clube   |   doar   |   idiomas
Otimismo com a economia puxa avanço da confiança da indústria

O Índice de Confiança da Indústria (ICI), divulgado nesta sexta-feira (27) pela Fundação Getulio Vargas, subiu 3,2 pontos na passagem de novembro para dezembro, para 99,5 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. O resultado representa o maior nível para o indicador desde julho de 2018, quando também atingiu 99,5 pontos. Segundo Renata de Mello Franco, economista da FGV/IBRE, a alta da confiança no mês é reflexo principalmente da melhora na percepção dos empresários sobre os negócios e do aumento do otimismo em relação aos próximos meses. “Para 2020, a continuidade da evolução favorável da confiança dependerá tanto de uma efetiva recuperação da demanda interna quanto da redução dos níveis de incerteza”, comentou. O Índice de Situação Atual (ISA) subiu 4,0 pontos, para 99,8 pontos, o maior valor desde maio de 2018 (100,2 pontos). Já o Índice de Expectativas (IE) variou 2,4 pontos, alcançando 99,2 pontos, segunda alta consecutiva.

Por que é importante
O Índice de Confiança da Indústria funciona como termômetro para medir as impressões e as expectativas que os empresários têm em relação ao setor
Quem ganha
O otimismo dos empresários do setor em relação aos rumos da economia

autor

Money Report
Money Report é uma plataforma de comunicação que envolve Portal de notícias.

Do ponto de vista editorial, Money Report defende a redução do tamanho do estado, o livre mercado, a democracia e o estado de direito.






Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.