Ficando fácil a manobra de controle, que sempre visa o curto prazo, exercida pelo governo.

    Últimos exemplos:
    - Bolsonaro libera imposto para importação de armas. Não só tem a cassação da medida quase que imediata pelo STF, como tem o apoio da mídia e do gado.
    - Bolsonaro é contra a vacinação obrigatória. Mais uma vez é rechaçado pelo STF, como também pela mídia e consequentemente o gado se ajoelha.

    Ou seja, basta Bolsonaro ser a favor, para que o gado seja contra.
    Próximas medidas, CPMF ou quem sabe imposto sobre transações do PIX – Bolsonaro é contra, mas o gado fica a favor e por ai vai.

    É uma estratégia política também, não faltam fontes sobre toda a manobra que foi o tal do COVID, mas o gado continua de joelhos. No curto prazo Bolsonaro é o único incorreto e consequentemente impopular, mas no médio e longo, à medida que os efeitos da manobra se tornam insustentáveis, ele vai se tornando o correto e consequentemente popular.
  • Vladimir  28/12/2020 22:32
    * Bolsonaro aboliu radares das rodovias federais — mas o Supremo revogou a medida.

    * Aboliu o DPVAT — mas o Congresso revogou a medida

    * Acabou com a multa para quem não tem cadeirinha de criança no carro — mas o STF revogou.

    * Acabou com a obrigatoriedade de empresas publicarem seus balanços em jornais de papel (algo caríssimo e que ninguém lê, pois pode ser consultado de graça na Internet) — mas o Congresso revogou a medida.

    * Zerou tarifas de importação de armas. Mas o STF revogou a medida.

    * Posicionou-se contra o lockdown. Mas o STF proibiu seu posicionamento, e disse que apenas estados e municípios podem implantar políticas relativas à pandemia.

    * Facilitou a posse de armas para civis — ainda longe do ideal, mas um passo definitivo na direção correta (esta medida milagrosamente ainda se mantém; aproveitem).

    * Foi contra o congelamento do preço da carne no fim de 2019, quando toda a imprensa era a favor — como consequência, hoje não há nenhum risco de desabastecimento mesmo em plena pandemia (desabastecimento esse que seria uma certeza caso tivesse havido congelamento, pois aí nem haveria mais oferta de boi).

    * Reduziu drasticamente o repasse de dinheiro público para a imprensa via propagandas oficiais — jornalistas jamais perdoaram e por isso seguem dinamitando seu governo.

    * Foi abertamente contra proibir o povo de trabalhar e já se manifestou verbalmente contra os autoritarismos de governadores, que estão prendendo feirantes (e confiscando seus alimentos), donos de barbearia e até mesmo mulheres e crianças nadando na praia. A imprensa aplaudiu o autoritarismo.
  • Intruso  28/12/2020 22:29
    Fica assim então, sendo contra o "estado" nada receberá do "estado".
  • Ninguém  28/12/2020 22:56
    O que deixa você em um total "estado" de dependência.
    Touché!
  • Estado o Defensor do Povo  28/12/2020 23:14
    Intruso você existe? Acho interessante você ser um comentarista assíduo no site ao mesmo tempo que discorda da visão libertária de que o Estado rouba as pessoas.
    Enfim, pelo menos você não é tóxico :)
  • anônimo  28/12/2020 23:22
    como taxas, multas e leis inuteis ? otimo ! onde que assina ?
  • ze das couves  28/12/2020 23:42
    tomara que tenha entendido mal sua frase (devido a minha má formaçao escolar) receber do estado?! do que você tá falando camarada?
  • Estudante  28/12/2020 22:41
    Trump assinou outro pacote de estimulos e gastos, isso por si só já defini o dolar baixo em 2021?
  • Atento  29/12/2020 01:39
    Em relação a moedas mais sólidas, como franco suíço, euro e iene japonês (e nem vou mencionar o Bitcoin), sim.

    Em relação ao real — que tem juro real negativo, que perdeu grande poder de compra em 2020 (vide o IPA) e cujo governo não tem grau de investimento e possui finanças em total desarranjo —, não.

    Vide esse comparativo de juros reais. Os juros reais daqui não são menores apenas em relação aos da Suíça, mas também em relação aos de Cingapura e Japão.
  • Felipe  29/12/2020 12:52
    Obrigado por divulgar. Por favor, vejam lá e comentem. Deu um pouco de trabalho para calcular esses juros...
  • Carinha que mora logo ali  29/12/2020 00:35
    Saindo do tema deste artigo, sinto que chegou a hora de a minha pessoa tomar vergonha na cara e começar à investir pra me aposentar, já que se depender do estado vou da empresa direto pro caixão... Aí eu vos pergunto:

    1 -> Planos de previdência privada valem à pena? Se sim, vale mais à pena fazer com grandes bancos, seguradoras ou cooperativas de crédito?

    2 -> Vocês recomentariam comprar ouro? Quem sabe bitcoin? Seriam estas boa opções para investimentos à longo prazo, visto que ouro pode ser confiscado por burocratas e bitcoin pode ser restrito por governos?

    3 -> Quais outras opções de fundos com boa rentabilidade e segurança há por aí? Será que investir em tesouro direto é seguro no longo prazo? Ou há um risco considerável de o governo dar calote dado a sua situação financeira cada vez mais caótica?

    Quem conhecer mais opções, peço que compartilhe.

    Muito obrigado à quem tirar um tempinho pra responder! :)
  • Daniel Cláudio  29/12/2020 01:41
    1 -> Eu não faço. Todos eles investem maciçamente em títulos públicos. Sendo assim, muito melhor e mais barato você próprio comprar esses títulos públicos via Tesouro Direto. Tenha também CDBs de bancos pequenos, que pagam mais de 12% ao ano e são cobertos via FGC.


    2 -> Compre ambos, mas sempre sabendo que são para o longo prazo, e não para especulação de curto prazo. Nenhum dos dois será restrito pelos governos. Se os governos fizerem isso, desaba por completo a confiança em suas moedas.


    3 -> Não há nenhum risco de calote do governo (não no sentido clássico). E o motivo foi explicado em detalhes aqui. De resto, compre fundos de ações de bons gestores, mas não mais do que 20% do seu patrimônio.

    Recomendo este artigo e toda a seção de comentários dele:

    www.mises.org.br/article/3293/o-homem-pobre-o-homem-rico-e-a-magica-dos-juros-compostos--sete-anos-fazem-toda-a-diferenca
  • anônimo  29/12/2020 04:33
    Aproveitando o gancho sobre esse assunto, pois não tenho muito conhecimento na área :

    Vocês confiam ou assinam algum serviço ou consultoria de casa de análise financeira (research) ?
  • Richard Stallman  29/12/2020 02:33
    Não se preocupem, o destino desse pessoal já esta traçado, por enquanto é risada e tapinha nas costas...por enquanto.

    Tenha paciência e atire bem as flechas.
  • Estado máximo, cidadão mínimo.  29/12/2020 10:36
    Algumas doenças causadas por microorganismos que, mesmo com remédios e tratamento já comprovados, ainda estão por aí:

    AIDS;
    Tuberculose;
    Meningite;
    Gripe;
    Peste bubônica;
    Sarampo;
    Coqueluche;
    Herpes;
    Hepatite;
    Febre tifóide;
    Malária;
    ...

    A lista ainda é grande, mas tá muita gente jurando que essa vacina vai erradicar o Covid. Olha o único caso que me vêm a mente de erradicação completa é a varíola.
  • anônimo  30/12/2020 08:30
    Varíola e Pólio. E a varíola só desapareceu 180 anos depois da vacina. Poliomielite, mais de 70 anos depois.

    A mídia mundial politizou uma doença e as grandes farmacêuticas adoraram. O jornalismo profissional morreu.
  • Gustavo Henrique  04/01/2021 18:23
    Sarampo é mais contagioso que Covid. Quantas pessoas você conhece que morreram de sarampo? Quantas você conhece que já teve sarampo?
  • Otávio  04/01/2021 18:33
    Quase 210 mil pessoas em 2019. E olha que, ao contrário da Covid, quem morre de sarampo realmente morreu por causa do sarampo.

    g1.globo.com/bemestar/sarampo/noticia/2020/11/13/mortes-por-sarampo-em-todo-o-mundo-aumentaram-50percent-em-quatro-anos-alerta-oms.ghtml

    Já de Covid, a maioria das pessoas morre com Covid, e não de Covid. Qualquer que seja a causa da morte, se fizerem um PCR, e detectarem que a pessoa estava com Covid, esta se torna a causa da morte.

    Vou repetir o que já disse em outro lugar: ninguém morreu de gripe normal este ano. Por quê? Pergunte a qualquer médico ou enfermeiro que trabalha em hospital ou pronto-socorro: todos eles são obrigados a declarar "Covid-19" como causa mortis de qualquer pessoa que tenha morrido de qualquer outra doença.

    Motivo: planos de saúde e seguros de vida, por lei, são isentos de arcar com os custos de mortes causadas por uma pandemia, o que faz perfeito sentido econômico.

    www.conjur.com.br/2020-abr-01/direito-civil-atual-seguros-privados-cobrem-eventos-associados-pandemias

    E eu nem acho que eles estão errados. Ao contrário: não faz sentido eles serem obrigados a pagar por algo que não está no contrato e cuja veracidade ninguém comprova.

    Mas o ponto é: por causa dessa prática, esse número oficial de mortos divulgado está extremamente inflado. Pessoas que efetivamente morreram de Covid (e não com Covid) não chega nem às metade do divulgado. E estou sendo conservador na estimativa (tem médico que jura que o número real não chega a 20% do divulgado).
  • Gustavo Henrique  04/01/2021 20:40
    207 mil pessoas no mundo (sendo a baixa cobertura vacinal a causa, TA NÃAAAAAAAA). O Covid matou, em menos de 1 ano, 196 mil só no Brasil...

    Seguindo a sua linha de raciocínio, ninguém morre de sarampo também, ué... Não basta ter todos os sintomas e um exame, pqp... Esse deve acreditar no conto do caminhoneiro que explodiu o pneu e na certidão de óbito tava covid.

    E sobre ninguém morrer de gripe, é mentira, é só jogar no Google que você encontra o número de mortes por gripe. Além do mais, qual a fonte sobre os dados inflados? É fácil falar uma teoria da conspiração e não provar.
  • Otávio  05/01/2021 00:55
    Meu nobre, ninguém aqui é contra vacina. Pelo que entendo, as pessoas aqui são contra uma vacina criada às pressas — e sem qualquer testagem quanto a seus efeitos colaterais de longo prazo — ser imposto à força nas pessoas.

    Pergunta: quanto tempo demorou para surgir a vacina contra o sarampo? Por quanto tempo ela foi testada antes de ser efetivamente implantada? Vou lhe dizer.

    A primeira surgiu em 1963. Sabe quando ela começou a ser usada? Em 1968.

    en.wikipedia.org/wiki/Measles_vaccine

    Se o sarampo é tudo o que você tem de argumento, então nada mais há a ser dito.

    Quanto ao fato de seguradoras serem isentas de cobrir custos com mortes relacionadas à pandemia, isso é um fato e eu o comprovei com links (ao contrário de você, que não fornece links nenhum). Já conversei com seis médicos e enfermeiras distintos (de cidades diferentes e sem qualquer parentesco entre si) e todos contam a mesma história: os planos de saúde fazem pressão para o paciente ter como causa da morte a Covid (mesmo que a causa seja outra), pois assim ele fica isento de arcar com custos. Faça o mesmo. Converse com as pessoas (isso vai exigir que você saia de debaixo da sua cama).

    Agora, se você não aceita nada disso, então já sabemos quem realmente é o negacionista.
  • Breno  05/01/2021 18:13
    Muito bem. Só vou acrescentar uma informação: o número divulgado de mortes causadas pelo vírus até o último dia do ano foi maior que o excesso de mortes ocorrido entre 2019 e 2020.

    Se o coronavírus era uma doença nova, era de se esperar que todas as mortes causadas por ele estivessem dentro da margem do excesso de mortes ocorrido entre o ano anterior ( 2019 ) e o ano vigente ( 2020 ), mas, não foi o que aconteceu.

    Essa, com certeza, é a maior prova de que os números estão inflados.

    Vou dar um exemplo: aqui no meu estado, no último dia do ano, anunciaram que o número de mortes causadas pelo vírus era aproximadamente 3600, só que, em uma rápida visita ao site do Registro Civil, pude ver que, naquele dia ( 31/12/2020), o excesso de mortes ocorrido entre o ano anterior ( 2019 ) e o ano vigente ( 2020 ) era de aproximadamente 2100.
  • Analista de Risco  05/01/2021 21:39
    Na verdade, não necessariamente.

    O coronga pode ter levado (e muito provavelmente levou) à morte muitas pessoas que já iriam morrer de qualquer jeito esse ano.
    Dado que o vírus só mata idoso com 2 ou mais comorbidades, essa doença nova só acelerou o óbito que seria inevitável.
    Mas aí nesse caso, muda o carimbo do óbito (de doença cardíaca para covid).

    Obviamente, só estou demonstrando que esse fato por si só não garante que os números estejam inflados (apesar de, em minha opinião, achar que estão mesmo).
  • anônimo  05/01/2021 00:56
    Vá ao site do Registro Civil e você constatará que o aumento de mortes ocorrido entre esse 2020 e 2019 ficou dentro da média, possivelmente abaixo dos aumentos ocorridos entre os anos de 2015 e 2016 ( 13,9% ) e, também, de 2017 e 2018 ( 13,7%).

    Além disso, é notória uma anomalia ocorrida no número de mortes provocados por outras doenças, principalmente pneumonia, em relação ao ano passado, o que reforça mais ainda essa ideia.

    Ou então veja aqui, com fontes e tudo:


  • Leo Rodrigues  29/12/2020 12:14
    Se um pai surra o seu filho, pode o Estado tomar a guarda desse filho, sendo esse filho uma criança?
    E se um pai priva seu filho de comida ou de visitas a médico, pode o Estado malvado intervir?
    E se um pai não dá remédio ao filho enfermo, não o trata adequadamente, mesmo tendo recursos financeiros para tanto, não pode o Estado tutelar esse rebento?
    Se foi sim para tudo acima pq não seria pra vacina?

    Sou a favor das liberdades mas esse tema com criança eu não abro mão.
  • Cristiano  29/12/2020 14:31
    1) Defina "surra". Depois, motivo da surra. Quais as condições psicológicas do pai? Ele estava alterado ou perfeitamente normal? Como está a mãe? Há outros parentes ou mesmo vizinhos para cuidar da criança? Por que entregar a criança para burocratas seria uma solução melhor?

    2) Explicado em detalhes aqui.

    3) Ah, sim, pois no SUS a criança receberá remédios de qualidade e com fartura, certo? É cada um…

    4) Dado que foi "não" para todas, continua sendo "não" para a vacina compulsória. Coerentemente.
  • Welfare State  29/12/2020 14:30
    No caso específico da COVID é perfeitamente aceitável uma vacinação compulsória da população.
    Não há dúvida que não querer se vacinar é um direito do cidadão, baseado em sua liberdade individual. Entretanto, a liberdade individual é um direito relativo e não absoluto. Se absoluto fosse cairíamos em uma situação de conflito, pois quem teria razão, você que quer fazer algo que vai me prejudicar, aludindo a sua liberdade individual, ou eu que não quero ser prejudicado pelas suas atitudes baseando-se na minha liberdade individual?
    E o cidadão tem sim um direito que é absoluto, o direito à vida. Toda ação de um terceiro que por ventura venha colocar minha vida em risco deve, via de regra, ser coibida.
    Esse é justamente o caso da Covid, pois uma das únicas certezas que temos acerca desta doença é que ela é altamente contagiosa. Um cidadão,mesmo que assintomático, pode infectar o seu vizinho, o porteiro do condomínio, o caixa do supermercado...
    Se aceitarmos que você exerca seu direito de não ser vacinado, dado as características dessa doença, significa na prática que esse direito é maior do que o direito à vida das outras pessoas. E aí vem a pergunta, pode uma birra infantil ser mais valiosa do que a vida? Se essa doença fosse como o câncer, não teria lógica a vacinação ser compulsória, aliás se fosse como o câncer eu duvido que existiria alguém que não iria querer ser vacinado.
    Uma sugestão: continuem com os artigos traduzidos, quando vocês tentam construir conteúdo próprio é muito tosco.
  • Amante da Lógica  29/12/2020 15:02
    "pois quem teria razão, você que quer fazer algo que vai me prejudicar, aludindo a sua liberdade individual, ou eu que não quero ser prejudicado pelas suas atitudes baseando-se na minha liberdade individual?"

    Mais um bobinho que segue sem entender o mais básico do assunto em pauta.

    Deixa eu tentar desenhar: se você se vacinar, você está 100% imune e protegido. Ponto. Você não precisa se preocupar comigo. Você já está salvo. Para você, é indiferente eu ter me vacinado ou não. Você já está garantido. Eu estar vacinado ou não é totalmente indiferente para você. Não há nenhum risco à sua vida.

    Sendo assim, se você optar por se vacinar — e imagino que você o fará; caso contrário seria uma puta incoerência de sua parte —, não há como eu estar lhe prejudicando. Se você se vacinar e eu não, não há como eu estar tolhendo a sua liberdade individual. Se você se vacinar e eu não, a minha atitude não afeta em nada a sua liberdade individual.

    "E o cidadão tem sim um direito que é absoluto, o direito à vida. Toda ação de um terceiro que por ventura venha colocar minha vida em risco deve, via de regra, ser coibida."

    Como dito, não consegue nem entender o básico sobre o assunto em pauta. Vamos tentar de novo: se você se vacinar e eu não, a sua vida NÃO está em risco. Eu sou completamente irrelevante para você. Você já está protegido.

    O seu argumento acima seria válido para outras situações, como fazer racha nas ruas da cidade, fazer ultrapassagens perigosas nas estradas, sair dando tira pra cima no meio da multidão, jogar objetos da janela de um prédio, jogar pedra em algum inimigo (pode acertar um inocente) etc.

    Não vale em absoluto para uma vacina disponível a todos.

    "Esse é justamente o caso da Covid, pois uma das únicas certezas que temos acerca desta doença é que ela é altamente contagiosa."

    Irrelevante.

    1) Um cidadão voluntariamente vacinado, como seria o seu caso, não corre risco nenhum de contágio.

    2) O fato de algo ser contagioso de maneira alguma significa que as liberdades humanas devem ser privadas. Se fosse assim, o sexo também deveria ser proibido. Nada é mais contagioso do que uma doença venérea.

    3) A taxa de letalidade da Covid é de 0,05%. Ou seja: se você pegar, você tem 99,95% de chance de sobreviver. Você corre muito mais risco pegando uma estrada do que sendo contaminado por Covid. Pela sua própria lógica, portanto, era para o governo banir por completo o tráfego em rodovias.

    "Um cidadão,mesmo que assintomático, pode infectar o seu vizinho, o porteiro do condomínio, o caixa do supermercado…"

    Se o vizinho, o porteiro do condomínio, o caixa do supermercado estiverem vacinados, não há risco nenhum para eles. Se não estiverem vacinados, então é porque assim optaram, sabiam dos riscos e devem assumir as consequências de suas atitudes.

    Você, ao continuar ignorando essa lógica básica, demonstra que ou é muito burro ou realmente acredita que políticos e burocratas devem ser os tutores da sociedade.

    P.S.: não há qualquer evidência de que assintomáticos transmitam o vírus, mas isso é totalmente secundário.

    "Se aceitarmos que você exerca seu direito de não ser vacinado, dado as características dessa doença, significa na prática que esse direito é maior do que o direito à vida das outras pessoas."

    De maneira nenhuma. O fato de eu não querer me vacinar em absolutamente nada impede os outros de se vacinarem. E, ao se vacinarem, eles estão completamente imunes e protegidos de mim. O direito deles (qualquer que seja) em nada foi atacado. A minha opção de forma alguma significa "um direito maior que o direito à vida das outras pessoas".

    Como dito, você tem problemas com a lógica.

    "E aí vem a pergunta, pode uma birra infantil ser mais valiosa do que a vida?"

    Que birra? Eu não querer injetar em meu corpo algo feito às pressas e de consequências de longo prazo totalmente desconhecidas está longe de ser uma birra. Birra, isso sim, é você querer enfiar coisas esquisitas no corpo alheio. Isso é tão óbvio e lógico que é realmente bizarro ter de desenhar isso.

    De resto, pela enésima vez: o fato de eu não querer injetar algo estranho em meu corpo em absolutamente nada prejudica a vida de todos os outros (como você) que quiserem injetar isso em seus próprios corpos. Sua valiosa vida continua absolutamente intacta e totalmente protegida de mim.

    "Se essa doença fosse como o câncer, não teria lógica a vacinação ser compulsória, aliás se fosse como o câncer eu duvido que existiria alguém que não iria querer ser vacinado."

    Esse resfriado (Covid é resfriado e não gripe) é milhões de vezes mais inócuo que o câncer. Logo, comparação totalmente bizarra.

    "Uma sugestão: continuem com os artigos traduzidos, quando vocês tentam construir conteúdo próprio é muito tosco."

    Dada a sua evidente dificuldade com a lógica mais básica e trivial possível, o fato de você achar algo "tosco" é um simples reflexo do seu intelecto. A gente só entende aquilo que está em nosso nível intelectual. Qualquer coisa acima disso é "tosco".
  • EUGENIO  04/01/2021 02:01
    PARABENS "AMANTE DA LÓGICA"!

    O que muitos não entendem acham que porque não entendem não existe.Deveriam escrever para si próprios primeiro antes de pagar mico.

    Gostaria de lembrar que:

    ="supõe-se que seja vacina", ninguém pode confirmar que seja, ainda.

    =Não se sabe se mortos contabilizados são de covid,é proibido examinar cadáveres!

    -o teatro de mortos apresentado nas midias,para justificar PANDEMIA poderiam ser apresentados em outros anos, de doenças pulmonares p ex.

    -FRAUDEMIA, se não é ,dados e fatos nos levam a pensar que seja, METENDO MEDO NA HUMANIDADE TODA,INDUZINDO todos A TOMAR O QUE DIZEM E INDUZEM A PENSAR SEJA VACINA

    -querem porque querem que tomemos o que dizem ser vacina!

    -SUBESTIMAM A INTELIGENCIA ALHEIA ao mostrar determinada personalidade tomando o que dizem ser vacina; o que é apenas uma imagem feita ate por criança num smart phone...de alguem com uma seringa enfiada no corpo.

    No futuro as vacinas poderão vir customizadas , com nome de cada terráqueo, e programada.

  • Libertarianismo.  29/12/2020 16:24
    "No caso específico da COVID é perfeitamente aceitável uma vacinação compulsória da população.
    Não há dúvida que não querer se vacinar é um direito do cidadão, baseado em sua liberdade individual. Entretanto, a liberdade individual é um direito relativo e não absoluto. Se absoluto fosse cairíamos em uma situação de conflito, pois quem teria razão, você que quer fazer algo que vai me prejudicar, aludindo a sua liberdade individual, ou eu que não quero ser prejudicado pelas suas atitudes baseando-se na minha liberdade individual?"

    Comentário abarrotado de falácias. Não vou perder meu tempo respondendo, porque o colega acima já fez isso! Só comentei pra deixar claro que você não passa de um idiota relativista imbecil.
  • rraphael  29/12/2020 18:22

    ao sair na rua você já está correndo riscos de ser morto por todo tipo de doença e acidente - esquece coronga, o homem moderno tem evoluído assim há milênios, a natureza está pouco se lixando pro seu "direito à vida"

    não quer correr riscos fique em casa, você não é obrigado a se expor, deixe que os adultos responsáveis vivam de verdade enquanto você corre pra debaixo da cama (nem isso garante que você vá viver mais)

    você jamais vai ter autoridade para dizer que a escolha de alguém está prejudicando outrém pois você sequer provou que alguém está efetivamente prejudicando por A+B , a justiça funciona com fatos consumados, não por suposições, no fim você só parece aquelas doidas que dizem que todo homem é um estuprador em potencial e por isso precisam ser castrados

    ademais, você ser um completo inútil consigo mesmo (pois não sabe nem como se cuidar pra não ficar doente) e pra sociedade não lhe dá respaldo de exigir tutela do papai-estado aos demais , tome sua vacina, se esconda em casa, use uma focinheira de pano até o fim dos tempos, seu direito é esse aí , de fazer tudo que te mandam , o que você não tem direito é acusar e exigir de terceiros , e ainda usando mera retórica
  •   06/01/2021 11:14
    O que eu acho mais engraçado (trágico) nessa história toda de vacinação de COVID é que justamente aquele grupinho que era contra as vacinas de uso corriqueiro como Sarampo hoje querem a obrigatoriedade para toda a população dessa vacina feita às pressas.
  • Leo Oliveira  29/12/2020 15:05
    Na época do H1N1 não teve metade do q está ocorrendo hj, inclusive a tal vacina eu sequer tomei e não contrai o vírus em nenhum momento até os dias de hj, quero ter o direito de escolha como tenho tido até os dias de hj, me injetar uma vacina de não sei onde com testes parcos é muito mais arriscado do q eu contrair o vírus e tratar.
  • Libertarianismo.  29/12/2020 16:49
    Querem fazer a população de cobaia forçada igual aos nazistas. Os canalhas se acham tão supeiores que até isentam os laboratórios de responsabilidade juridica em caso de ferrar com a vida das pessoas. E o próprio estado, visto por alienados como "garantia social" ele mesmo se isenta de idenizações ou restituições, uma vez que ele mesmo é o causador coercitivo do problema e de seus possíveis efeitos desastrosos. E estamos em uma época de demencia social tamanha que o gado inútil acha este tipo de "contrato social" super normal e até vem bostejar aqui defender esta aberração. Os nazistas também tinham argumentos falaciosos e cientificistas sobre o "bem comum" e o "melhor" para a sociedade.
  • Estado máximo, cidadão mínimo.  29/12/2020 21:36
    É isso mesmo. O que tinha de médico e cientista carimbando e assinando tudo o que o partido nazista dizia...
  • ze das couves  29/12/2020 19:57
    apareceram uns figuras nesse post... os quais você entende que devem ser inteligentes em vários segmento da vida, mas o medo, O MEDOOOOOOO que lhes foi impingido pela mídia em geral e certos níveis de governo, tiram a racionalidade destas pessoas...

    Ainda esta tarde conversava com um colega de trabalho, o cara de 32 anos, dizendo que se precavê com vitaminas, mas assim que sair a vacina tá na fila o mais rápido possível para tomar... mesmo argumentando dos possíveis efeitos deletérios que a mesma pode ter no médio/prazo, fruto de não ter sido testada o suficiente, não é impeditivo...

    simplesmente é um medo tão instrínseco de pertencer ao grupo de 2,3% dos brasileiros que uma vez infectados, morrem por conta do covid-19 (segundo estatísticas oficiais) que não existe argumento racional que os convença à reconsiderar a posição...

    Estão abrindo mão da liberdade para ter vida... podem, infelizmente acabar sem ambos...
  • weberth mustapha  29/12/2020 20:00
    Pergunta sincera: Se essa pandemia foi causada por governos ( seja o vírus feito em laboratório ou não), por que não fizeram antes?
    Por que isso não foi feito no passado, quando não havia redes sociais e seria muito mais fácil amedrontar o povo?
    Entendo razoavelmente o que se passa no mundo hoje, e sei, graças aqui, sobre Grande reset. Mas ainda tenho essa dúvida, caso seja parte de um plano de dominação, de imposição de controle social, etc. Por que só hoje, por que não antes?
  • Fabrício  30/12/2020 00:03
    A coisa não foi exatamente planejada. Surgiu uma oportunidade, e eles a agarraram. Eles viram que "surgiu" um vírus na China, e então aproveitaram a oportunidade para fazer todo esse espetáculo. O resto é história.

    Para pensar: se este "vírus fatal" surgiu na China, por que então a China é um dos país menos afetados por ele? Deveria ser um dos mais.

    Mais ainda: por que a China está cantando e andando para esse vírus? Não há isolamento, não há lockdown e o país segue crescendo normalmente. Irão ultrapassar os EUA mais rapidamente por causa disso (exatamente como previa o item 2 deste vídeo do Fórum Econômico Mundial).

    A China, obviamente, não se importa com tudo isso (ela não tem nenhum interesse de vir a público denunciar a farsa) porque ela é uma das principais ganhadoras de tudo isso. Os outros são Klaus Schwab, Bill Gates, FMI, Banco Mundial e toda a elite política ligada a eles.
  • Imperion  31/12/2020 15:32
    Sem redes sociais pra espalhar a mentira, é mais difícil implantar, oras.

    No passado fizeram coisas semelhantes (Hitlelr com Goebbels), mas com rádio e televisão. E foi só no território deles. Isolados, não se espalhou pelo mundo. Aliás, os outros governos agiram pra impedir que sinais de rádio e televisão fossem espalhados pelos seus territórios com seus próprios sistemas. Assim, as mentiras dos governos só pegavam em seus respectivos territórios.

    Agora é diferente. Com a www, você espalha o que quer, numa favela do norte da Mesopotâmia e isso roda o mundo, sem fronteira. Teve jovem de família rica se alistando no ISIS. E nenhum governo conseguiu impedir a propaganda em seus territórios.

    Agora eles abraçaram: mentiras agora são mundiais. Vamos espalhar pelo mundo todo as nossas, antes que os outros façam. Dessa vez foram os governos. Daqui a pouco fronteiras não serão nada. Vamos dar um jeito de estar no controle dessa Nova Ordem Mundial, antes que os outros sejam os controladores. Antigamente isso era impensável. Soberania era a lei. Agora, seguir um órgão externo mandando fez a reputação dos políticos. Alguns lamberam botas, outros foram contra. Nunca foi tão fácil fazer uma grande mudança em cima das liberdades das pessoas. E usando a tecnologia que as pessoas deveriam estar usando pra se libertar.
  • Amanda  29/12/2020 20:03
    Mas que frescura não tomar a vacina de péssima procedência obrigatória, existem perigos muito maiores e mais prováveis dentro de suas casas dormindo na mesma cama que vocês e aí preocupados com STF mandando tomar uma picadinha, o homem ocidental acabou de vez mesmo.

    Num país ocidental da anglosfera vocês homens tem muito mais chances de perderem metade de seu patrimônio e 1/3 de sua renda num divórcio, na dissolução da união estável e muito recentemente pasmem, no final de namoro, tiverem filhos então esqueça, alienação parental é regra.

    E os que se acham espertões e solteiros se preparem que o arsenal de leis destruidoras de homem estão a todo vapor sendo fabricadas, criminalizar o ghost, cota para empregar mulheres nas empresas, cota de mulheres nas casas legislativas, imposto sobre a solterice, proibição de teste de dna sem consentimento da mãe e por aí vai.
  • Revoltado  30/12/2020 01:35
    Amanda? Não seria porventura "Armando"? Me desculpe, mas é demasiado difícil imaginar que a metade do primeiro parágrafo e os demais tenham sido escritos por alguém do sexo feminino! Não tenho dentro de mim vibe politicamente correta suficiente para nisso crer!

    Em relação à vacina obrigatória, é sim um passo autoritário do STF! Já li várias vezes aqui mesmo comentaristas sábios esclarecendo a ineficácia de uma vacina concebida "nas coxas" em pouquíssimo tempo, dado que outras já existentes não são tão potentes e há doenças que há décadas infestam o mundo e sequer vemos perspectiva de cura, vide a AIDS e os cânceres em geral.

    Quanto ao resto do assunto, é tão veraz o que se escreveu acima que, se de fato, a tal Amanda realmente existe, só posso lamentar imensamente que tal alerta (seríssimo) venha de uma mulher e não de um homem! Bom seria que metade da população masculina compreendesse o exposto acima, cessando de idealizar uma relação homem-mulher que acabou no século XX, como sonham ilustres desconhecidos como um certo Paulo Kogos.

    Se de fato, o que acima se expôs foi dito por uma fêmea, realmente 2020 foi um ano surreal!
  • rraphael  30/12/2020 04:19
    misandria geralmente é pai ausente ou raiva de ex-namorado, ou os dois
  • Revoltado  30/12/2020 15:00
    Rapphael,

    Fato é que hoje somos odiados gratuitamente (quando não possuímos destaque social ou somos zé-drugs, claro); homens bons nunca são amados (ao menos os que não possuem uma carteira latejando de garupas e lobos-guarás, a ponto de rebentar-se). Um episódio que ilustra perfeitamente isto foi quando meu supervisor, na metade do ano, estava de carro com sua namorada pelo centro da cidade e sobre a faixa passou uma conhecida dele (que segundo o mesmo poderia pegar, se desejasse) e a distinta, ao percebê-los, o cumprimentou de uma forma muito entusiasta, faltando apenas erguer a blusa e o sutiã e balançar as tetas, como uma tiete diante do artista, o que obviamente provocou ciúmes em sua companheira.
    Eu, de minha parte, não sei como as donzelas não atravessam a calçada quando cruzam comigo na rua; afinal de contas, sou a pior espécie de macho existente: homem, branco, cristão, hétero, liberal/conservador, de vida modesta no geral.
    Em certas situações, quando tentava ser gentil, só faltava levar um tiro de garrucha na cara! (eu)

    O feminismo só vai até a cantada de um príncipe inglês.
  • Anônimo  31/12/2020 00:12
    Imposto sobre a solteirice! KKKKKK Isso sim é surreal. Quem teve a ideia?
  • Revoltado  31/12/2020 03:17
    Um dos primeiros imperadores romanos (Augusto ou Tibério) instituíram algo semelhante, devido à baixa natalidade que o Império passava.
    Torçamos para que essa idéia continue teoricamente como algo descabido. Na extremamente feminista Suécia, nascer com pênis e um par de testículos basta para ser taxado, ao menos, aparentemente, que sejas uma mulher transexual pré-operada (a saber, minoria, e como tal, jamais desamparada sem o papai "svenska staten" até surgir a hipocrisia da próxima parada LGBT.
  • Sadib  31/12/2020 15:41
    Como assim os homens são taxados na Suécia?
  • Victor  31/12/2020 20:01
    Revoltado, há uma pequena parcela de mulheres mais inteligentes,dos meios mais conservadores e em geral de países em desenvolvimento que entendem que o feminismo é uma bolha prestes a estourar e que as mulheres ficarão sem os provedores e protetores.

    Pura percepção, o cobertor social aqui é curto, a economia não cresce e o país é muito violento, por aqui a mulher não pode ser feminista, a menos que seja bem burra.
  • Revoltado  01/01/2021 10:52
    Victor,

    em primeiro lugar, um Feliz 2021 a ti e a todos do blog!

    Segundo, grande parte adotou o discurso "conservadia"; podem (da boca para fora) falar contra o feminismo, mas não hesitam em utilizar as ferramentas que o papai, sugar-daddy e amante profissional (sabemos bem quem é) quando trata-se de arrancar a pele de um infeliz.
    Alguém aqui tem visto a ministra Damares ou a Campagnolo falar algo a respeito do caminhão de leis misândricas que a Amanda anteontem aqui mencionou?
    A primeira inclusive, disse que o papel do homem é proteger a mulher. Ué? Mas as empodeiradas não podem defender-se sozinhas? Quase 60 anos de feminismo nem para isto serviu? Ou somente para abrir as pernas irresponsavelmente ao vagabundo mais louco, entorpecido e imprestável que encontram (podendo agora levar de benefício R$ 1.200 pela brincadeira) e forjar acusações falsas a fim de arrancar dinheiro de alguém que não lhes fez nada em 90% das vezes, ou pelo simples prazer de pulverizar a reputação de um homem de bem? Mariana Ferrer, em Florianópolis, até onde sabemos, nem punida foi e Nájila foi absolvida dos libelos contra o futebolista Neymar. Como ficamos agora?
    Qualquer homem que se relaciona com uma mulher cis (usando a linguagem atual) já no nível de namoro é já um corno e pior: o amante latin-lover nem é um outro ser humano do sexo masculino, mas um ente público poderosíssimo, que se pudesse, substituiria a Deus nas mentes e corações.
    Por fim, minha vida é demasiado preciosa para pô-la em risco em prol de um ser que nada mais fez que nascer com um bolso imundo no meio das pernas; portanto, dane-se para mim o apelo da Damares e de conservadias similares!
  • Estado máximo, cidadão mínimo.  31/12/2020 16:01
    Na Romênia comunista quem não tivesse filhos até certa idade era encarcerado e métodos contraceptivos foram abolidos, tudo para tornar a Romênia uma "grande nação comunista". Saiu pela culatra: essas pessoas que nasceram a mais em um país miserável colocaram o Ceausescu no paredão anos depois...
  • Tyu  30/12/2020 11:35
    O uso da máscara, que evidentemente pouco faz em termos de prevenção da taxa e do risco de disseminação infecciosa da SARS-CoV-2, retarda o inevitável, que é a aceitação de que a doença conhecida como COVID-19 faz parte do nosso futuro , assim como a pandemia de gripe suína H1N1, todos os vírus da gripe que mudam a cada estação, tuberculose, Zika e uma série de outros vírus.

    Simplesmente não podemos prevenir toda e qualquer morte de COVID-19 mais do que podemos prevenir a morte por qualquer outra causa. Tudo o que podemos fazer é entender o que nos torna vulneráveis ??e tomar medidas para lidar com essas fraquezas subjacentes. No caso do COVID-19, isso inclui tratar da saúde metabólica, resistência à insulina, obesidade e deficiências nutricionais, como vitamina D, magnésio e zinco.

    Ao fazer isso, você se torna mais resistente a infecções e complicações decorrentes. Durante nove meses, o foco foi o mascaramento, o distanciamento social, o fechamento de empresas e a obtenção de uma vacina. Repetidamente, a trave da meta mudou, de modo que agora somos informados de que, mesmo com uma vacina, todas as outras medidas ainda serão necessárias em 2022.

    Há uma razão pela qual nada disso faz sentido, e é porque as medidas não têm nada a ver com a prevenção de infecções. São ferramentas usadas para implementar um novo sistema econômico e social.

    Precisamos começar a apresentar uma frente unida contra aqueles que buscam destruir a sociedade como a conhecemos e roubar nossos bens e recursos. Um dos primeiros passos nesse sentido é tomar uma posição firme contra regras absurdas e cientificamente injustificáveis, como o uso de máscaras universais, seja em aviões, em lojas ou ao ar livre.

    Embora nem sempre seja possível, considere não frequentar ou comprar de empresas que expulsam pessoas por não usarem máscara. Lembre-se de que, coletivamente, temos influência financeira e, normalmente, acertar as empresas no bolso é a maneira mais eficaz de exigir mudanças.
  • anônimo  01/01/2021 15:41
    Tirando o aspecto moral, essa discussão sobre uso de máscaras e vacinas versus "violação do direito à saúde alheia" não cai na mesma história das externalidades negativas, p. ex., poluição, fumo "passivo"?

    Supondo que um indivíduo A seja do tipo que não leve à sério as restrições impostas e recomendações do mainstream pandêmico, e assim, por passar mais tempo exposto aos riscos, pode-se dizer (ou não) que ele tem mais chances de ter desenvolvido uma resposta imunológica mais robusta e que, portanto, quando um indivíduo B, que segue tudo à risca (mas se considera vulnerável), estiver próximo de A em áreas comuns, não estaria B sendo um free-rider e, na verdade, se beneficiando às custas dos riscos assumidos por A?

    Só por isso já não ficaria patente que punir indivíduos com base em probabilidades é uma decisão equivocada, que contraria até mesmo o princípio jurídico da presunção de inocência?
  • Gustavo Henrique  04/01/2021 18:21
    Você consegue ler isso em voz alta sem rir?

    Nem passa pela sua cabeça que o isolamento é para impedir que as UTIs lotem e idosos morram na fila de espera?
  • Fabrício  04/01/2021 18:34
    Interessante. Estão falando isso desde março de 2020. Só que naquela época falaram que bastavam apenas duas semanas para "prepararem os hospitais". Já se passou quase um ano, e o discurso é o mesmo? Não mudou nada? Os hospitais ainda não se prepararam?

    Quanto você recebe para passar essa vergonha? Espero, para seu orgulho próprio, que esteja sendo muito bem pago.
  • Ex-microempresario  05/01/2021 19:14
    "A rede de saúde pública do Rio vive uma situação crítica no atendimento de emergências. Dados enviados pela Secretaria Estadual de Saúde à DPU (Defensoria Pública da União) mostram que, em abril, 135 pessoas estavam na fila por uma vaga em UTI. A DPU estima que a falta de vagas cause seis mortes por dia."

    Isso saiu no UOL (o UOL!) em 02/05/2019. Mas não tinha COVID, então tudo bem...
  • anônimo  30/12/2020 17:35
    enfermeiro testa positivo para covid-19 semana após receber a vacina da Pfizer

    www.reuters.com/article/us-health-coronavirus-usa-vaccine-idUSKBN2940QL

    "sabemos que é necessário até 14 dias para começar a desenvolver imunidade"

    "a primeira dose imaginamos que tenha 50% de eficácia, e você precisa de uma segunda dose para 95%"


    IMAGINAMOS é super cientifico, imagino que nenhum togado imagine isso
  • EUGENIO  31/12/2020 15:00
    Covid ou Geni
    ============

    Claro, minha opinião pessoal é fraudemia e não pandemia.

    Não fazem nada para examinar os mortos, chutam tudo para morte por Covid.

    Covid virou "Geni",

    "Põe a culpa na Geni"

    Bilhões rolando mundo afora... 
  • Homem racional  31/12/2020 19:37
    Mudando de assunto, todos vocês já devem ter ouvido falar da criptografia, essa ferramenta polêmica que vem dando o que falar nos últimos anos. Os benefícios que ela trouxe são inegáveis, já que a mesma, entre outras coisas, favoreceu muito a questão da privacidade na internet dado que somente as partes que possuírem as chaves conseguem ler um determinado tráfego. Mas nem tudo são flores, a criptografia também permite que criminosos se escondam das autoridades, inclusive imensas redes de pedofilia mantém seus usuários anônimos utilizando-se da dita, a Dark Web esconde tudo o que há de ruim utilizando ela, e até mesmo dinheiro sujo é escondido com ela. Pois bem, dito isso, pra mim não resta qualquer dúvida de que o uso da criptografia deve ser controlado, é necessário controlar quem à usa, quando e para que, o anonimato deve ser controlado, e não irrestrito como é hoje, e eu não vejo como uma instituição não-estatal seria capaz de fazer isso. Como funcionaria essa questão na ausência de uma estado?
  • Ex-microempresario  01/01/2021 18:46
    Não podemos ficar sem o estado porque o estado é necessário para fazer uma coisa que o estado não faz?

    De qualquer forma, quem fabricar e vender uma camiseta com a inscrição "Eu acredito que ______ deve ser controlado pelo estado" vai ganhar dinheiro.
  • rraphael  01/01/2021 20:19
    a medida que o tempo passa os absurdos ficam maiores

    uso da criptografia deve ser controlado ?
    você realmente está exigindo que burocratas decidam quais tipos devem ser usados e por quem ?

    haja sanha pra controlar a privacidade das pessoas

    imagina ter que pedir autorização toda vez que eu faço backup dos meus arquivos , delsmelivre

    entenda que a língua do P usada em brincadeiras de criança já é um tipo de criptografia, a medida que a tecnologia avança novos métodos são criados, estamos no advento da criptografia quântica, existe até competição anual de criptografia

    achar que tudo isso pode ser gerido e controlado por algum zé ruela ou uma sala cheio deles só mostra o enorme desconhecimento seu sobre o tema

    apelar pra rede de pedofilia só reforça o seu desconhecimento e desespero , nunca te contaram que pedofilos preferem o youtube do que a deep web ? quantas crianças menores de 14 anos você já viu com perfil no facebook ? e quantas dessas crianças você acha que são realmente crianças ? é por isso que nem pode criança na rede, mas tem gente que jura que na surface não tem nada errado

    imagino que tudo que você soube sobre deep web é daqueles artigos toscos de jornalistas panfletários que falam da deep como se fosse a cracolândia cibernética. o que separa a deep da surface são os indexadores , ponto ... o resto não está mais sob o mesmo critério, e a criptografia passa longe dessa conversa

    ademais, cofres também são usados pra esconder coisas ilícitas, por acaso precisamos de algum iluminado que regule o acesso de cofres à humanidade ? o iluminado vai ter acesso à chave / senha de todos os cofres ?

    utopicamente como você espera que isso vá acabar com condutas ilícitas ? vai monitorar 1 bilhão de usuários pra ver quem tá usando criptografia sem autorização ? você entende alguma coisa sobre capacidade computacional ?

    é cada uma , viu
  • Homem racional  02/01/2021 23:54
    Amigos, me desculpem, mas vocês fugiram totalmente da pergunta. Que o uso da criptografia deve ser regulamentado, é claro que deve, essa é uma discussão fechada, na Europa, que é referência em qualidade de vida e deveria ser exemplo para nós a União Européia já discute abertamente formas de garantir o acesso das agências de investigação à dados criptografados exatamente para combater o crime organizado e o terrorismo, e mesmo nos EUA, tão amados pelos neoliberais, já há discussões nessa mesma linha. Em resumo, criptografia não é brinquedo, é necessário ter resposabilidade ao utiliza-la, a mesma precisa ser regulada e controlada, isso é um fato, ponto final! Da forma como vocês falam chega a parecer que estão defendendo criminosos virtuais (Não estou dizendo que vocês defendem, apenas que é essa a impressão que se tem ao ler seus comentários)
    Mas já que ninguém respondeu a minha pergunta, vamos lá de novo: Quem vai fazer isso no "ancapistão"?
  • Túlio  03/01/2021 16:45
    "Que o uso da criptografia deve ser regulamentado, é claro que deve, essa é uma discussão fechada"
    É esse o seu "argumento"?!

    Você vem, joga uma afirmativa, não apresenta nenhum respaldo para comprová-la — pior ainda: recorre ao fato de que políticos defendem a regulamentação como prova da necessidade dela — e já dá o debate por encerrado?

    Não, meu caro: libertários não defendem regulamentação da criptografia. Ao menos, não uma feita por políticos e burocratas.

    Gentileza refinar seu argumento e tentar de novo.
  • Libertarianismo.  04/01/2021 15:16
    "Amigos, me desculpem, mas vocês fugiram totalmente da pergunta. Que o uso da criptografia deve ser regulamentado, é claro que deve, essa é uma discussão fechada,"

    Piada, questão fechada? você nem entende de tecnologia e criptografia, a tecnologia muda o tempo todo e você vem com essa de questão fechada?

    "na Europa, que é referência em qualidade de vida e deveria ser exemplo para nós a União Européia já discute abertamente formas de garantir o acesso das agências de investigação à dados criptografados exatamente para combater o crime organizado e o terrorismo, e mesmo nos EUA, tão amados pelos neoliberais"

    Romantização de governos e países. Como esperado, zero argumentação sólida, apenas achismo e romantização ideária.

    O uso da palavra "neoliberais" já denunciou qual é a sua, mas nem vou me alongar nisso.

    " já há discussões nessa mesma linha. Em resumo, criptografia não é brinquedo, é necessário ter resposabilidade ao utiliza-la, a mesma precisa ser regulada e controlada, isso é um fato, ponto final! Da forma como vocês falam chega a parecer que estão defendendo criminosos virtuais (Não estou dizendo que vocês defendem, apenas que é essa a impressão que se tem ao ler seus comentários) "

    De novo, chavões com pose de impressionismo e palavras de ordem, zero argumentação factual, idealismo e achismo.

    " Da forma como vocês falam chega a parecer que estão defendendo criminosos virtuais (Não estou dizendo que vocês defendem, apenas que é essa a impressão que se tem ao ler seus comentários) "

    Ingenuidade ou insinuação sonsa.


    Escuta aqui sujeito:

    Criptografia não deve e não vai ser regulamentada,

    1) Porque não é direito seu ou de estado algum espionar ninguém, qualquer que seja a desculpa, ou probabilidade de risco; probabilidades não te dão direito de invadir a propriedade e privacidade de ninguém, autoridade muito menos, pois autoridade não existe e tal apelo não é argumento e sim falácia.

    2) Não vão haver regulamentação efetiva real, pois é e será sempre impossível. Qualquer um com um notebook em um porão aleatório pode codificar o que quiser e disseminar na rede de forma codificada e anônima e aí vai fazer o que? pois é nada.

    3) Como toda ideia estúpida que apenas beneficia controle estatal, a consequencia de permitir governos limitando o que pode ser criptografado ou não, apenas permitirá controle, espionagem e perseguição política e ferramentas mais aprimoradas de censura. Enquanto isso, os cibercriminosos e pessoas que usam criptografia para planejar e maquinar crimes continuarão criando meios próprios de ocultação e anonimato, se tornarão mais protejidos e o povo comum mais vulnerável. O máximo que ideias chucras como a sua tem por consequência é tornar pessoas que não cometem crimes mais vulneráveis, enquanto criminosos não vão se cansar em aperfeiçoar seus métodos, pois não há como impedir isto de verdade. E mesmo que houvesse formas de impedir seria anti ético e ditatorial e levaria a censura, perseguição e ditadura como sempre leva, quando estados controlam informações. O pouco de liberdade de expressão que ainda reside na internet se dá exclusivamente porque as ferramentas criptográficas funcionam mais rápido que governos.

    Isso vale para criptomoedas, ou qualquer outra forma de ocultação. Se alguém faz algo para prejudicar terceiros isso não é problema meu. Não sou obrigado a abdicar forçadamente da minha privacidade baseado em probabilidades de risco.


    No mais, aprenda sobre ética e no mínimo mais noção de realidade, pois a ingenuidade de entregar a liberdade de informação ao filtro de pessoas com poder central é no mínimo sinal ou de debilidade mental ou de dissimulação.





  • Libertarianismo.  04/01/2021 15:18
    E sua pergunta anterior foi prontamente respondida. Ou você é medíocre demais para entender o que foi dito, ou se finge.
  • Imperion  02/01/2021 02:53
    Criptografia apenas é você ter uma casa com uma super fechadura. Querer controlar a fechadura é dar a chave da sua casa a outros.

    Nessa casa super protegida, você tem liberdade lá dentro. Apenas isso. Não tem que ser controlada.

    Como deve ser o relacionamento? Ninguém entra na sua casa, nem você na dos outros. E a troca de bens deve ser livre, sem nenhuma das partes obrigando ou enganando os outros a entregar seus bens.

    Aliás, o dever do sistema de justiça estatal deveria ser fazer isso, e não ao contrário, dar suporte aos outros cometerem esses crimes. Isso obriga você a investir numa super fechadura, ao invés de ter um terreno aberto, pois ninguém respeita. Foi o próprio governo que te jogou nisso ao não cumprir com suas obrigações referentes à segurança.

    A criptografia é a tua fechadura. Não tem que ter regulagem. Senão ela vai ser igual ao sistema atual: você tem a casa, a propriedade, ela deveria ser inviolável, mas o governo entra quando quer.

    Regulamentar a criptografia é obrigar você a entregar a chave pra ele entrar quando quiser.

    Uma pessoa só é favorável a isso porque quer que os outros não se protejam. Obviamente é pra poder roubar mais fácil. Pessoas que se protegem dificultam, e os parasitas convenientemente não vão querer que as pessoas recuperem seu direito à segurança privada, pois ao quebrar o monopólio, eles deixam de ter poder sobre a vida dos outros.
  • EUGENIO  03/01/2021 05:29
    não tenho profundidade de conhecimentos para avaliar criptografia ,se é impossível descriptografar, quais sistemas são invulneráveis, não tem informações confiáveis para leigos entenderem.Falta um livronho daqueles de antigamente
    " .....tudo... EM 10 LIÇÕES SEM MESTRE"
  • Estado máximo, cidadão mínimo.  02/01/2021 17:20
    "Há pedófilos pela internet e os políticos devem monitorar a internet para previnir isso". Me lembrei de uma reportagem que passou em um jornal televisivo que expunha as taras de um prefeito de uma cidade do amazonas se não me falha a memória, por garotinhas de doze pra baixo...
  • Julio  01/01/2021 13:10
    Lembrando que esta semana o Congresso argentino aprovou aborto nas primeiras 14 semanas prevendo os efeitos colaterais irreversíveis no médio e longo prazo que a vachina Sputnik-V e outras não testadas cientificamente produzirão tais como: fortes mudanças de ordem genética (cicoples, paralisia ou atrofiamento de membros...), esterilização masculina e feminina... levando adiante o programa de controle populacional cujas maiores vítimas, no curto prazo, são populações idosas e moribundas de alguma morbidade. Lembrando que a Covid-19 sem os idosos e a população mórbida, como insumo de um projeto, reforçada pelos meios de comunicação de massa e o jornalismo mequetrefe não passa de um simples resfriado. Logo, a vachina em tais condições torna-se num pavoroso meio de extermínio da populaçao. Outro componente perverso que atesta a politicagem suja foi a retirada do passe livre nos transportes públicos de São Paulo para pessoas com idade entre 60 e 65 anos cuja reposição será necessariamente condicionada a vacinação - tornando compulsória. É o que penso.
  • Revoltado  03/01/2021 21:31
    E o que dizer sobre as restrições para as festas de fim de ano por todo o Ocidente, enquanto a terra do pato laqueado comemora a chegada de 2021 com toda a pompa, mesmo no epicentro da praga que espalhou-se pelo mundo (Wuhan).
    Os governantes locais em Pequim certamente consideram o restante do planeta uma esquete da A Praça é Nossa!
    Mas quem da mídia lembra de "aglomerações" quando ocorrem em países vermelhos ou envolvendo pautas progressistas?

    A propósito, o tal trecho aglomerante de gente exibido em Ipanema era de um ponto da praia voltado ao público LGBT, mas claramente não pegaria bem expor este detalhe na mídia mainstream, sobre o risco de condenação do tribunal PC por "homofobia/transfobia"...
  • rraphael  04/01/2021 21:03
    a nova histeria da vez : militantes travestidos de jornalistas e afins "descobriram" que virus sofrem mutaçoes , entao o controle sobre as nossas vidas deve se intensificar , comercios continuarao sendo fechados e pessoas comuns perseguidas e coagidas indeterminadamente

    gratidao aos meus professores , sem eles eu seria apenas mais um pandeminion de calça arriada

    pior ver que em 2021 ainda tem gente vendendo o discurso que todo esse absurdo eh apenas questao de saude ... o governador margarina em sp tranca-tudo justo no fim de ano e vai passear na florida, um dos estados que continuaram abertos , completo oposto da california ... hipocrisia que fala, neh ?
    se coronga eh tao perigoso por que sair de casa ? e por que ir justamente pra um local onde as pessoas nao se trancaram ?

    lockdown no dos outros eh refresco , o governador nao quer que eu saia de carro pra passear , mas o IPVA ta sendo cobrado integralmente , afinal .. alguem tem que pagar a viagem e a estadia do dito-cujo , seu iphone 12 na apple store oficial e as bolsas prada da patroa , e eu ainda tenho que ser grato por burocratas controlando a minha vida hahahaha imbecis sao muito mais nocivos a minha sobrevivencia do que qualquer virus conhecido ou nao pela humanidade
  • Boris  05/01/2021 01:00
    E o Reino Unido, hein? Até semana passada, estavam se gabando de que estavam avançadíssimos na vacinação da população. Era o modelo elogiado e invejado pelos coronalovers.

    A vacinação foi tão eficaz que surgiu uma nova cepa e hoje decretaram lockdown total…
  • Duda  05/01/2021 01:38
    E pode anotar : em SP acontecerá exatamente a mesma coisa, após o Carnaval. Com vacinação forçada e tudo.

    Vacina ajuda, mas JAMAIS substituirá a boa e velha imunidade de rebanho.
  • Analista de Risco  05/01/2021 12:03
    E começaram a aparecer os casos graves dessas vacinas mal feitas.

    Além daquela história mal contada da Tiffany Dover, agora temos um no México:

    Médica sofre reações graves após receber vacina da Pfizer no México
  • Fabrício  05/01/2021 14:04
    Sem ironia nenhuma: isso é tão óbvio, que é realmente espantoso que os sedizentes "amantes da ciência" ignorem isso.

    Qualquer vacina, por melhor que seja, precisa de anos de pesquisa, desenvolvimento e experimentação. É apenas por meio de pesquisa, desenvolvimento e experimentação que se pode conhecer todos os possíveis efeitos colaterais de longo prazo.

    Sim, é chato ter de esperar todo esse tempo, principalmente quando se está ansioso por algo, mas esta sim é a verdadeira ciência.

    Qualquer vacina criada, desenvolvida e injetada na população em menos de um ano configura um extremo ato de irresponsabilidade. Chega a ser crime.

    Que políticos queiram faturar em cima deste ato publicitário é até compreensível; agora, é inaceitável que a mídia e pessoas inteligentes não apenas não denunciem isto, como ainda apoiem.
  • Breno  05/01/2021 18:18
    A mídia é tão canalha quanto os políticos. Afinal, ela também deve estar recebendo muitos agrados de laboratórios pra fazer as pessoas sentirem tanto medo do vírus a ponto de querer uma vacina feita às pressas.

    Sem dúvida alguma, estamos presenciando a maior trapaça da história.
  • Pepeu Pereira  05/01/2021 22:35
    Esse utilitarismo do "bem e felicidade geral da coletividade" ou do "maior número", dá-me medo.

    É um verdadeiro vampirismo. Sugam-nos as liberdades individuais para alimentar o monstro Leviatá, um Estado plenipotenciário.
  • Joao Paulo  06/01/2021 13:38
    Sobre os possíveis efeitos colaterais de longo prazo, quando li - em um dos comentários acima - a palavra "infertilidade", lembrei do livro Inferno, de Dan Brown (um ótimo livro, diga-se de passagem).

    ALERTA DE SPOILER

    Ao final, quando todos esperavam uma explosão que espalhasse um vírus mortal pelo mundo, o terrorista (ou esquerdista, que seja) havia desenvolvido um vírus que causava infertilidade em 50% dos infectados. O objetivo, claro, seguia a ideia do apocalipse Malthusiano.

    Não sou fã de teorias da conspiração, mas fico pensando: "Seria possível estar ocorrendo algo parecido, de forma premeditada?"
  • Breno  06/01/2021 16:57
    Sim. Concordo com você. Aliás, esse fato de que o vírus matou pessoas que, muito provavelmente, já morreriam, devido ao fato de que estavam com a saúde bem debilitada, foi muito bem lembrado.

    Só que essas mortes não podem ser usadas para enaltecer uma provável alta letalidade por parte do vírus, uma vez que ele fez muita pouca diferença no falecimento dessas pessoas. Aí está um problema com as estatísticas.

    Só que, além disso, também podemos incluir o fato de que estão inflando o número, pois podemos utilizar o excesso de mortes ocorrido entre o ano anterior e o ano vigente como uma margem para saber em quantas mortes o vírus, realmente, foi determinante e fez a diferença, o que, com certeza, não pode ser deduzido a partir dos números divulgados.

    Não acha?


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.