clube   |   doar   |   idiomas
A segunda morte de Osama Bin Laden

Se ontem fosse 1º de abril e não 2 de maio, a notícia de que Osama bin Laden havia sido morto durante um tiroteio no Paquistão e rapidamente "enterrado no mar" poderia ter sido facilmente descartada como mais um trote do dia da mentira.  No entanto, da maneira como a notícia vem sendo recebida, é realmente preciso aceitá-la como mais um evidência de que o governo americano possui uma crença ilimitada na ingenuidade de seus súditos.

Apenas pense.  Quais as chances de uma pessoa que sofria de doenças renais, que necessitava de diálise e que, mais ainda, sofria de diabetes e pressão baixa, ter sobrevivido dentro de esconderijos montanhosos por uma década?  Se Bin Laden era capaz de adquirir equipamentos para diálise e para os tratamentos médicos que sua saúde delicada exigia, será mesmo que a remessa de todo esse equipamento não poderia ser rastreada, apontando sua localização?  Por que demoraram dez anos para encontrá-lo?

Considere também as alegações, repetidas exaustivamente por uma mídia triunfalista que celebrava a morte de Bin Laden, de que "Bin Laden utilizou seus milhões para financiar campos de treinamento terrorista no Sudão, nas Filipinas e no Afeganistão, enviando 'guerreiros sagrados' para fomentar a revolução e lutar junto a forças fundamentalistas muçulmanas no Norte da África, na Chechênia, no Tajiquistão e na Bósnia."  São muitas atividades para apenas meros milhões financiarem.  Com tamanha competência administrativa, talvez os EUA devessem tê-lo nomeado diretor do Pentágono...

Porém, a questão principal é essa: como Bin Laden conseguia movimentar seu dinheiro?  Qual sistema bancário o estava ajudando?  O governo americano sempre consegue confiscar os ativos de pessoas e até mesmo de países inteiros, como ocorreu mais recentemente com a Líbia.  Por que não conseguiu fazer isso com Bin Laden?  Será que ele simplesmente andava carregando saquinhos com $100 milhões de dólares em moedas de ouro e enviava emissários para distribuir os pagamentos?  Era assim que ele financiava suas operações vastas e amplamente distribuídas pelo mundo?

A notícia de ontem exalava todo o odor característico dos eventos cuidadosamente ensaiados antes de serem encenados.  O cheiro forte estava impregnado nas notícias triunfalistas e carregadas de inebriantes exageros nacionalistas, com manifestantes balançando bandeiras e gritando "USA, USA".  Será que há algo mais por trás disso?

Os americanos estão tão encantados com a morte de Bin Laden que nem sequer pararam para pensar por que informações que teoricamente vinham sendo coletadas há anos demorariam tanto para finalmente descobrir que o alvo estava supostamente morando em uma construção de mais de um milhão de dólares, equipada com aparelhos de comunicação de última geração, e próxima à Academia Militar Paquistanesa!  Supostamente, o "criminoso mais procurado do mundo" não ficava entrando e saindo de esconderijos, movendo-se de um lugar para o outro em montanhas desoladas, mas, sim, estava abrigado em alojamentos luxuosos em plena luz do dia.  Ainda assim, não obstante sua óbvia localização, a CIA levou anos para encontrá-lo, após supostamente ter obtido informações da localização de Bin Laden por meio de prisioneiros mantidos em prisões secretas.  

Após o suposto cadáver ter sido jogado no mar para "respeitar as tradições islâmicas" — lembre-se que, com Saddam Hussein, igualmente islâmico, não houve hesitação em mostrar fotos de seu corpo —, nada mais resta senão a palavra do governo americano, o qual mentiu sobre as armas de destruição em massa e sobre as conexões da al-Qaeda, sobre os reatores nucleares e a bomba atômica do Irã, e, de acordo com vários especialistas, sobre o 11 de setembro.  Devemos acreditar que repentinamente o governo passou a falar a verdade ao anunciar a morte de Bin Laden?  

Não há dúvidas de que o presidente Obama está desesperado por uma vitória.  Ele cometeu o erro básico, tipicamente tolo, de recomeçar a guerra no Afeganistão.  Após uma década de infindáveis batalhas, os EUA estão em um impasse, um genuíno beco sem saída.  Para muitos, a situação era de derrota.  As guerras dos regimes Bush/Obama arruinaram financeiramente os EUA, gerando déficits orçamentários monstruosos e um dólar em contínuo e permanente declínio.  E as eleições presidenciais já serão no ano que vem.

As várias mentiras e enganações criadas pelos últimos governos, como as tais "armas de destruição em massa", trouxeram terríveis consequências para os EUA e para o mundo.  Porém, nem todos os enganos são os mesmos.  Lembre-se: o único motivo apresentado para invadirem o Afeganistão era capturar Bin Laden.  Agora que o presidente Obama declarou que Bin Laden foi morto com dois tiros na cabeça — disparados por forças especiais americanas operando em um país independente — e enterrado no mar, não há mais motivos para que a ocupação do Afeganistão continue.

É possível que o acentuado declínio do dólar nos mercados internacionais tenha forçado o governo americano a fazer alguns reais cortes no orçamento, os quais só poderiam advir da interrupção de algumas de suas várias guerras sem fim.  Enquanto o dólar ainda não havia chegado a esse ponto insustentável, Osama Bin Laden, que muitos especialistas acreditavam já estar morto há anos, teve uma ótima serventia como o perfeito bicho-papão, sempre sendo invocado para manter a população em estado de permanente alerta e, com isso, garantir ótimos lucros para o complexo industrial-militar americano.


Image by AZRainman.com

0 votos

autor

Paul Craig Roberts
foi assistente do Secretário do Tesouro dos EUA durante o governo Reagan e editor associado do The Wall Street Journal.  Durante as duas últimas décadas, especializou-se em relatar e denunciar abusos governamentais.  Seu livro, The Tyranny of Good Intentions, documenta como os americanos perderam a proteção de seus direitos fundamentais.

  • Rodrigo  03/05/2011 11:38
    Artigo polêmico e corajoso!
  • Santiago Staviski  03/05/2011 11:50
    Interessante ponto de vista!
  • Vitor  03/05/2011 12:06
    Grande economista, péssimo analista de assuntos internacionais.

    1 - Ele compara Osama e Saddam. Absurdo vindo de uma ignorância. Osama foi morto por Navy Seals americanos, Saddam pelos iraquianos.

    1.1 - Por que temos fotos de um e não de outro? Explicação fácil. Há sim fotos de Osama, não sabem se vão mostrá-las [1] porque isso vai ser combustível para protestos dos radicais muçulmanos. Quanto a Saddam? Saddam nunca foi líder dos muçulmanos. Era um ditador iraquiano, sua morte não fez diferença nenhuma para os sectários. Além disso, foi morto por outros muçulmanos. Os sectários não se importam de muçulmanos matando milhares de muçulmanos, mas se alteram quando cristãos ou judeus fazem o mesmo com algumas centenas.

    1.2 - Osama foi enterrado no mar pelo mesmo motivo que [1]. Seu túmulo, onde quer que fosse localizado seria local de peregrinação de radicais muçulmanos e anti-muçulmanos. Quem já viu algum funeral na Palestina sabe como esses eventos não são celebrações pacíficas.

    2 - Ele afirma que "sem fotos, não há prova que Osama morreu". Claro, Obama ia arriscar a pouca reputação que lhe sobrou inventando isso. Cara, esse arguemnto é tão cretino que é difícil de saber que alguém cai nessa. Não há fotos do príncipe William na cama com a Kate, mas ninguém contesta que ele de fato casou com ela.

    3 - Como Osama financiava suas céleas estando no Paquistão? Deveria ser óbvio, o paquistão é uma nação com vários grupos distintos. Vários deles apoiam a Al-Qaeda e deram apoio financeiro e logístico para Osama. É tão difícil ver isso? O mesmo acontece em outros países árabes ditos aliados dos EUA. O Egito era um aliado, mas a Irmandade Muçulma é grande, popular e rica, e dá apoio à extremistas. Se existem grupo sectários nos EUA, porque não existiriam em outros lugares?


    Paul Craig Roberts é um dos grandes economistas que temos. Racional, austero e que garantiu crescimento econômico sem inflação. Mas não como analista, ele se sai entre o teórico da conspiração e o esquerdista puro e simples.


    E isso não é uma defesa das políticas de Bush ou Obama.
  • Luis Almeida  03/05/2011 12:29
    Muito bem, Vitor. Aprendeu a repetir ipsis litteris todo o discurso oficial da Casa Branca, sem perceber todas as contradições dele. Já pode se candidatar a porta-voz obâmico.

    Sobre enterros no mar, eis um artigo sobre o assunto:

    www.google.com/hostednews/ap/article/ALeqM5jG7UJ7x8ozawcWS0Y1tE6OChe3Jw?docId=7079d8b79ab04465a1030dfaf9e04510

    Muçulmanos condenam a prática. Isso sim pode incitar revoltas.
  • Pedro  03/05/2011 15:26
    Se o governo ainda não disponibilizou todas as provas e informações, especulo desta forma: \r
    Obama se expôs ao dizer que Bin Laden esta morto. Ganhou muitos pontos políticos com isso. \r
    Os republicanos - e Craig parece ser um, pois serviu ao Reagan - tem um fortíssimo adversário agora. Obama pode estar esperando algum republicano vir a publico contestar a operação, para Obama mostrar fotos, vídeos exames do corpo, tudo, no intuito de ridiculariza o republicano que o questionar. \r
    Assim, Craig não vem abertamente e diz, Osama esta vivo. \r
    Por que ai, ele terá que "pagar para ver" as cartas de Barack Obama. Também não vem e diz publicamente que, o governo foi incompetente e mentiroso, Bin Laden já estava morto e esta usando isso como motivo, por que é admitir que os republicanos mentiram também, pois o governo anterior foi republicano. \r
    Não; COVARDEMENTE liga argumentos e lança a teia para induzir os outros a uma teoria conspiratória, sem sequer admitir. \r
    Barrack Obama gritou um "truco", ou com os americanos gostam, deu um "all in". Craig não quer pagar para ver, não grita "meio pau" e fica de mimimi, chororó covardemente.\r
    Como sou jogador de truco e de poker, não quero pagar para ver. Credito o ponto para quem levou a mão. \r
    Assim, salvo melhor juízo, acredito em Obama 1x0 Osama. Se alguns americanos e outros não acreditam, que venham a publico, QUESTIONEM SEU GOVERNO de maneira aberta. Digam que o governo esta mentido agora, como foi o que ocorreu com o Bush e seu partido, que pagou por ter mentido sobre as armas no Iraque. E não covardemente. E se o governo de Obama não for convincente então que pague por isso também. \r
  • Clovis  03/05/2011 15:30
    E mais um...

    Pedro, Craig disse abertamente que Osama já morreu há anos! Ele não disse que ele está vivo, mas sim que já está morto há muito tempo!

    Caramba, olha o título do artigo!

    Vocês não tiveram aulas de interpretação de texto no primário? Dá um dó...
  • Pedro  03/05/2011 16:20
    Prezado, \r
    em nenhum momento do texto Craig afirma diretamente que Osama ja esta morto.\r
    O titulo é so uma chamativa para o artigo. Uma provocação. \r
    \r
    Ele afirma no final: \r
    "Agora que o presidente Obama declarou que Bin Laden foi morto com dois tiros na cabeça - disparados por forças especiais americanas operando em um país independente - e enterrado no mar, não há mais motivos para que a ocupação do Afeganistão continue."\r
    "É POSSIVEL que o acentuado declínio do dólar nos mercados internacionais tenha forçado o governo americano a fazer alguns reais cortes no orçamento, os quais só poderiam advir da interrupção de algumas de suas várias guerras sem fim. Enquanto o dólar ainda não havia chegado a esse ponto insustentável, Osama Bin Laden, que muitos especialistas ACREDITAVAM já estar morto há anos, teve uma ótima serventia como o perfeito bicho-papão, sempre sendo invocado para manter a população em estado de permanente alerta e, com isso, garantir ótimos lucros para o complexo industrial-militar americano."\r
    \r
    Eis a essência da teoria conspiratoria de Craig. Ele não fala abertamente, não afirma, não defende o ponto. Volto a dizer, ele apenas levanta duvidas.\r
    \r
    Bom, eis a minha.\r
    O governo faz tantas cospirações que, dizer a verdade dessa vez pode ser mais uma.\r
    Ocorre que Craig precisa de "desqualificar" a vitoria do adversario politico, precisa falar mal do governo. Em muitos aspectos concordo com Craig, mas nesse caso fico com o principio logico da navalha de Occam:\r
    "Se em tudo o mais forem idênticas as várias explicações de algo, a mais simples é a melhor"\r
    \r
    Pois bem.\r
    Temos as seguintes explicações: \r
    1) Osama ainda vivo, escondido pela Al-Quaeda, e Obama dando um puta blefe.\r
    2) Osama já ha muito morto, e essa informação escondida numa conspiração maquiavelica pelo partido de Obama e quiça do Bush tb. Assim, as autoridades americanas escondendo a melhor informação de sua guerra contra o crime e o terror, para usa-la no momento adequado.\r
    3) Osama morto no dia 01/05.\r
    \r
    \r
    \r
    \r
    \r
    \r
    \r
  • Clovis  03/05/2011 16:28
    Minha nossa!

    O cara escreve um parágrafo inteiro explicando por que acha lógico que Osama já esteja morto há anos, e o cara vem dizer que o texto não afirma claramente que Osama já esteja morto. O que o parágrafo a seguir diz?

    "Apenas pense. Quais as chances de uma pessoa que sofria de doenças renais, que necessitava de diálise e que, mais ainda, sofria de diabetes e pressão baixa, ter sobrevivido dentro de esconderijos montanhosos por uma década? Se Bin Laden era capaz de adquirir equipamentos para diálise e para os tratamentos médicos que sua saúde delicada exigia, será mesmo que a remessa de todo esse equipamento não poderia ser rastreada, apontando sua localização?"

    Tá muito difícil o negócio aqui...
  • Pedro  03/05/2011 17:25
    Clovis,\r
    Temos as seguintes hipoteses: \r
    1) Osama ainda vivo? \r
    2) Osama já ha muito morto, e essa informação escondida numa conspiração maquiavelica pelo partido de Obama e quiça do Bush tb. Assim, as autoridades americanas escondendo a melhor informação de sua guerra contra o crime e o terror, para usa-la no momento adequado? \r
    3) Osama morto no dia 01/05?\r
    \r
    Eu prefiro questionar, pedir provas e concluir. Nao especular antes, no melhor estilo atacar primeiro e perguntar depois.\r
    \r
    \r
    \r
    \r
  • vicente  03/05/2011 18:11
    Sem me comprometer com o resto das teses, e reconhecendo que tá tudo meio confuso, afunilo um pouco mais as opções.\r
    \r
    Se a operação de ontem foi uma farsa, ou:\r
    \r
    a] O Osama está vivo.\r
    Não faz sentido. A Al Jazeera já teria divulgado um video do Osama, ou algo no estilo, só pra colocar o governo americano em evidência.\r
    \r
    b] O Osama já estava morto.\r
    \r
    Aí a pergunta é: desde quando?\r
    \r
    b.1] Desde o governo Bush: não faz sentido. Pq ele esconderia tal fato? \r
    \r
    b.2] No curso do governo Obama.\r
    \r
    Caberia se perguntar: pq revelá-lo somente agora?\r
    \r
    Parece óbvio: o momento é politicamente propício, desde o ponto de vista da reelegibilidade do Obama ou o que quer que seja. \r
    \r
    Mas aí entra a navalha de Occam: foi informado que o Osama mora no seu cafofo hiperluxo há seis anos [o que explica parte do segundo parágrafo], sendo que nos últimos oito meses estava sendo monitorado pela CIA. \r
    \r
    É mais simples acreditar que o governo passou oito meses monitorando o Osama, para dar o "senta o dedo nessa porra" no momento mais politicamente propício, do que acreditar que o Osama já estava morto, aguardando-se o momento mais politicamente propício para divulgar uma falsa operação que resultou em seu assassinato.\r
  • FMS  03/05/2011 18:36
    Bem, Clóvis, o parágrafo mencionado diz: 1) Osama, mal de saúde, não tinha condições de ficar se escondendo de caverna em caverna nas montanhas durante um tempo tão grande. A morte, uma hora ou outra, chegaria; 2) Se Osama, mesmo assim, conseguiu sobreviver a este calvário, foi por ter adquirido equipamentos médicos sofisticados (situação bastante improvável, diante das supostas localizações/condições do(s) esconderijo(s)), os quais poderiam, facilmente, ter sido rastreados pelo governo dos EUA, a fim de localizar o terrorista. \r
    O autor, nesse parágrafo específico, tenta levar o leitor à conclusão de que Bin Laden já estava morto.\r
    \r
    Com relação ao artigo, penso que expõe o seguinte: Osama já estava morto ou morreu agora, como queiram. Ele servia de pretexto para a manutenção das tropas americanas no Afeganistão ou para a invasão/intervenção em outros países acusados de acolher terroristas (tudo isso a fim de manter o complexo militar-industrial a todo vapor). Os EUA estavam guardando a informação (da localização de Osama para matá-lo quando quisessem ou da sua morte), a fim de utilizá-la em um momento adequado. O momento adequado foi este: crise econômica (gastança desenfreada pelo governo dos EUA). Encontraram um bode-expiatório para, sei lá, desviarem a atenção de algo ou aumentarem a confiança do povo no governo.\r
    \r
    Creio que as idéias centrais sejam as acima mencionadas.\r
    \r
    Se o governo mente, se o autor do artigo viaja, isso só com a verificação séria dos fatos. Acho que isso não vai ocorrer tão cedo (não por falta de interessados em fazer a investigação, mas pelo fato de que terão de enfrentar a resistência de um estado poderoso que, caso esteja mentindo, tentará impedir uma análise probatória decente). Pode ser que Osama (a existência dele) seja apenas uma invenção e que ele nunca tenha existido. Vai saber!\r
    \r
    De minha parte, acho que o cara existia e que ele morreu no Domingo, que o 11 de setembro aconteceu (terroristas islâmicos sequestraram aviões e os direcionaram a alvos específicos), que não havia armas de destruição em massa no Iraque e que o Irã tem um programa nuclear para a construção de uma bomba atômica para varrer o estado de Israel do mapa.\r
    \r
    Abraço a todos. \r
    Ah, esse site é muito legal. \r
    Parabéns aos membros do IMB.\r
    Procuro aqui, e sempre encontro, um ponto de vista diferente ou um assunto visto por outro ângulo que não seja o convencional, o lugar-comum.\r
    \r
    \r
    Clovis 3/5/2011 16:28:40\r
    "Minha nossa!\r
    O cara escreve um parágrafo inteiro explicando por que acha lógico que Osama já esteja morto há anos, e o cara vem dizer que o texto não afirma claramente que Osama já esteja morto. O que o parágrafo a seguir diz?\r
    'Apenas pense. Quais as chances de uma pessoa que sofria de doenças renais, que necessitava de diálise e que, mais ainda, sofria de diabetes e pressão baixa, ter sobrevivido dentro de esconderijos montanhosos por uma década? Se Bin Laden era capaz de adquirir equipamentos para diálise e para os tratamentos médicos que sua saúde delicada exigia, será mesmo que a remessa de todo esse equipamento não poderia ser rastreada, apontando sua localização?'\r
    Tá muito difícil o negócio aqui...'\r
    \r
  • tjps  04/05/2011 21:40
    A falha em sua argumentação meu caro é em relação a adversários politicos. Acredita seriamente que o governo americano é livre ? Que os partido são verdadeiramente adversários ? explique então o parentensco entre bush e obama, pois são primos !! bem como são parentes, descendentes os últimos seis presidentes americanos, bem como são primos também o mais recente casal real. O sr Craig pode sim ser uma pessoa que abandonou estas perpectivas que procura trazer a tona as verdades internas do governo. Antes de jogar poker, jogo xadrez, muito mais refinado e inteligente e pode se observar que o jogo está sendo jogado, as proximas mexidas, manchetes dirão pra que lado está a razão. É preciso levar em conta a questão da gigante influencia que exerce nos governos do mundo os bancos internacionais, que não é de hoje. Sabia que a casa da moeda americana é privada e não pública ? É a chamada independencia de um banco central, um golpe que cria dívidas impagáveis e crises programadas. Vale lembrar também que o banco dos rotschild financiaram tanto o lado alemão quanto os aliados. E isto representa entre outras coisas que o nazismo em diversos aspectos venceu e que estamos a mercê de ações e encenações perversas.
  • Lucas Somensi de Lima  06/05/2011 17:06
    Todos os seres humanos são primos, se você subir o suficiente na árvore genealógica. O recente principe willian e a catherine são primos de 15 graus, por exemplo, tendo um ancestral comum nascido em 1475. Com certeza você e sua esposa (se você tiver uma) também são primos de um grau parecido.
  • Roberto Chiocca  04/05/2011 18:10
    Sobre incitar revoltas eu acabo de ler um comentário excelente no blog do Lew Rockwell
    "The fact that the U.S. gunvernment has been murdering tens of thousands of innocent Muslim civilians and destroying who knows how many billions of dollars in private property for the past two decades in five Muslim countries-Iraq, Afghanistan, Yemen, Pakistan, and Libya-is not an action that might inflame Islamic sentiment against us. No. Not at all. Showing Muslims a picture of a dead radical Islamic leader who most Muslims didn't follow-now that would really, really, really inflame them."
    www.lewrockwell.com/blog/lewrw/archives/87291.html
  • Vitor  04/05/2011 18:43
    Erro do Rockwell: Tratar muçulmanos (especialmente potenciais terroristas suicidas, a minoria) como se eles pensasem como ocidentais.

    Ou a pergunta de 1 milhão de doletas. Por que então os muçulmanos odeiam os EUA, sendo que o maior número de mortes de muçulmanos é causada por muçulmanos?
    Compare o número de mortes na guerra do Iraque ao número de pessoas executadas por Saddam ou então na Guerra Irã-Iraque. Ou o número de pessoas mortas nos conflitos Israel x Palestinos ou intra-Palestinos ou O número de palestinos executados pelos jordanianos, enfim, exemplos não faltam.


    Então, Yeah, preety mcuh a foto pode sim virar peça de propaganda terrorista ("o corpo do nosso herói foi profanado!")

    Ah, mas o Fernando Gouveia já escreveu melhor que eu:

    www.interney.net/blogs/gravataimerengue/2011/05/02/foto_de_bin_ladem_morto_uma_burrice_que_/#comments


  • Felipe K  04/05/2011 23:54
    Não foi o Rockwell que escreveu. Foi um comentário de outra pessoa no seu blog.
    Não tenho os números, que acho que devem ter sido similares. Mas seres humanos são muito mais que números.
    Ter o seu país bombardeado, ver destruição pra tudo quanto é lado, ter amigos e sua família mutilados ou mortos suscita muito ódio.
    O governo americano simplesmente olhou para o país como um cercado cheio de animais e pouco se preocupou em não ferir civis. Muitas vezes o fez escancaradamente, como mostraram os vídeos publicados pelo Wikileaks.
    Eu acho que teria muita raiva, ainda que vivesse sob uma ditadura. Daria meu sangue pra conseguir depor o tirano se eu tivesse a oportunidade e a coragem, porém não gostaria que o estado dos EUA fizesse comigo o que fez com diversos países.
    E além disso, quando o ataque foi bem sucedido, algum desses países ficou melhor? Eu diria que apenas o Chile, no lado econômico.
  • Siomara  05/05/2011 18:18
    Muito obrigada pela inteligente explicao.
  • Maria da Conceição de Oliveira  03/05/2011 12:10
    Um indíviduo escreveu na página oficial do Mises: "nossa, que artigo patético".\r
    Fico realmente surpresa ao ler uma coisa dessas. Quer dizer, acreditar cegamente no que os EUA afirmam, sabendo que eles não têm credibilidade alguma, não é patético?\r
    Ou ainda, pensar que eles tiveram a decência de lançar o corpo ao mar, só por respeito aos rituais islâmicos, também não é patético?\r
    Realmente, não dá para entender.
  • Tiago RC  03/05/2011 12:27
    Ótimo!

    Essa história é mais descarada ainda do que as armas de destruição em massa iraquianas. Não tem cabimento. Afirmações extraordinárias requerem evidências extraordinárias. Querer que o mundo acredite que mataram Bin Laden sem fornecer uma única evidência, e vir com essa desculpa esfarrapada de que se livraram do corpo para evitarem complicações - tá tirando com a minha cara?
  • Rhyan Fortuna  03/05/2011 12:30
    O IMB deveria ser mais cauteloso com esses tópicos conspiracionistas. Um site tão sério em economia não pode colocar qualquer historinha política típica de sites como Show da Lua e etc.. Esse artigo não combina com o site.

  • Fernando Chiocca  03/05/2011 12:34
    Não é conspiração, Rhyan, é questão de lógica. Um amante das ciências, como você, deveria levar os fatos médicos citados à sério, e não simplesmente sair acreditando em tudo que um governo desesperado por popularidade diz.
    E qual histórinha você gostaria de ver publicada? A contada pela Casa Branca?
  • Rhyan Fortuna  03/05/2011 14:41
    Ainda é cedo para afirmar que Bin Laden não foi morto. Concordo que é estranho terem jogado o corpo no mar. Mas as notícias afirmam que houve teste de DNA. Por que um fato dessa importância consegue ser ocultado de toda impresa mundial? Por que jornalista nenhum questiona a versão da casa branca?

    Isso tá parecendo papo daquelas amalucados que dizem que o 11/09 foi armado pelo governo, que o Homem não pisou na Lua, que o HIV não causa AIDS, etc..
  • Clóvis  03/05/2011 14:54
    Alto lá, Rhyan. Ninguém tá afirmando que Bin Laden não foi morto! Muito pelo contrário: esse aí já foi se encontrar com o capeta há muitos anos.

    Sobre a imprensa, essa é exatamente a mesma que, durante a campanha de 2008, se desmanchava em elogios em relação à "poderosa oratória" de um sujeito que apenas lia um teleprompter.

    A imprensa mundial jamais questionou absolutamente nada do governo Obama. Nada. Aponte-me uma matéria da grande mídia falando, por exemplo, que os pacotes de estímulo do governo, bem como as políticas do Fed, dariam certo.

    Nenhuma. Por mais que houvesse economistas alertando que as coisas dariam errado, nada foi dito. Eram só elogios.

    Tudo o que a grande mídia faz é manter uma devoção cega a um desclassificado. Durante durante o governo Bush ao menos havia um pouco mais de racionalidade midiática. Hoje, depois que o moreninho chegou à Casa Branca, todas as críticas foram abolidas. Criticá-lo é coisa de extremista.

    Graças a Deus hoje temos a internet e fontes de notícia mais independentes. Se você ficar dependente da grande mídia, meu caro, um abraço.
  • Rhyan Fortuna  03/05/2011 18:10
    Vou falar da Globo é a emissora que mais acompanho. Fizeram uma festa enorme quando Obama foi eleito, a reporter quase chorou de emoção. Mas acompanhando as útilmas notícias econômicas dos EUA, o discurso era bem diferente, crise, economia fraca, baixa popularidade, etc e tal.

    Há um limite, ignorância econômica na mídia brasileira sempre houve. Culpar uma conspiração mídia-bancos-BCs-foro de sp-EUA-casa branca-seilamaisoque é outra coisa... é triste ver que muitos libertários levem a sério idéias como essa.

    Quer dizer que Bin Laden já estava morto? Baseado em que? Fontes, provas? Por qual motivo uma notícia importante dessa não foi divulgada na época?

    Não faz nem uma semana que mataram o cara, creio que eles ainda vão divulgar evidências.

    Ou quem sabe Bin Laden está vivo tomando uma cerveja com o Elvis!
  • christiano  03/05/2011 22:50
    Ótima Rhyan, faça como eu, divirta-se com os "delirios"que escrevem. Tem gente que vai gastar 100 anos para acreditar na viagem a lua...quem sabe se tivessem algum parente nas Torres Gemeas não acreditassem nas "Historias"que os americanos contam.
  • Andre  03/05/2011 17:18
    Estou abismado e preocupado. Abismado por essa historia ridicula de jogar o corpo ao mar, abismado de como h'a pessoas que acreditam cegamente e demonizam quem questiona esse absurdo.\r
    Mas a parte da preocupacao 'e pior. Se chegou ao ponto de o governo inventar historias ridiculas 'e porque a situacao esta muito mal nele. Creio que esse ano vai ser inesquecivel.\r
    E la vou eu comprar mais ouro.
  • Rogerio  03/05/2011 20:59
    Eh Andre... infelizmente eh por esses que estamos vivendo nessa situacao e eh por isso nao vejo nenhuma luz no fim do tunel, soh o grande trem q com certeza vai me atropelar... soh tenho que torcer para esse trem levar tambem esse bando de ignorantes q continuam a crer nas farsas impostas por esse governo estupido... Acordem pessoas... acordem pessoas... e o q me resta a dizer...
  • Bárbara  03/05/2011 13:10
    Caro Rhyan,\r
    \r
    O Mises é um site sério que trata de assuntos econômicos & SOCIAIS. \r
    Não consigo enxergar esse texto fora do CONTEXTO. \r
    \r
    Sobre o texto: É um ponto de vista. Uma crítica perante os olhos de alguém que enxerga diferente da maioria (e não pq "COMO A MAIORIA"), e que vale a pena analisar com mais cautela algumas observações colocadas. \r
    \r
    Att,\r
    Bárbara.
  • Helio  03/05/2011 17:01
    Concordo. Nao ha a menor chance de que o governo americano minta sobre algo tao serio, e tao facil de desmentir, caso fosse o caso. O governo americano deve divulgar as imagens em algum momento, obviamente. Talvez eles estejam esperando o Trump pedir provas para o desmoralizarem novamente, como no affair da ertidao de nascimento do Obama.
  • Luis Almeida  03/05/2011 17:06
    Opa.. to esperando até hoje a divulgação das provas da existência de armas de destruição em massa no Iraque... Isso só pra citar um exemplo de mentira...Pode-se esperar qualquer coisa da laia política.
  • Roberto Chiocca  03/05/2011 17:08
    Hélio, eu acho que não seja mentira, e concordo que é jogo para criar uma "confiança à priore"no estado, uma fé cega. Ele devem mostrar aos poucos evidencias.
    Mas dizer que não existe a menor chance do estado norte americano mentir sobre algo tão sério é ignorar o histórico de mentiras sobre coisas tão sérias que desencadearam em milhares de mortos e trilhões de doláres gastos.
  • tulio  04/05/2011 11:51
    Ué, não foi o governo americano que mentiu sobre as armas de destruição em massa no Iraque??\r
    Não foi o governo americano que deliberadamente (junto com FED) mentiu, estimulando a formação de bolhas e acabando com a economia americana?\r
    Não foi o governo americano que durante anos acobertou os danos provocados pelo tabagismo?\r
    Por que podem mentir sobre algo muito mais sério e muito mais fácil de ser descoberto e não podem mentir sobre Osama?\r
    Não vejo muita lógica!\r
    Não estou dizendo que é mentira, mas que é muito possível, isso é...\r
    Todos os governos mentem para "adaptar" os fatos as suas conveniências.\r
    \r
  • Tiago RC  04/05/2011 13:04
    hehehe, Hélio, e mentir sobre alguém ter armas de destruição em massa para justificar uma guerra que matou milhares e gastou bilhões não é algo sério???

    E não é desmoralização nenhuma exigir evidências para uma afirmação dessas. Desmoralização, na minha opinião, é acreditar de ante-mão.
  • Renê  04/05/2011 17:44
    E como você sabe que foi mentira? Já vasculhou o Iraque inteiro?
  • Tiago RC  04/05/2011 12:58
    Por favor, Rhyan. Já disse e repito: afirmações extraordinárias requerem evidências extraordinárias.
    Não tem cabimento essa história de matar Bin Laden e jogar o corpo fora rapidinho. Isso não faz sentido. A única postura racional é não acreditar. Claro, é sempre bom evitar de fazer suposições (já estava morto? está vivo?), mas não dá pra acreditar numa história sem lógica dessas.

    E essa história do exame de DNA instantâneo também só tornou a coisa mais ridícula.

    Imagine que um grupo armado qualquer, antes desse evento, tivesse aparecido dizendo que tinha matado Bin Laden e se livrado do corpo, tentando reclamar a recompensa de $25m. Alguém levaria esse grupo à sério?
    Por que diabos o governo americano, justamente o já comprovado mentiroso governo americano, recebe tanta confiança assim, gratuitamente? Por que eles não precisam apresentar evidências para as coisas que afirmam, e o mero ato de exigi-las antes de acreditar é visto como conspiração maluca?

    E sinto muito, mas apresentar fotos distorcidas ou vídeos embaçados vários dias depois não serve pra nada. Um exame de DNA que poderia ser coletado de um parente dele, tempos depois, tampouco (ou alguém *isento* tem o DNA exato do Bin Laden estocado em algum lugar?).
    Tinham que ter apresentado o corpo.
  • Fernando Chiocca  04/05/2011 17:24
  • Vitor  04/05/2011 18:24
    Senadora Ayotte (R) afirma que viu as fotos de Osama morto:

    g1.globo.com/morte-de-bin-laden/noticia/2011/05/obama-decidiu-nao-divulgar-fotos-de-bin-laden-morto-diz-casa-branca.html

    Não é obviamente uma prova, mas dificulta ainda mais pros teóricos-da-conspiração que uma republicana, adversária de Obama confirme ter visto a foto.
  • Helio  04/05/2011 19:47
    Me parece claro, como eu disse antes, que as imagens serão divulgadas, em algum momento: naquele que propiciar o máximo potencial eleitoreiro.
  • Fernando Chiocca  04/05/2011 20:17
    Então agora você que acha que o Obama está mentindo, hehehehehe
  • Clovis  05/05/2011 01:14
    Ih, Vitor, essa tal senadora Ayotte, junto com outros dois senadores, acabam de confessar que as fotos de Bin Laden morto que ela viu eram FAKES!

    www.economicpolicyjournal.com/2011/05/totally-bizarre-three-senators-now.html

    É nisso que dá confiar em relato de político. Acordem!
  • Luiz Júnior  03/05/2011 13:00
    Isso sem falar que com as eleições presidenciais chegando, Obama se torna herói do mundo matando o vilão.
  • Rodrigo  03/05/2011 13:15
    Obama provavelmente será reeleito. Mas então teremos os QE até quando? QE3, QE4 etc.
  • Anon  03/05/2011 13:23
    "Saddam pelos iraquianos."

    Eu ri. Isso foi realmente um argumento afirmando, digamos, que existe mesmo tal coisa como um "Tribunal Iraquiano"?

    "porque isso vai ser combustível para protestos dos radicais muçulmanos."

    Isso é uma justificativa fraquíssima. Pelo seu argumento parece que radicais muçulmanos estão todos entocados em suas grutas ponderando: "calma pessoal, não existe comprovação de que foi realmente o bin Laden morto, não vamos ser
    irresponsáveis e sair por aí cometendo atentados sem provas!" Ah, faça me o favor. O efeito é exatamente o oposto: evidências que atestassem a morte de bin Laden seriam um golpe doloroso na moral de radicais muçulmanos. A falta de provas, por outro lado, só serve pra fomentar dúvidas sobre um governo que já tem um histórico de se servir de um aparato de propaganda de guerra.

    Cara, esse arguemnto é tão cretino que é difícil de saber que alguém cai nessa. Não há fotos do príncipe William na cama com a Kate, mas ninguém contesta que ele de fato casou com ela.

    O argumento dele é "cretino", mas o seu é um caso gritante de falácia de falsa equivalência.

    Obama ia arriscar a pouca reputação que lhe sobrou inventando isso.

    Iria, do mesmo jeito que inventaria que existiam armas de destruição em massa onde não existem. Nada de temerário nisso.
  • Vitor  03/05/2011 14:58
    "sso foi realmente um argumento afirmando, digamos, que existe mesmo tal coisa como um "Tribunal Iraquiano"?"

    Existe, se chama Supremo Tribunal Criminal Iraquiano. Estranho, não vejo motivo para rir da existência de um tribunal. Não vejo hilariedade em tribunais, ainda mais em um onde um juiz sofre um atentado por dia.

    "Pelo seu argumento parece que radicais muçulmanos estão todos entocados em suas grutas ponderando: "calma pessoal, não existe comprovação de que foi realmente o bin Laden morto(...)"

    Hmm, eu disse isso? Só digo que as fotos do corpo do mesmo causarão SIM protestos violentos. E outra, os radicais muçulmanos mais perigosos não estão em grutas.

    "O argumento dele é "cretino", mas o seu é um caso gritante de falácia de falsa equivalência."

    Porque falsa equivalência? Em nenhum dos casos eu tenho provas de que algo aconteceu que não o statement de alguém. Pode ser que William seja virgem e a princesa na verdade um travesti? Pode, mas não há nenhum indício que isso seja verdade.
    Pode ser que Obama inventou essa história toda? Pode, mas não há indício que isso seja verdade (e "Obama é um agente do estado portanto está mentindo" não é indício)

    "Iria, do mesmo jeito que inventaria que existiam armas de destruição em massa onde não existem. Nada de temerário nisso."

    Não, de fato nada de temerário. EAas armas existiam. Saddam usou-as. Ele as destruiu mas nunca permitiu que se provasse isso. Achar que o Bush invadiu o Iraque mentindo é MUITO exagero. Pode-se chamar a CIA de incompetente e Bush de idiota. Mas eles estavam tão mal informados quanto vocês ao dizer que Obama está inventando que Obama está vivo (junto com Elvis!)

  • Clovis  03/05/2011 15:05
    Outro...

    Vitor, mostre-me onde estão dizendo que "Obama está inventando que que Osama tá vivo". Vá lá.

    Aliás, sugiro ao IMB filtrar melhor os comentários. É cada analfabeto funcional que aparece aqui que dá até dó e desânimo quanto ao futuro do país.
  • Vitor  03/05/2011 19:03
    Vdd amigo, só que nisso limam o seu comentário.

    Eu não disse que estão falando que "Obama está falando...", seja lá o que for:

    O artigo diz

    "Apenas pense. Quais as chances de uma pessoa que sofria de doenças renais, que necessitava de diálise e que, mais ainda, sofria de diabetes e pressão baixa, ter sobrevivido dentro de esconderijos montanhosos por uma década?"

    Isso, meu jovem alafabetizado funcional, é usar um BOATO (Osama precisa de diálise e sofre doenças renais - dois fatos nunca comprovados, apenas aventados) para chegar a conclusões conspiratórias (Osama portando morreu a muito tempo e agora estão inventando que o mataram).

    E outra ajudinha para você. Ataques ad hominem do tipo "ele é um analfabeto funcional" não te fazem o cara mais esperto da classe. Mas vão te ajudar a ganhar a eleição pro DCE da sua faculdade, concordo...
  • Pedro  04/05/2011 00:02
    Clovis,
    esse site, é ou deveria ser, um site libertário, livre e respeitoso.
    Conheço recentemente o site e nao tenho o costume de postar comentários, mas sua postura é no mínimo deselegante.
    Chamar as pessoas de iletradas ou analfabetas funcionais nao contribui em nada.
    Se voce tem esse tipo de comportamento com estranhos, pessoas que nao se conhecem, que tipo de comportamento seu posso esperar em outros foruns de comentários?
    Voce concorda com o autor e nao acredita nas informações ate aqui passada ate aqui. Ótimo, mas acho no mínimo desrespeitoso voce ridicularizar os interlocutores apenas por estes nao concordarem com o argumento do texto.
    De minha parte, espero nao ter sido ofensivo em momento algum, busco uma discussão respeitosa.
    Ate o presente momento nao tenho por que duvidar de uma ou outra parte. Apenas tenho mais duvidas do que respostas. E pretendo nao tirar nenhuma conclusão precipitada sobre nenhum assunto.
    Sds



  • Fernando Chiocca  03/05/2011 23:20
    Eu ri [2]

    Inclusive estes mariners da foto são iraquianos: atlasshrugs2000.typepad.com/atlas_shrugs/images/saddam_.jpg

    Da wikipédia:

    "Apesar dos grandes genocídios a ele atribuídos, os defensores de Saddam Hussein argumentam que precisava de neutralidade o julgamento que, segundo eles, deveria acontecer em um tribunal internacional, com juízes de várias nacionalidades. Os apoiantes do julgamento, contudo, defendiam que ele fosse julgado pelo próprio povo iraquiano, o que duvida-se que tenha acontecido, pois o país estava sob ocupação militar e com um governo universalmente reconhecido, tanto por seus adversários como até por seus partidários, como fantoche e o julgamento se deu com as forças de ocupação dando treinamento meticuloso à promotoria e lhe disponibilizado recursos e informações imensamente desproporcionais aos da defesa."

    Que grande analista de analistas de assuntos internacionais.. tão bem informado e com argumentações tão fortes e bem embasadas..
  • Vitor  04/05/2011 14:59
    Wait, what?

    O que a foto de Saddam sendo CAPTURADO tem a ver com o JULGAMENTO de Saddam, ocorrido mais de três anos depois? Você sabia disso, certo?


    Daê você pega um artigo da Wikipedia em português que comprova que tipo, o julgamento era uma farsa.


    Eu não sei ler em árabe, mas vamos então pegar a Wikipedia em INGLÊS:


    "President Jalal Talabani said in a statement, "I think this trial was fair", and "I must respect the independence of the Iraqi judiciary. Until the end I must be silent."[42]
    Prime Minister Nouri Maliki said the sentence may "help alleviate the pain of the widows and the orphans" who lived under Saddam's regime.[42]
    First Deputy Speaker of the Iraqi National Assembly Khaled al-Attiyah said "we expected the maximum penalty against the criminal Saddam Hussein and his henchmen because they committed horrible crimes against the Iraqi people, the Arabs, Muslims and the entire Western community."[42]"


    Saddam Hussein foi executado por um tribunal iraquiano. Um dos seus adovagados, contratado pela sua esposa foi Curtis Doebbler (googleie, você vai curtir o cara).

    Foi então, julgado culpado pelos crimes de guerra cometidos contra os curdos no Irã, contra os Xiitas no próprio Iraque e contra iraquianos após uma tentativa de golpe.


    Foi executado na forca.



    Então, Fernando, Saddam era inocente? Ele não matou essas pessoas nem usou armas químicas? É isso que cê acha?


    E o que vocês tanto riem? Eu não acho o Iraque um lugar ENGRAÇADO.
  • Anon  03/05/2011 13:30
    Só complementando: ultimamente qualquer coisa que não seja informação oficial é "conspiracionista", "paranóico", mesmo que acreditar na versão oficial seja um autêntico salto de fé.
    Pior ainda é ver esse tipo de comportamento entre libertários, que deveriam ser as pessoas mais escoladas em todo tipo de incentivo perverso por trás de uma instituição como o Estado, como se não fosse a coisa mais natural do mundo uma forma de governo que depende da opinião pública tentar manipular a opinião pública.
  • Joao  03/05/2011 13:32
    Essa história está começando a tomar caminhos bizarros. Agora, dizem que o Bin Laden não estava armado, e que não usou uma esposa como escudo humano.

    Aliás, mesmo que o Bin Laden tenha sido morto nessa ação militar, isso não diminui em nada a força da Al Qaeda. Certamente o Bin Laden, já debilitado fisicamente, havia preparado sucessores há muitos anos.
  • Thiago  03/05/2011 15:00
    Vocês sentem prazer em ser do contra em absolutamente qualquer assunto?
    Criticam tanto esquerdistas mas são tão utópicos e insensatos quanto os mais radicais deste grupo.
  • Luis Almeida  03/05/2011 15:07
    É verdade, Thiago.

    Ser realista e sensato, como você, é acreditar em absolutamente tudo que o governo americano cospe -- afinal, onde já se viu políticos mentirem em benefício próprio?

    Absurdo esse povo chato daqui pensar assim... Deveria ser proibido.
  • mcmoraes  03/05/2011 15:13
    Thiago, é extremamente fácil provar que o pessoal do IMB é do contra em absolutamente qualquer assunto. Para isso, basta apontar as contradições defendidas pelo IMB. Afinal, quem é do contra em absolutamente qualquer assunto, contraria até mesmo as próprias opiniões. Se você não for capaz de sustentar sua acusação, não terei outra alternativa a não ser pensar que o comentário do Clóvis acima, sobre analfabetos funcionais, se aplica a você também.
  • Thiago  03/05/2011 15:12
    Ué, o fato de os políticos mentirem em benefício próprio não torna toda e qualquer palavra de um político uma mentira. Eles não falam verdades também?
    Tenho até a impressão que nos comentários vocês tentam parecer os mais radicais possíveis, como prova de sua racionalidade libertária.

  • Luis Almeida  03/05/2011 15:14
    Cite-me uma verdade dita pelo governo Obama.
  • Clovis  03/05/2011 15:26
    Obama? Verdades? Esse aí começou mentindo já na pré-campanha. Descaradamente.

    Lembram quando ele disse que o tio dele participou das tropas americanas que libertaram Auschwitz?

    www.youtube.com/watch?v=eVRaA_Z7430&feature

    Dois detalhezinhos bobos: o tio dele nunca serviu nas forças armadas americanas e quem libertou Auschwitz foi o Exército Vermelho.

    Ele também jurou de pés juntos jamais ter participado de um partido socialista. Imediatamente depois surgiu sua carteirinha de filiação e jamais se tocou no assunto de novo.

    Quem quiser um bom resumo do currículo do cidadão veja aqui:

    www.midiasemmascara.org/artigos/desinformacao/12017-o-homem-invisivel.html

    Obama é político mais pernicioso, mentiroso e sedento de poder que já surgiu nos EUA.
  • Vitor  03/05/2011 15:30
    Eu tenho uma!

    "Obama was born on August 4, 1961, at Kapi?olani Maternity & Gynecological Hospital (now called Kapi?olani Medical Center for Women and Children) in Honolulu, Hawaii"

    Estranho, ninguém acreditava nisso também (pediam sei la´, fotos do bebê com a fralda dos EUA). Os demoniocratas mostraram então um pedaço de papel mequetrefe e pronto. Fim da polêmica e fim das chances de algum político Republicano ser levado a sério.

    Obama não é um anti-cristo, é só um político democrata.
  • anônimo  03/05/2011 15:35
    Vitor, qual certificado? Este?

    networkedblogs.com/hlAdU

    Sério?
  • Vitor  03/05/2011 15:56
    Não sei, foi esse que mostraram?

    Então....você diz que ele não é americano...beleza, ele não pode ser presidente então.

    O que vocês estão esperando para contar ao mundo isso!?

    Com maravilhosas provas que vocês tem então temos que um queniano não matou um líder de uma rede terrorista.


    Spread the News!
  • Clovis  03/05/2011 16:05
    De minha parte, não vejo problema algum em um não-americano ser presidente dos EUA. Tal proibição é frescura da constituição deles.

    Estou apenas mostrando como mentir deslavadamente é uma caracteristica tipicamente obâmica. Tá certo que políticos mentem, mas Obama elevou essa tradição ao apogeu.

    E o pior é que tem seguidores fanáticos, sempre dispostos a defendê-lo contra absolutamente tudo. Pior do que o criminoso é aquele que defende acirradamente o criminoso. Da mesma forma, pior do que político trambiqueiro e safado é aquele que defende calorosamente essa espécie.
  • Vitor  03/05/2011 16:15
    Clovis, esse artigo da constituição deles pode ser idiota (eu concordo!), mas deve ser respeitado. O problema é que todo mundo quer pagar de que sabe "coisas que os outros não sabem" com teorias conspiratórias doidas.

    Se o negão não é americano, IMPICHEM ele. Fácil. Só que nãaaaao, todo mundo fica na internet pagando de Glen Beck sem mostrar nada consistente. Cadê a prova que ele não é americano? Cadê a Prova que Bin Laden está vivo? Cadê a prova que o Bush mentiu de propósito com as armas?

    O mais estranho é que ninguém aceita explicações razoáveis como 1 - Obama nasceu no Havaí e seu pai o registrou 3 dias depois; 2 - Eles não querem mostrar fotos do Osama por medo de represálias de sectários; 3 - Bush estava completamente mal-assessorado e a CIA não tinha certeza das suas informações. Sempre tem de ter algum complicador, afinal, estados SEMPRE MENTEM não importa o que falem. Será que a galera aqui vacina os filhos nos postos de saúde? Como sabem que a vacina não tem um agente que causa câncer (outra teoria conspiratória imbecil)
  • mcmoraes  03/05/2011 16:12
    Vitor, o anônimo ae em cima está questionando a validade do certificado e não está afirmando que o cara não é americano. Como você não consegue enxergar isso? A única explicação que vejo é que você, novamente, está trollando aqui.
  • Vitor  03/05/2011 16:56
    E no mesmo site, um post sobre a matéria na Fox News validando o mesmo.

    Amigo, você realmente não sabe o que é um troll.
  • Joao  03/05/2011 16:51
    Vitor, não sei por que você sente essa necessidade de defender o Obama e, de repente, ignorar o fato de que os artigos neste site são baseados em argumentações bastante coerentes e sólidas (veja que, no artigo, não há Se você não acha esquisito que essa notícia tenha aparecido justamente agora, bem, você é um sujeito bastante crédulo.
    Eu já digo o seguinte: Mesmo que o Osama Bin Laden tenha realmente sido assassinado, e mesmo que a certidão seja verdadeira (pode ser, sim, que seja falsa, e que isso só fique claro daqui a muitos anos), tudo isso é só cortina de fumaça, já que a morte de Bin Laden em nada atrapalha a rede Al Qaeda, que certamente já tem inúmeros sucessores. Ou alguém aqui acha que um líder já debilitado não vá procurar sucessores? Não estamos falando de um grupelho de idiotas. Estamos falando de um grupo terrorista muito, muito forte.
    O problema da economia dos EUA continua. A bomba-relógio continua. O Ben "Helipcoter" Bernarke (ganhou esse apelido porque disse uma vez que iria recuperar a economia nem que precisasse jogar dólares de um helicóptero) continua à solta, e ele continua insistindo em "arrumar" a economia com impressão de dinheiro. Logo, para acompanhar a pilha de dinheiro gerada do nada, vem aí a pilha de regulações de mercado com a altura de 2,6 Empire States (e isso é sério). O mesmo estado que se endividou para criar uma ilha de fantasia da prosperidade agora faz de conta que a culpa é do mercado e da falta de regulamentação. O que poderia ser uma pequena recessão se transformou em uma grande recessão, e, aos poucos, os EUA estão caminhando para um buraco cada vez maior. E isso não é nenhum exagero. Basta analisar os números. Desemprego chegando a quase 20% (segundo as estatísticas que incluem subemprego, etc), jovens recém-formados não conseguem encontrar emprego, preços subindo cada vez mais... Não digo que os EUA acabarão, mas garanto que, daqui a não muito tempo, a situação ficará insustentável. Tente imaginar um default da dívida dos EUA. Eu não consigo imaginar todas as consequências.
    Resumindo: Matar Osama bin Laden ou o Obama não ser cidadão dos EUA são problemas microscópicos perto do que está acontecendo por lá. E isso foi, sim, causado pelo ESTADO. Ou você acha que todos os grandes empresários, ao mesmo tempo, conseguiram se unir para fazer mega-operações de bolhas à margem da lei? Tudo isso começou há décadas, amigo.

  • Vitor  03/05/2011 17:06
    Jovem, WTF you're talking 'bout?

    O que os empresários/défict/crise econômica tem a ver com o artigo ou com meus argumentos?

    E onde eu estou DEFENDENDO O Obama? Não gosto do Obama nem do Bush, sou libertário também. Acho que o PCR um puta economista, tanto quanto o Reagan foi um bom presidente.
    Mas é preciso focar em outras fontes para evitar o radicalismo de opinões que não enriquece nenhum debate, fica um bando de oveelhas concordando entre si.

    Mas ficar com teoria conspiratórias faz vocês parecem um bando de malucos que não devem ser levados a sério. Fica parecendo um think-tank que bota muita ênfase no "tank" e muito pouca no "think".

  • Vitor  03/05/2011 15:27
    Thiago, tenho reparado exatamente isso. Eles só trocam "propriedade privada" por "estado" como fonte de tudo que há de mal no mundo, do terrorismo, da violência, medo enfim.;

    Pelo andar da carruagem foi algum estatista que botou Paolo Rossi no estadio Sarría em 1982.
  • Marcos  03/05/2011 15:33
    A ironia dessa situação é que com a sua morte Osama bin Laden pode acabar conseguindo soltar mais uma "bomba" nos EUA: a reeleição de Obama. Para quem quer destruir os norte-americanos é um feito e tanto...
  • André Cabrera  03/05/2011 15:51
    Vitor, o autor não disse que o Obama é o anti-cristo encarnado que veio para destruir os americanos e a Terra, ele só constatou o óbvio: popularidade em baixa, déficits alarmantes e de repente uma "vitória" como essa aparece. Não pode ser mera coincidência.
    E não, você não tem como provar que Osama não já estava morto antes, mesmo que tenha alguma prova na mídia, difícil de acreditar... E não era o próprio governo dos EUA que usavam o argumento de que como o Osama estava doente, ele já não tinha tanta influência entre os radicais islâmicos e que novas lideranças haviam surgido (assim justificando sua estadia em vários países árabes)? É o que eu acredito: o Osama já é irrelevante e isso não vai impedir os radicais islâmicos de continuarem agindo, foi claramente usado como artíficio pro Obama ser eleito.
    Enfim, terrorista por terrorista (não vejo muita diferença entre o Obama e o Osama, só muda o país atacado), ao menos um temos certeza que está morto (nem que seja 2 vezes).
  • Vitor  03/05/2011 16:42
    André, ninguém está dizendo que o terrorismo acabou. E sim, Osama só funcionava como símbolo (conseguiu ficar 10 anos escondido dos americanos, algo difícil). Ele não tinha influência direta como líder, apenas como bandeira de união. Sua morte faz pouca diferença pra Al Qaeda que não seja moral. E nunca houve certeza que ele estava mesmo doente. E se estivesse, faria muito mais sentido ficar numa casa conformtável que em Tora Bora. É difícil pensar assim? Onde está o furo da lógica aqui?

    Quanto à frase padrão de qualquer teoria da conspiração "Não pode ser mera coincidência."...amigo, como assim COINCIDENCIA? Tem 10 anos que tem um monte de gente procurando o barbudo. E esperem...se Osama está morto a muito tempo por que o Bush não soltou essa antes? Ele tava levantando a bola para o Obama? São perguntas como essas que parece que vocês não fazem antes de mandar essa insane troll logic.

    Obama está com popularidade baixa -> Inventou a morte do Osama -> Obama Reeleito

    Cara, esse é um plano tão furado que chega a ser cômico. Tipo, uma armação com mil pessoas na era do Wikileaks? Really? Qual a chance de alguém abrir o bico numa mesa de bar, a porra toda ser descoberta e o Obama nunca mais ser eleito nem para síndico?

    Sério, qual o indício, por menor que seja, que alguma das teorias que vocês estão levantando são verdadeiras? É isso que um troll faz? Perguntas? Ou só porque acho que o artigo é muito, muito fraco, sem bases reais e feito por um cara que não saca nada de geopolítica eu sou um troll? É isso? Ad Hominem mesmo?
  • andre  03/05/2011 18:35
    Nova seita do vitor, "eu defendo até a morte o tio sam".
  • Vitor  03/05/2011 18:42
    Nova seita do Andre, faça ataques ad hominem quando não puder responder algo. Vai fundo garoto, desse jeito você vira presidente do DCE da sua faculdade!
  • Felix  03/05/2011 16:37
    Venho neste site diariamente
    mas este artigo de hoje é muito vazio e desinteressante, principalmente para o Brasil.
    Não podemos perder nosso tempo com bobeiras que estes governos falam. Mesmo Osama.
  • Lutty  03/05/2011 17:04
    Estou ansioso para ver os próximos capítulos de "A nova ordem mundial".

    E sendo verdadeira ou não o assassinato de Osama Bin Landen, até o presente momento Obama está por cima (bom para o seu partido), mas ainda sim espero que o americanos tenham o mínimo de ilustração para não colocá-lo no poder por mais um mandato (apesar que imbecil coletivo sempre fala mais alto).

    Esperemos para ver o Wikileaks terá para nós nos próximos capítulos. Se for mentira... terei pena dos democratas (BAZINGA!).

    Leiam "ORIENTALISMO, O ORIENTE COMO INVENÇÃO DO OCIDENTE" de Edward W. Said, pois será muito proveitoso em momento como esse, para retirar a venda colocadas pela mídia ocidental.

    Obs: Não adorar do Leviatã, mas achar que o 11 de Setembro de 2001 (meu aniversário) foi um feito tramado pelo governo um exagero, um séria acusação (se isso fosse verdade o "Estado de natureza" seria a única opção razoável) e ao meu ver as analises realizadas sobre a possível conspiração do Estado são grosseiras. Enfim essa é apenas minha modesta opinião sem peso acadêmico ou geopolítico.



  • Miguel A. E. Corgosinho  03/05/2011 18:12
    Coincidência: Osama e o capitalismo dos EUA estão mortos, ao mesmo tempo, pelo resultado que levaram destruição internacional, e acabaram sobrevindo contra eles a ordem natural que ninguém reage.

    Agora começará aparecer aqueles impotentes que se relacionavam tão bem com o caos do mundo, mas trazendo nas suas mentes que também vão enterrar brevemente as características do papel derrotado que fica entre eles e o poder do mal...

    Deixe-me ensinar-lhes uma formula espiritual que tem ajudado milhares de pessoas: Experimentem o amor e o perdão de Deus.
  • Clovis  03/05/2011 18:31
    Rhyan, Vicente e demais que estão falando que a mídia nunca comentou da morte de Osama bin Laden, me expliquem essa matéria, de dezembro de 2001:

    www.foxnews.com/story/0,2933,41576,00.html


    Usama bin Laden has died a peaceful death due to an untreated lung complication, the Pakistan Observer reported, citing a Taliban leader who allegedly attended the funeral of the Al Qaeda leader.

    "The Coalition troops are engaged in a mad search operation but they would never be able to fulfill their cherished goal of getting Usama alive or dead," the source said.

    Bin Laden, according to the source, was suffering from a serious lung complication and succumbed to the disease in mid-December, in the vicinity of the Tora Bora mountains. The source claimed that bin Laden was laid to rest honorably in his last abode and his grave was made as per his Wahabi belief.

    About 30 close associates of bin Laden in Al Qaeda, including his most trusted and personal bodyguards, his family members and some "Taliban friends," attended the funeral rites. A volley of bullets was also fired to pay final tribute to the "great leader."

    The Taliban source who claims to have seen bin Laden's face before burial said "he looked pale ... but calm, relaxed and confident."

    Asked whether bin Laden had any feelings of remorse before death, the source vehemently said "no." Instead, he said, bin Laden was proud that he succeeded in his mission of igniting awareness amongst Muslims about hegemonistic designs and conspiracies of "pagans" against Islam. Bin Laden, he said, held the view that the sacrifice of a few hundred people in Afghanistan was nothing, as those who laid their lives in creating an atmosphere of resistance will be adequately rewarded by Almighty Allah.

    When asked where bin Laden was buried, the source said, "I am sure that like other places in Tora Bora, that particular place too must have vanished."
  • anônimo  03/05/2011 18:46
    Excelente essa desenterrada, Clóvis! Histórica eu diria. KKKKKK! A própria mídia disse que o cara morreu em dezembro de 2001 e, desde então, nunca mais se teve notícias dele (todos os vídeos divulgados eram imprecisos, não havia referência nenhuma a datas ou eventos, nada) e os cordeirinhos seguem acreditando no governo americano.

    Se o povo gosta, fazer o que.
  • mcmoraes  03/05/2011 18:49
    Tem também essa outra matéria aqui.
  • Augusto  03/05/2011 19:05
    "Porém, a questão principal é essa: como Bin Laden conseguia movimentar seu dinheiro? Qual sistema bancário o estava ajudando? O governo americano sempre consegue confiscar os ativos de pessoas e até mesmo de países inteiros, como ocorreu mais recentemente com a Líbia. Por que não conseguiu fazer isso com Bin Laden? Será que ele simplesmente andava carregando saquinhos com $100 milhões de dólares em moedas de ouro e enviava emissários para distribuir os pagamentos? Era assim que ele financiava suas operações vastas e amplamente distribuídas pelo mundo?"\r
    \r
    Pode parecer surpreendente, mas é isso mesmo.\r
    \r
    Mais informações, aqui: en.wikipedia.org/wiki/Hawala
  • Erick Skrabe  03/05/2011 19:35
    Talvez o Osama ainda esteja vivo. E porque ele ñ aparece ?

    Porque ele é humilde. Já reconheceu que o Bush, o Obama e o Ben estão tendo muito mais sucesso para destruir os Estados Unidos.
  • Leandro  03/05/2011 19:55
    Prezados, por gentileza, tentem diminuir um pouco a temperatura do debate aqui. Vocês ficaram indevidamente agitados.

    Ademais, vejo que algumas pessoas não pegaram a ideia principal do artigo. Se OBL morreu ontem ou se já estava morto há anos, isso é secundário. A questão principal agora é outra, a saber: dado que agora todos confirmam que o elemento realmente morreu, resta a pergunta: será que os EUA finalmente irão se retirar do Afeganistão (afinal, eles foram lá com a justificativa da caçar Bin Laden), cortar boa parte de seus gastos militares e, com isso, tentar trazer um pouco de sanidade ao orçamento do governo federal?

    Vale lembrar que a redução dos gastos militares americanos possui implicações diretas sobre a monetização do déficit via Federal Reserve -- ou, falando mais claro, corte de gastos militares pode reduzir o déficit no orçamento do governo americano e, consequentemente, reduzir a quantidade de dólares que o Fed está imprimindo, algo que terá impacto direto sobre a cotação do real e, em última instância, sobre a própria inflação de preços aqui no Brasil (o BACEN não mais precisará ficar comprando tantos dólares quanto vem fazendo atualmente).

    Essa é a principal questão. Teorias conspiratórias sobre se Bin Laden já estava morto ou não agora possuem importância meramente diversionista. O fato é que ele definitivamente está morto.

    Abraços!
  • Lutty  03/05/2011 21:00
    Bom... Saddam já morreu, não há armas de destruição em massa e as tropas permanecem no Iraque.
  • Mohamed Attcka Todomundo  03/05/2011 21:50
    "Vada com diós Osama!" Mas com o deus verdadeiro, e não com este em que vc acredita.
  • Lutty  03/05/2011 23:45
    Isso foi um ataque grosseiro e estúpido ao islamismo ou uma piada (se foi eu não entendi explique)?

  • Lutty  03/05/2011 21:04
    Com todas as consequências da permanência das tropas, acho que as coisas não mudaram apesar do "saldo devedor" dos EUA. Pura especulação minha, mas um dia os EUA não suportaram a conta da guerra.
  • iliketurtles  04/05/2011 00:29
    em 2009 o Obama ja tinha assinado o plano de retirada das tropas do iraque e afeganistao.
    Iraque no meio desse ano e Afeganistao no final do ano.
  • Lutty  05/05/2011 08:10
    O que no fundo eu esperava:

    www.elpais.com/articulo/internacional/OTAN/seguira/Afganistan/deje/ser/refugio/extremistas/elpepuint/20110505elpepiint_1/Tes
  • Osama Bin Laden  03/05/2011 23:38
    Eu estar vivo numa prisão de segurrança máxima do governo americano.
  • oneide teixeira  03/05/2011 23:55
    E se Osama bin laden estiver vivo e fez um acordo com os Estados Unidos entregando informações e deixado em paz para viver ate sua morte natural.
    O acordo seria bom para ambos os lados, ele Osama fica como martir e deixado em paz para viver (morrer)em paz, sem assedio dos seus e do Estados Unidos.
    Os Estados Unidos fica com o seu trofeu e com informações e a certeza que ele não vai conspirar contra os EUA.
  • Fernando Chiocca  04/05/2011 00:06
    Ron Paul sobre o anuncio da morte de bin Laden: Ron Paul on Bin Laden's Capture
  • André Luis  04/05/2011 00:35
    Nihil. É só o que resta comentar. Absurdos dos dois lados. Falácias a torto a a direito. Fuga de tema. É de perder totalmente o tesão.
  • Sergio Kosta  04/05/2011 18:12
    MATAMOS PAPAI NOEL.AGORA, VAMOS PEGAR O COELHINHO DA PÁSCOA. Nihil novum sub sole.
  • Andre Cabrera  04/05/2011 20:46
    Vitor,
    Eu não disse que o terrorismo acabou ou que a morte do Osama foi "inventada", só disse que isso era irrelevante: o terrorismo vai continuar e esse evento vai ser usado pro Obama ser reeleito, como uma "vitória" dele... E de tão caquético que ele tava acho que não fazia muita diferença entre viver e morrer praquele ser né.
    Segura suas garras aí amiguinho, ninguém aqui tem medo de discussão ou faz parte de uma seita como você tem atacado desesperadamente, é só pesquisar e argumentar e não recair em cognitive bias. Abraços :)
  • Angelo T.  05/05/2011 15:09
    Ou o governo americano matou mais uma pessoa em mais uma guerra, ou está mentindo.
    De qualquer forma não é lá uma posição a se vangloriar.


  • Fernando Chiocca  05/05/2011 15:43
    Exato.
    Um terrorista colossal está dizendo que matou outro terrorista peixe-pequeno.. E daí?
    O terrorista vivo continua aterrorizando milhões de pessoas em todo mundo, principalmente no território em que seu domínio é maior, roubando todos, colocando milhões de inocentes em jaulas e até molestando sexualmente os que se atrevem a usar aviões.

    O terrorismo continua firme e forte.
  • Anon  05/05/2011 19:37
    Jon Stewart ganhou o debate:

    www.thedailyshow.com/watch/wed-may-4-2011/face-off
  • Andre Mello  06/05/2011 11:49
    Nego acredita em tudo que vê. Como se o governo e a mídia fossem idôneos e dignos de confiança.

    Alguém aí pra cima comentou sobre a ida do homem à Lua em 69. Eu sou um dos que não acredita nesse feito. Hoje com todo o avanço tecnológico seria muito complicado fazer uma missão tripulada a Lua. Agora pense em 69... eu vejo como uma questão de lógica. Vc já viu o módulo da Apollo? Acredita mesmo que aquilo pousou na Lua e voltou pra Terra? Agora leve em consideração as necessidades políticas da época... Enfim, cada um acredita no que quer...

    Mesma coisa com o 11 de setembro. Quem foram os verdadeiros beneficiados com o atentado?

    E agora a onda do terror está de volta... E o que esperar dessa nova onda? O mesmo de sempre... Diminuição dos direitos dos cidadãos, maiores aportes de dinheiro público para a guerra contra o terror e políticos/empresários ligados ao governo rindo a toa...

    Mas tudo bem, vamos comemorar Osama está morto...

    Queria fugir um pouco do assunto para fazer um comentário. Trabalho na CAIXA e vez por outra encaminho os artigos do MISES para a caixa-postal de meus colegas. Chega a ser impressionante (ou seria repugnante?) a forma como os sindicalistas/homens do governo reagem a eles. As vezes tenho vontade de copiar as respostas e coloca-las por aqui... Não engrandeceria o debate, mas acho que seria engraçado...

    Abraços e parabéns pelo excelente trabalho desemprenhado pela equipe MISES Brasil!
  • Helio  06/05/2011 12:43
    Putz, tem gente que não acredita que o homem foi à lua, que não acredita que o Bin Laden morreu. Por isso odeio teorias da conspiração...

    A pior "teoria da conspiração" é a conspiração à luz do dia: aquela conspiração contra a civilização, via assassinatos sem devido processo legal, com pura vingança e ódio, olho por olho; a "conspiração" de guerras imorais, etc.
  • Fernando Chiocca  06/05/2011 13:40
    Mas você mesmo já criou sua prórpia teoria da conspiração dizendo que acha que Obama está mentindo e formulou hipóteses de qual seria a verdade, de quando, porque e como as fotos que ele disse que não vai mostrar serão mostradas...

    E porque "putz"? Gente que duvida da palavra de mentirosos contumazes que são os políticos deve ser vista com ótimos olhos. O que lhe dá tanta certeza que Bin Laden morreu? Você conhecia ele? Conhece alguém que viu o corpo? Ou só a palavra do governo americano lhe é o suficiente!?

    E motivos para mentirem eles tem aos montes. Assim como tinham motivos para, no auge da Guerra Fria e da Corrida Espacial, forjar a chegada do homem à Lua.
    Eu também duvidei por um bom tempo, analisando algumas evidências, e digo que só fui convencido depois que assisti o Caçadores de Mitos, que foi o próprio Rhyan que me mostrou. Mas mesmo assim não totalmente, já que as evidências que eles reuniram foram obtidas na própria estatal NASA!

    Em 2001, a Fox exibiu um documentário que conclui que o pouso na lua foi forjado. O show foi assistido por mais de 15 milhões de pessoas e pesquisas mostraram que o ceticismo quanto a ida do homem à Lua aumentou em 20% entre os americanos. Teoria da Conspiracão: Nós pousamos mesmo na Lua?

    De qualquer forma, foi um evento que toda civilização deve se lamentar, em que o estado assaltou trilhões de dólares de seus súditos para que homens desse pulinhos na Lua, enquanto todo este dinheiro poderia ter sido usado para satisfazer as necessidades muito mais urgentes das pessoas.

  • Fernando Chiocca  06/05/2011 13:45
    O FED e sua origem é um exemplo de conspiração que nós sabemos ser real, mas que a maioria do púplico desconhece completamente.

    Muitas teorias da Conspiração acabam se revelando como verdadeiras:
    33 Conspiracy Theories That Turned Out To Be True

    The Conspiracy Theory of History Revisited

    Ceticismo costuma fazer muito bem, e ceticismo frente ao que vem do governo é uma obrigação.
  • Mauricio  06/05/2011 14:03
    "Um terrorista colossal está dizendo que matou outro terrorista peixe-pequeno.. E daí?"
    Parabens Fernando Chiocca.
  • Thiago  06/05/2011 18:59
    A Al-Qaeda confirmou nesta sexta-feira, 6, a morte de seu líder Osama Bin Laden, morto no Paquistão no último domingo, 1, durante uma operação dos EUA.
    No comunicado, a Al-Qaeda diz que a felicidade dos americanos "vai virar tristeza", confirmando a possibilidade de uma tentativa de retaliação pela morte de Bin Laden.

    Segundo a AP, a autenticidade do comunicado não pode ser comprovada, mas foi publicado em sites que tradicionalmente a Al-Qaeda utiliza para deixar suas mensagens.

    É, provavelmente o governo americano postou essa mensagem em nome da Al Qaeda, ou quem sabe deu dinheiro a ela para ela postar esse comunicado.
  • anônimo  07/05/2011 10:34
    Com exceção feita aos muros altos da Academia Militar e outras instalações das Forças Armadas, como o hospital militar, Abbottabad é um vilarejo rural, com pequenos estabelecimentos e vendas que funcionam com geradores a diesel. Em um desses estabelecimentos, Zul Qurwin, de 22 anos, diz ainda esperar por uma prova de que Bin Laden um dia viveu na cidade.

    Outro morador, o policial Matik Aman, também duvida que o homem mais procurado do mundo vivesse ali. "Você acredita mesmo que Bin Laden estava escondido nesse fim de mundo?" Segundo ele, a ordem que recebeu é a de livrar-se dos estrangeiros e retomar a rotina da cidade. Ainda de acordo com o policial, as mansões vizinhas da casa onde Bin Laden se escondia são ocupadas por militares de alto escalão.

    A rua de terra da casa de Bin Laden começa e termina no mesmo ponto: a Academia Militar do Paquistão. A avenida principal de Abbottabad, que leva até a academia, é bloqueada. O final da rua da casa do terrorista dá nos fundos da Escola do Exército. Ambos os acessos são monitorados por câmeras de segurança.

    Reunidos no mercadinho da esquina, como o fazem os homens das cidades de interior no Brasil, moradores repetiam a teoria que, acreditam, explica o episódio da morte de Bin Laden: "Osama mais Obama é igual a drama". Ou seja, tudo teria sido uma armação. Uma mentira dos Estados Unidos.

    Para Niaz Khan, de 30 anos, o saudita pode até ter vivido mesmo ali, mas já estava morto muito antes da operação. "Naquela casa nunca vimos movimento nenhum", conta. Nascido no bairro, o agricultor aponta sua pequena horta na frente do mercadinho, a uma quadra da casa do líder da Al-Qaeda. "O que esse homem faria aqui?"


    Acesso protegido

    Abbottabad fica em uma área montanhosa. Para chegar à cidade, é necessário acessar a rodovia principal de Islamabad, a capital do Paquistão. Depois, pega-se uma pequena estrada de mão dupla onde caminhões coloridos, ônibus velhos, carroças e pedestres disputam o asfalto sem acostamento nem sinalização.

    A estrada atravessa as pequenas cidades de Hasan Abdel e Haripur, também áreas militares. Até Abbottabad, há três postos de comando do Exército, onde só passa um carro de cada vez.

    "Não é possível alguém se esconder aqui, você entende?", diz Asif, um corretor de imóveis de 33 anos cujo terreno onde fica a casa de Bin Laden tinha sido de seu avô. "Ou os EUA inventaram essa história para aumentar a popularidade do presidente Obama ou nosso governo e militares estão mentindo."


    www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110507/not_imp716017,0.php
  • Lia Defendi  06/05/2011 21:59
    Do texto indicado pelo Fernando Chiocca, acho que vale ressaltar:

    "Céticos são importantes para se alcançar uma visão objetiva da realidade; entretanto, ceticismo não é o mesmo que reforçar a história oficial. Na verdade, uma teoria da conspiração pode ser argumentada como uma história alternativa à oficial ou "popular". Portanto, quando céticos tentam ridicularizar uma teoria da conspiração usando a história oficial como meio de provar como errada a conspiração estão, em efeito, apenas reforçando a visão "popular" original da história, e na realidade não sendo céticos."

    De fato, um verdadeiro cético não toma nada pelo valor anunciado, e analisa independentemente. É muito comum ver céticos autoproclamados ignorar completamente uma dita teoria da conspiração clamando falta de evidências, no passo que aceitam uma outra teoria, a dita oficial, sob esse mesmo preceito apenas por se tratar da afirmação de um governo, direta ou indiretamente. A relevância de um especialista passa a ser medida pelo quanto o governo concorda com suas conclusões. O governo e todos sob seu aval tornam-se isentos de suspeita. Como isso é ceticismo?

    Agora, a questão do pouso lunar é delicada. É fácil pegar meia dúzia de especialistas da NASA e ridicularizar um zé-ninguém analisando vídeos velhos. É quase uma situação "sem chance". No entanto, eu, que trabalho com TI e estudei a tecnologia de hardware e software que teria sido usada, ainda não me sentiria confortável descartando toda e qualquer teoria negando o acontecimento, pois esse mesmo conhecimento me dá a perspectiva oposta, de que é muito, muito fácil todo aquele engenho sensacional dar muito errado. Por outro lado, a escassa chance de dar certo não implica impossibilidade. Fico no muro.
    Fazer uma réplica idêntica com esse mesmo hardware e software, e usando o mesmo material, e isso funcionando uma segunda vez, me tiraria do muro =)

    Mas a questão do 11/9, no que diz respeito ao racional, não é delicada desse modo. Emocionalmente sim, o que agrava a situação, mas removendo a comoção, dor e o ódio e olhando fria e calmamente para o ocorrido, é impossível não ter no mínimo apenas uma pequena sólida dúvida. O volume massivo de inconsistências na história oficial, incluindo no que diz respeito ao envolvimento de Bin Laden, é inconcebível.
    E é inconcebível em níveis raramente experimentados por uma "teoria da conspiratção", com número significante de especialistas afirmando pública e abertamente que há muito de errado com a história oficial. Por que eles não são ouvidos, e os responsáveis pelo relatório oficial são? Muito foi dito em uma década e é fácil perder o foco. Mas é inaceitável que se aceite uma ou outra versão sem ter conhecimentos equivalentes sobre ambas.
    Se só "seguir o dinheiro" e ver quem faturou alto com o desastre não basta, considerar as leis da física já é um bom começo para os "céticos incrédulos", já que para que a história oficial se sustente é preciso que a ciência se retire, como confirmando por vários especialistas "não oficiais".
  • augusto  06/05/2011 23:22
    "Agora, a questão do pouso lunar é delicada. É fácil pegar meia dúzia de especialistas da NASA e ridicularizar um zé-ninguém analisando vídeos velhos."\r
    \r
    www.reuters.com/article/2009/07/16/us-nasa-tapes-idUSTRE56F5MK20090716\r
    \r
    Nao eh mera teoria da conspiracao - as fitas sumiram.\r
    \r
    Eu acredito que eles tenham sim ido a lua. Nao porque eu tenha muita confianca em que o que qualquer agencia governamental diz, mas porque seria dificil esconder a vedade com tanta gente envolvida.\r
    \r
    Agora, acho que eh razoavel concordar que o sumico das fitas originais eh motivo suficiente para se ficar com a pulga atras da orelha... ;-)
  • João  07/05/2011 13:01
    Além do mais, não sei se faria sentido inventar algo assim. Ora, o governo dos EUA tinha rios de dinheiro à sua disposição. Se dinheiro não era um problema, por que economizá-lo em uma fraude? Eles sabiam que o povo aplaudiria a ida do homem à lua e não questionaria o valor real daquilo.
    Se você está se perguntando por que não houve uma segunda ida do homem à lua, bem, você primeiro deve se perguntar por que diabos o homem foi à lua na primeira vez. Uma segunda empreitada dessas não teria nenhum impacto político, ou seja, mesmo para os políticos, seria dinheiro jogado fora.
  • Augusto  07/05/2011 14:09
    Só tem um erro no teu raciocínio, João: askville.amazon.com/times-man-walked-moon/AnswerViewer.do?requestId=366692\r
    \r
    curiosamente, poucas pessoas parecem saber disso. ;-)
  • Joao  07/05/2011 14:44
    Realmente, eu havia me esquecido desse "detalhe". Foi uma burrice tremenda da minha parte. Porém, o núcleo da minha argumentação ainda vale. O governo dos EUA tinha dinheiro demais, e conseguia tranquilamente financiar essas viagens espaciais. Tudo para competir com a URSS, apelidada carinhosamente por alguns de "Bangladesh com mísseis".
  • IIvanildo Terceiro  21/05/2011 18:28
    Como assim o homem não voltou a Lua? Que eu saiba os americanos voltaram para a Lua em mais cinco oportunidades (Apollo 12, Apollo 14, Apollo 15, Apollo 16, Apollo 17), depois da Apollo 11, isso sobre cerrada vigilância da URSS interessada em deslizes dos americanos.

    Esses e outros mitos a respeito da viagem a Lua, são desfeitos nesta página:

    www.projetoockham.org/historia_lua_1.html
  • Thiago  07/05/2011 17:15
    Cade o pessoal que tava duvidando que os EUA realmente mataram o Bin Laden semana passada?
    Até a Al Qaeda já confirmou..
  • anônimo  07/05/2011 17:40
    Exato, confirmaram o que já se sabia. O sujeito está morto. Confirmaram com vários anos de atraso...

    Entre confiar no governo americano e na Al Qaeda, fico com os relatos dos cidadãos dessa cidade do Paquistão.

    www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110507/not_imp716017,0.php
  • Angelo Noel  07/05/2011 18:21
  • Fernando Chiocca  07/05/2011 22:12
    Hehehhe, muito boa essa aqui do Laerte: imageshack.us/photo/my-images/815/i0705201103.gif/
  • anônimo  08/05/2011 16:25
    Na verdade eles vão ter que "rebolar" muito para esclarecer esse fato! E já estão fazendo isso: o enrredo já está pronto, o palco já foi montado, agora é só manipular os fatos e meter conversa no juízo de quem acredita em qualquer coisa. Um pequeno grupo de agentes "pegaram" o terrorista desprevenido; entraram em seu esconderijo e não receberam nenhuma bala, nenhuma bomba, foi fácil! E o corpo do suposto morto foi jogado ao mar; mas não se preocupem "temos as provas em fotos e vídeos só que não queremos mostrar"! O DNA é tirado e testado sem nenhuma chance de erro; também não se preocupem, pois apesar de nunca antes termos tirado uma amostra ainda assim podemos compará-la com a da suposta irmã, filha, esposa, irmão.(alguém acha que, mesmo se essa fosse a intenção, uma amostra de DNA pode trazer uma pessoa de volta exatamente como ela era?) Também os depoimentos de determinadas autoridades é imprescindível para que a notícia tenha valor absoluto! Só que nem todo mundo acredita no que eles falam! O suposto terrorista "morto" agora gera tanto medo quanto quando estava "vivo". Agora vão ter que se preparar, investir mais na "segurança" pois o medo já foi posto nas pessoas e elas querem "proteção"! Vão ter que investir mais em segurança nos aeroportos, colocar as forças armadas para se "mexerem", e até mesmo os cidadãos precisam cooperar tornando-se desde cedo um soldado, quebrando o direito à paz e ao desarmamento! E assim, vão "queimar" muito dinheiro para tudo isso e para as guerras, dinheiro adquirido com muito trabalho; para saciar o ego de pessoas que fomentam orgulho e ambição.\r
    Isso é o método do "mata" e "cura"; causam o "problema" para depois oferecerem a "solução" que vem de acordo com seus planos, para chegarem aos seus objetivos!\r
    Quem é Obama?\r
    Quem é Osama?\r
    Barak Osama!\r
    Obama Bin Laden!\r
    U.S.A.m.a!\r
    Sempre inventando "heróis" e "vilões"!\r
  • Lucas Somensi de Lima  08/05/2011 17:16
    www.nytimes.com/2011/05/07/world/asia/07qaeda.html

    Pelo jeito a Al Qaeda confirmou que Bin Laden está morto. Não posso ler a fonte original (o site é pago) mas pelos trechos citados pelo The New York Times eu diria que a Al Qaeda acredita que bin laden morreu recentemente. Veja isso:

    According to a translation provided by SITE, which ran more than three pages, the statement said that Al Qaeda would not die with its founder and that its members would "continue on the path of jihad." Bin Laden's blood, they added, would not be "wasted in vain."

    Perceba que eles falam do sangue de bin laden. Se bin laden tivesse morrido de morte natural isso não seria mencionado. A evidência que ele morreu recentemente nas mãos dos americanos, e não meses ou anos atrás, está nesse trecho:

    The statement demanded that Bin Laden's remains be given to his family, not disposed of in an "improper way";

    Qual seria o sentido da Al Qaeda pedir os restos mortais do Osama se ele tivesse morrido anos atrás em uma caverna?

    Isso não é uma prova conclusiva, pode haver erros de tradução ou citações fora do contexto. Mas é impossível negar que a evidência aponta para a versão americana, a não ser que você ache que a Al Qaeda também foi enganada.
  • Guilherme  08/05/2011 23:17
    ...a casa branca diz que nao divulga as fotos para nao provocar a ira dos caras...\r
    \r
    ....o que estamos vendo nao e exatamente um pessoal sereno e conformado...\r
    \r
    qual a diferenca?\r
    \r
    \r
    Cara, os EUA estao usando toda esse teatro para colocar a sociedade americana sob o \r
    \r
    controle total do estado, destruindo direitos individuais.\r
    \r
    Ate em shopping centers vao colocar check points com aqueles caras do TSA metendo a \r
    \r
    mao nas nossas calcas!\r
    \r
    \r
    Ja estou tendo dor de cabeca como farei para fugir dos EUA e levar minha familia \r
    daqui para o Brasil. O problema e estar "em cima" dos fatos e um passo a frente, porque, se demorar, vai ser como a revolucao de 1917 na Russia. Disseram: quem quiser sair agora, pode ate sair, mas sem nada.\r
    Muitos haviam percebido meses antes que a revolucao esta no forno...venderam tudo e fugiram para o Brasil. Muitos se tornaram muito bem sucedidos em Sao Paulo, Parana e Santa Catarina.
  • Antonio Medici  11/05/2011 00:07
    Botando lenha na fogueira.

    Alguém já viu alguma evidência do acoplamento entre o módulo lunar e a nave ?

    Tenho dúvidas de que aquele módulo pudesse decolar da lua, mas tenho certeza de que não seria capaz realizar um acoplamento com a nave em órbita lunar antes de retornar para a terra.

    Mas este é um ponto que nunca é abordado. Pois é indefensável. Assim, a NASA só defende os tópicos controvertidos e sobre os quais pode apresentar alguma explicação ou imagem adulterada.

    Mas sobre o acoplamento, nunca falaram nada.

    Quanto ao Osama, é uma complexa cortina de fumaça sobre diversos problemas, mas que sempre passam pelas eleições.

    O Osama já reelegeu o Bush, por que não reelegeria o Obama.

    Mentir é a profissão dos poderosos.
  • Fernando Chiocca  21/10/2011 15:50
    Já ví trocentas fotos do Muammar Khadafy que foi assassinado hoje mesmo... To esperando ainda umazinha do bin Laden..
  • Emerson Luis, um Psicologo  30/11/2014 23:06

    Há alguns anos, a polícia se atrapalhou para prender um simples criminoso e ele conseguiu escapar por certo tempo. Para justificar-se, a polícia convenceu a mídia de que ele era um mestre das fugas, que por sua vez o apresentou à população como um anti-herói. Passou a ser tão admirado que ficou com medo de ser morto e se entregou.

    * * *


Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
Nome
Email
Comentário
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.