clube   |   doar   |   idiomas
sexta-feira, 4 abr 2014
118º Podcast Mises Brasil - Kim Kataguiri

logo_baixa.jpgPODCAST 118 – KIM KATAGUIRI

 

Aos 18 anos, Kim Kataguiri, estudante de economia, chocou o mundo liberal brasileiro em dois momentos: o primeiro, no ano passado, ao criar no Facebook a página Liberalismo da Zoeira, cujo nome expressa muito bem a que veio; e o segundo, no fim do mês passado, quando deu uma guinada ideológica extraordinária e explicou em vídeo por que se tornou um esquerdista.

 

A entrevista, previamente agendada, esteve prestes a ser cancelada quando o podcaster viu o vídeo e ficou estupefato. Foi reveladora aquela cândida sinceridade confessional complementada pelos olhos puxados claramente maoístas de Kim Kataguiri.

 

Mas o profissionalismo falou mais alto e, seguindo um lema ainda inexistente da página do Kim no Facebook, a zoeira não poderia parar. E foi com esse espírito nada cívico e tentando se desviar das canecas de chope que gravitam em torno de Adam Smith, que o Podcast do Instituto Mises Brasil desta semana foi gravado.

 

Na conversa, Kim falou sobre a ideia de criar a Liberalismo da Zoeira, a colaboração de outros zoezeiros que ajudam a produzir o conteúdo da página, a concorrência desleal exercida pelo governo e políticos brasileiros no âmbito do humor e o perfil do público da página. Kim também falou como descobriu as ideias da liberdade antes de se tornar um esquerdista, uma conversão ideológica bastante inusitada.





  • Gabriel Birkhann  04/04/2014 13:57
    ser amigo de Kim no Facebook é um orgulho.
  • Eduardo Ramos  04/04/2014 23:13
    Não dou dois anos até o Kim se tornar anarcocapitalista :)
  • João Marcos Theodoro  05/04/2014 02:31
    Pois é, um cara tão foda ser socialista ainda... Se ele continuar estudando, isso vai passar. Quem nunca foi minarca, né?
  • Watson Santos  05/04/2014 09:19
    Próximo anarcocapitalista. Não dou 1 ano e meio.
  • anônimo  05/04/2014 13:00
    Apelo ao IMB e ao Bruno Garschagen para que deixem de escolher o entrevistado tendenciosamente. Queremos conhecer o pensamentos de alguma pessoa que não se rendeu à lógica exploratória capitalista. Sugiro que seja feito um Podcast com o nosso querido Típico Filósofo, o mentor ideológico de todos os esquerdistas que frequentam o IMB. Encontrem-no e usem a tortura fascista que vocês tanto conhecem para o coagir a ser entrevistado.
  • Carlos Prado  06/04/2014 01:31
    O Típico Filosofo não dá entrevistas. Ele dá aulas e lições de vida.
  • Carla Cunha Costa  17/05/2014 10:52
    hahahaha, ótimo - os dois: o entrevistado e o entrevistador!


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.