rss Assine o RSS de Artigos da Mises.org.br
Guerra ao dinheiro, juros negativos e crise da Grécia: o Bitcoin é uma alternativa à crise
por , sexta-feira, 3 de julho de 2015

Varoufakis_Bitcoin_Greece.jpgNesse estado de coisas, como não enxergar no Bitcoin uma possível alternativa aos problemas monetários que assolam o mundo?

Um dinheiro digital cuja emissão é sabida, controlada e monitorada por todos os participantes — não há surtos inflacionários. Um dinheiro digital imune às arbitrariedades dos bancos centrais. Um dinheiro digital cujo protocolo é público e transparente. Um dinheiro digital à prova de censura. Um sistema aberto e acessível por qualquer pessoa. Inclusivo, não excludente.

Um sistema global em que não há fronteiras artificiais. Um sistema em que a privacidade é uma opção, não uma concessão. Um sistema em que a confiança é substituída pela comprovação matemática. Um sistema em que as regras do jogo recompensam o comportamento honesto. Um sistema voluntário. Um sistema livre.

Hoje poucos vislumbram todo o potencial do Bitcoin e sua utilidade imediata. Mas o tempo é seu amigo. Porque, quanto mais o tempo passa, mais insensatas e desesperadas se tornam as políticas dos bancos centrais. Quanto mais a crise se agrava, maiores são os riscos de se estar submetido ao sistema de moeda fiduciária. Por outro lado, quanto mais o Bitcoin é compreendido, mais evidentes são suas vantagens. Quanto mais seus atributos são valorizados, menores parecem os riscos de se adotar essa alternativa.

leia mais...

rss Assine o RSS de Artigos da Mises.org.br
Políticos mentem porque a população se sente melhor assim
por , quinta-feira, 2 de julho de 2015
dilma-agua-lula.jpgO fato de que muitos políticos de carreira são mentirosos descarados e compulsivos não é apenas uma característica inerente à classe política; é também um reflexo do eleitorado.  Quando as pessoas querem o impossível, somente os mentirosos demagogos podem satisfazê-las.  

Porém, quando a realidade se impõe e os efeitos econômicos de medidas populistas começam a cobrar seu preço, os eleitores finalmente percebem que foram enganados.  E então começam a reclamar que os demagogos os enganaram e venderam ilusões.

Essas pessoas são as mesmas que, no passado, não apenas acreditaram piamente nas promessas dos demagogos, como também ignoraram rispidamente todos os alertas, feitos pelos mais sensatos, de que determinadas políticas populistas eram insustentáveis e cobrariam um preço caro no futuro. 

Pessoas que se recusam a aceitar verdades desagradáveis quando estas são ditas em épocas de bonança não têm direito de, no futuro, reclamar que os políticos mentiram e que elas foram enganadas.  Afinal, com essa mentalidade, que outro tipo de candidato essas pessoas elegeriam?

leia mais...

Artigos anteriores

veja mais...


Mais acessados








Multimídia   
  Podcast Mises Brasil
        por Bruno Garschagen - 06/01/2016
  Conferência de Escola Austríaca 2014
        por Diversos - 23/10/2014
  Fraude - Explicando a grande recessão
        por Equipe IMB - 31/10/2012
veja mais...



Instituto Ludwig von Mises Brasil



contato@mises.org.br      formulário de contato           Google+
Desenvolvido por Ativata Software