A medicina cubana - um modelo?
por , quarta-feira, 12 de agosto de 2009

versão para impressão


kubac298.jpgNa semana passada, a CNN exibiu uma reportagem que mais parecia uma propaganda do Partido Comunista falando como Cuba poderia servir de 'modelo para a reforma do sistema de saúde dos EUA'.

A reportagem da CNN incluía cenas do filme Sicko, de Michael Moore, ao mesmo tempo em que o repórter, falando in loco de um hospital de Havana, emanava entusiasmo sobre as "impressionantes estatísticas" do sistema de saúde cubano.  "A mortalidade infantil em Cuba", dizia o efusivo repórter, "é a menor do hemisfério, junto à do Canadá!".

"Incrível!", provavelmente suspirou o tipo de pessoa que assiste a CNN hoje em dia.  A prova perfeita do "Sim, nós podemos!".  Não é de se estranhar que Colin Powell tenha dito que "Castro fez algumas coisas boas para seu povo!".  Não é de se estranhar também que Michael Moore seja objeto de desdém daqueles detestáveis cubanos radicados em Miami! Antes de Fidel Castro, apenas estes seres desprezíveis podiam bancar seus próprios médicos, ao passo que a massa de famélicos cubanos definhava na doença e na pobreza!

E, de fato, de acordo com os números da ONU, a atual taxa de mortalidade infantil de Cuba coloca o país na 44ª posição no ranking, bem ao lado do Canadá.

Mas o que a CNN deixou de lado é que, de acordo com essas mesmas estatísticas da ONU, em 1958 (o ano anterior à gloriosa revolução) Cuba figurava na 13ª posição, mundialmente.  Isso significa que a Cuba pré-Fidel, robustamente capitalista, tinha a 13ª menor taxa de mortalidade infantil do mundo.  Isso colocava o país não apenas no topo da América Latina, mas também acima de grande parte da Europa Ocidental, à frente da França, Bélgica, Alemanha Ocidental, Israel, Japão, Áustria, Itália, Espanha e Portugal.  Hoje, todos esses países deixam a Cuba comunista comendo poeira, com taxas de mortalidade infantil muito menores.

cubaho3.jpgE mesmo despencando da 13ª posição (quando capitalista) para a 44ª (agora comunista), a "impressionante" mortalidade infantil cubana é mantida artificialmente baixa pelas trapaças estatísticas do Partido Comunista e por uma taxa de aborto verdadeiramente pavorosa: 0,71 abortos para cada feto nascido vivo.  Essa é, de longe, a taxa mais alta do hemisfério.  Em Cuba, qualquer gestação que sequer insinue alguma complicação é "terminada".

Também digno de nota, de acordo com a Associação dos Médicos e Cirurgiões Americanos, a taxa de mortalidade das crianças cubanas com idade entre um e quatro anos é 34% maior do que a dos EUA (11,8 versus 8,8 por 1.000).  Mas esses números — por uma questão de critério — não figuram nas notórias "taxas de mortalidade infantil" da ONU e da Organização Mundial de Saúde.  Portanto, não há pressão sobre os médicos cubanos para que eles falsifiquem esses números — por enquanto.

Em abril de 2001, o Dr. Juan Felipe García, de Jacksonville, Flórida, entrevistou vários médicos que haviam desertado recentemente de Cuba.  Baseado no que ouviu, ele declarou o seguinte: "Os números oficiais da mortalidade infantil de Cuba são uma farsa.  Os pediatras cubanos constantemente falsificam os números a pedido do regime.  Se um bebê morre durante seu primeiro ano de vida, os médicos declaram que ele era mais velho.  Caso contrário, tal lapso pode custar-lhe severas punições, além do seu emprego."

O que é ainda mais interessante (e trágico): a taxa de mortalidade materna em Cuba é quase quatro vezes maior que a dos EUA (33 versus 8,4 por 100.000).  Não deixa de ser algo bem peculiar o fato de que tantas mães morram durante o parto, assim como tantas crianças de um a quatro anos, e, ao mesmo tempo, os bebês com menos de um ano (período durante o qual eles são classificados como bebês pelas estatísticas da ONU) sejam perfeitamente saudáveis!

Tal contradição poderia impelir algumas pessoas a questionar os números oficiais da mortalidade infantil cubana.  Porém, se fizessem isso, tais pessoas jamais iriam conseguir um escritório em Havana para suas agências de notícias, e muito menos um visto para filmar um documentário.

99% dos cubanos não têm a mínima experiência com hospitMARINAZCUYMANWITHINJUREDFOOT.jpgais como aqueles que Michael Moore mostrou em Sicko e os quais o repórter da CNN visitou emocionado.  A maioria dos cubanos vê esses hospitais da mesma maneira que adolescentes veem a Playboy e os maridos veem o catálogo da Victoria's Secret: "Ah, se eu pudesse..."

A propaganda castrista contida em Sicko enfureceu de tal forma as pessoas que foram amaldiçoadas pelo destino a viver nas terras feudais de Fidel, que elas resolveram arriscar suas vidas: utilizando câmeras ocultas, elas foram filmar as condições dos genuínos hospitais cubanos, na esperança de que pudessem alertar o mundo que o filme de Moore era uma trapaça a serviço da propaganda do regime stalinista.

Sob um enorme risco, duas horas de cenas chocantes — e quase sempre revoltantes — foram coletadas por minúsculas câmeras, contrabandeadas para fora de Cuba e entregues ao exilado cubano George Utset, que administra o soberbo e revelador website The Real Cuba (você realmente deve clicar ali e ver todas as fotos, clicando em cada uma delas para ampliar).  O homem que assumiu a maior parte dos riscos durante a filmagem e que fez a exportação clandestina foi o dissidente cubano — e também médico — Darsi Ferrer, que também se dispôs a falar durante as filmagens, narrando grande parte das revelações do vídeo.  O Dr. Ferrer trabalha diariamente nesses hospitais genuinamente cubanos, onde sempre testemunha a verdade.  E o que é mais importante: ele não foi intimidado a revelar essa verdade para o resto do mundo — ele fez tudo espontaneamente.

MARINAAZCUY0707R.jpgOriginalmente, a rede americana ABC planejou mostrar as repugnantes cenas em sua totalidade durante o programa de John Stossel, 20/20.  Acontece que, no dia 12 de setembro de 2007, o 20/20 mostrou apenas um minúsculo segmento sobre o "real" sistema de saúde cubano, que durou escassos 5 minutos e com praticamente nenhuma das cenas que foram contrabandeadas.  O que aconteceu?

Bem, o regime fidelista ficou sabendo desses vídeos e imediatamente entrou em contato com o escritório da ABC em Havana, enfatizando que a "licença operacional" da ABC no país poderia sofrer "escrutínios intensos" caso eles levassem as imagens ao ar.

A ABC (e, sim, também Stossel, uma pessoa que em outras ocasiões sempre admiramos) se acovardou.

PHOTO6R.jpgEntra em cena a Fox News e o apresentador Sean Hannity.  Esse humilde servo entrou em contato com os produtores de Hannity para falar a respeito dos vídeos, e eles imediatamente se prontificaram a examinar o material.  Depois de algumas horas o programa foi ao ar. Você pode ver aquiE aqui.  Os telespectadores da Fox puderam ver pacientes nus cobertos por moscas enquanto deitados em "leitos hospitalares" que consistiam de colchões sem qualquer forro.  Puderam ver também prédios e instalações que seriam condenados por qualquer agência sanitária servindo como "hospitais".  Eles viram e ouviram o Dr. Darsi Ferrer — junto com outros cubanos entrevistados — descrever a impossibilidade de conseguir algo tão básico como aspirinas.

"Ganância" era o que Michael Moore estava combatendo em Sicko, correto?  "Ganância" é o que Obama quer abolir, certo?

Bem, o vídeo mostra burocratas do regime castrista dizendo aos cubanos que aspirinas e outros remédios só poderiam ser disponibilizados se eles pagassem em dólares americanos — e não em pesos cubanos, os quais eles desesperançosamente portavam.


Mais imagens:

kubad298.jpg























BEDATMARINAAZCUY1.jpg


















CHILDRENHOSPITALr.JPG


















cubaho21.jpg












kubaa463.jpg


















__________________________________________

Para mais informações sobre a Cuba pré-Fidel, leia O verdadeiro Che Guevara




113 comentários
113 comentários
Rodrigo 12/08/2009 14:26:45

Na boa.. o artigo é bom, mas poderiam deixar as imagens em um link "a parte", como vcs fizeram com os videos. Achei algumas elas um pouco forte. Abraços

Responder
Lucio 11/03/2013 04:47:18

Não é preciso ir a Cuba para ver em que resulta a socialização da assistencia à saúde, basta ir à maioria dos hospitais publicos brasileiros e depois de verem, digam-me se querem ser tratados lá: corredores, macas de ferro sem colchao, banheiros entupidos, equipamentos sem manutenção, etc, etc, etc....

Responder
Andre 11/03/2013 05:13:21

Lucio, veja este artigo:

Como Mises explicaria a realidade do SUS?

Responder
Leandro 12/08/2009 15:11:08

Prezado Rodrigo, impossível mostrar as mazelas do comunismo apenas parcialmente. Palavras podem ser vãs quando não acompanhadas de suas consequências práticas. Apenas dizer que o sistema de saúde cubano é ruim não é o suficiente. É preciso mostrar o quão ruim ele é. Abraços!

Responder
Eve Lima 31/10/2012 22:19:07

Leandro, tenho que concordar com o Rodrigo.

As imagens são necessárias, sim, para que algumas pessoas se dêem conta da questão, mas você acha que só linká-las as tornaria tão menos eficientes para este fim?

Desculpe pelo meu primeiro comentário em tanto tempo conter uma reclamação, mas eu normalmente leio os artigos rapidamente entre uma tarefa e outra, de forma que eu não seria capaz de escrever nada além dos elogios que vocês sempre merecem. Mas tive que ser chata, porque, do fundo do coração, estas fotos acabam com o meu dia toda vez que eu abro o artigo.

Abraço!

Responder
Isidoro Jorge 14/08/2009 04:14:13

1° Não há absolutamente uma unica prova se quer de que seja em Cuba, logo, pode ser em qualquer lugar do mundo, até mesmo num país de direita onde a saúde pública sempre foi sucateada. 2° Cuba segundo o próprio relatório oficial da CIA possui um dos melhores índices sociais das Américas o que coloca totalmente por terra essa página BABACA possivelmente criada por um "bem informado" fã de Olavo de Carvalho. Tenta outra, Olavete! Essa foi fraquinha demais!

Responder
jota 05/12/2013 09:45:39

Vai em Cuba e vê. Sugiro fazer isso, eu vi e posso falar, é esse lixo mesmo. Uma pena.

Responder
Guilherme 28/12/2013 18:14:21

E o tal do Isidoro ainda não falou quais dados da CIA são benéficos pra Cuba... Só disse que são os "dados sociais".

Responder
LevroneTheBeast 07/12/2014 23:00:14

www.therealcuba.com/Page10.htm

Responder
Leandro 14/08/2009 05:37:32

Quando um fanático vê a crença de toda uma vida ser atacada, é natural que recorra a reações extremadas. Na volúpia de insultar - como forma de buscar um alívio fictício para a paixão que lhe atormenta a alma -, vale até o artifício fajuto de imputar associações, como se o senhor Olavo de Carvalho defendesse os mesmo ideais libertários desse instituto. \nTais insinuações, de tão artificiosas, de tão deslocadas de seu alvo, não chegam sequer a ter a inocente dignidade do ridículo, sendo, no final, apenas uma coisa triste e disforme, uma esquisitice deplorável e gratuita.\nRecomendo ao senhor Isidoro que entre no site indicado pelo texto (The Real Cuba), de onde as fotos desse artigo foram tiradas, e veja lá toda a documentação dos fatos, inclusive vídeos que ilustram o texto. \n

Responder
Eduardo 15/08/2009 11:08:18

Cuba é um presídio e um necrotério no meio do caribe.

Responder
Claudia 21/08/2009 01:15:45

Se a medicina de Cuba é tão boa, porque Fidel possui um médico particular de outro pais????????\nTalvez os ótimos hoispitais a que a ONU e a CIA se referem, é apenas para servir os membros do partidão...O povo, como disse o texto, só tem seu cobertor de moscar para aquece-los.

Responder
Isidoro Jorge 23/09/2009 05:53:36

"Quando um fanático vê a crença de toda uma vida ser atacada..., bla, blá, blá, blá" Tentou escrever bonito na triste ilusão de que poderia impressionar alguém, mas apenas acabou fazendo ridículo. Como eu ja disse antes, NÃO HÁ ABSOLUTAMENTE NADA, que comprove a veracidade desse artigo. Apenas um amontoado de fotos que podem ter sido tiradas de qualquer lugar do mundo. Estou nesse momento desafiando o Sr. Leandro e demais olavetes a contestarem os dados sociais de Cuba apresentados no relatório da CIA (The World Factbook),veja bem, um relatório mantido pela CIA (Central de Inteligência Americana - EUA), sabe o que significa isso? Já ouviste falar dessa central? Pois é isso mesmo, um serviço de inteligência dos EUA. Quem estaria mais interessado nesse mundo em acabar com a reputação sócio política de Cuba do que o próprio "Tio Sam", não é mesmo? Entretanto tiveram que dar a mão a palmatória. Um conselho, Sr. Eduardo ppupe-se da inutilidade das frases de efeito, ela só te fazem parecer mais ridículo. Ao invés disso, concentre teus esforços em sábios argumentos.

Responder
Joel Pinheiro 04/09/2012 13:08:12

A página de Cuba no World CIA factbook está aqui:

https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/cu.html

A o que você se refere, exatamente? Os dados batem com o que o artigo aqui do IMB diz. O único dado que parece indicar algo excepcional é, de fato, o da mortalidade infantil; mas como já está bem estabelecido, esse dado é conseguido via abortos maciços e falsificação da idade de bebês mortos.

Além do mais, temos um outro dado interessante nesse CIA factbook: Cuba gasta 11,8% de seu PIB em saúde. Em termos de gastos relativos, é o 13o maior do mundo. E, no entanto, sua saúde é muito pior do que diversos outros países que gastam menos, inclusive países latino-americanos como Costa Rica, Panamá, Chile, Porto Rico, etc. Mesmo gastando uma porcentagem enorme com saúde, os doentes dormem em meio a fezes. Realmente, a CIA teve de se curvar perante esse dado! O fim do dinheiro soviético - aquele outro paraíso na Terra - não foi benéfico à ilha-prisão.

Agora, você poderia nos dizer especificamente o dado do Factbook que você tinha em mente?

Responder
Hay 04/09/2012 13:36:49

Como eu ja disse antes, NÃO HÁ ABSOLUTAMENTE NADA, que comprove a veracidade desse artigo.

Não temos como convencer defensores irracionais de Cuba de alguma coisa. Sabe, no meu mundo, usando o raciocínio lógico, a gente chega facilmente à conclusão de que, se um governo dificulta o acesso às informações, as chances de essas informações não serem boas são altíssimas. Você certamente espera um detalhado estudo a respeito de Cuba, um estudo homologado pelo governo cubano e assinado pelo Grande Líder. Dica: isso nunca vai acontecer.

Um conselho, Sr. Eduardo ppupe-se da inutilidade das frases de efeito, ela só te fazem parecer mais ridículo. Ao invés disso, concentre teus esforços em sábios argumentos.

É difícil concentrar os esforços em sábios argumentos quando o outro lado não tem nenhum argumento que preste, logo, não tem argumentos sábios. Sabe o que isso me lembra, amiguinho? O monte de intelectuais que defendia a União Soviética. Esses grandes pensadores diziam que só publicavam mentiras a respeito do país, que eles estiveram por lá e tudo funcionava muito bem, etc, etc, etc,. Sinceramente, eu até cheguei a acreditar um pouco nisso. Quando a URSS implodiu, bem, ficou muito claro que a situação não era essa maravilha.

Mas ok, vá lá, continue acreditando que Cuba é um modelo a ser seguido. Eu já aprendi com o caso da URSS e não confio nem um pouco nesses cubanófilos, mesmo porque alguns deles eram quase líderes de torcida da URSS, logo, não são dignos de confiança.

Responder
Marli Freire 22/09/2014 03:09:11

Morei 4 anos na extinta União Soviética e posso afirmar: tanto lá como em Cuba mente-se muito a respeito da real vida que se publica de lá de dentro. Tem avanços na medicina? Sim. Mas é como o Sírio Libanês aqui. Não para os que usam o SUS, apenas para os dirigentes e classes abastadas ou estrangeiros que podem pagar seu tratamento. A saúde pública era fraquíssima e de péssima qualidade, tanto em clínica geral como odontologia. Apenas em oftalmologia e ortopedia se excediam.Mentia-se em tudo. Perguntado se na época(1986) já havia televisor estéreo à rádio central de Moscou, disseram que sim. Mentira. Naquela época era comum os televisores explodirem.Com o final da ajuda soviética a situação de Cuba piorou ainda mais. Não é nem pobreza, é miséria mesmo.Médicos cubanos faltam lá, porque estão trabalhando fora do país para ganhar dinheiro para o governo cubano.

Responder
LevroneTheBeast 07/12/2014 23:02:13

747shoulders@gmail.com

Responder
Isidoro Jorge 23/09/2009 05:57:03

Errata: Onde está escrito: "ppupe-se da inutilidade das frases de efeito", leia-se "poupe-se da inutilidade das frases de efeito"

Responder
Bruno 23/09/2009 11:19:40

As análises econômicas o Instituto Mises Brasil são excelentes, parabéns! Os textos sobre a taxa SELIC foi muito didático.\nAgora, quando sai da economia vira desastre, e vem de contra-argumentar um leitor tentar desqualificá-lo chamando o de fanático fica pior ainda.\n

Responder
Leandro 23/09/2009 11:37:46

Prezado Bruno, agradecemos seu elogio. Observe, no entanto, a postura baderneira do senhor Isidoro, que entrou aqui dando epítetos descabidos à nossa instituição. A resposta a ele não poderia ter sido de fato muito educada. Uma coisa é querer debater com lógica; outra, muito diferente, é portar-se como um arruaceiro. Isso não toleraremos em nossa propriedade.

Responder
Thiago Nogueira 24/09/2009 14:27:16

Isidoro Jorge,\n\nPor mais que você se esforce, não conseguirá esconder o fato de que o sistema de saúde cubano é extremamente deficiente e para lhe provar, recorrerei aos dados da OMS.\n\nDados da OMS - Organização Mundial de Saúde\n\nInvestimento por habitante com Saúde em Cuba : US$ 251,00 / habitante (http://www.who.int/countries/cub/en/)\n\nInvestimento por habitante com Saúde no Brasil : US$ 597,00 / habitante (http://www.who.int/countries/bra/en/)\n\nInvestimento por habitante com Saúde nos EUA : US$ 5,700 / habitante (http://www.who.int/countries/usa/en/)\n\nOu seja, o Brasil gasta o dobro por habitante em Saúde que Cuba. E os EUA gastam 10 vezes mais que o Brasil, e 20 vezes mais por habitante que Cuba. \n\nVocê poderá dizer que um gasto elevado não é sinônimo de um sistema de saúde digno. Okay! É por isso que vou lhe mostrar outros dados.\n\nQue tal comparamos o sistema de sáude de Cuba com o do Chile (país com a maior nota no ranking de liberdade econômica da Heritage Foundation, na América do Sul)? \n\nCuba: http://www.who.int/countries/cub/en/ \n\nChile: Chile : http://www.who.int/countries/chl/en/\n\nPor favor, leia com a devida atenção. Você verá que o Chile possui indicadores melhores do que os de Cuba. \n\nE isso não é tudo! Cuba investe mais ou menos a mesma coisa que os demais países, como proporção do PIB, em seu sistema de Saúde. Onde estão os recursos economizados? Por que a população não tem papel higiênico e a 50 anos é submetida à livreta de racionamento? Onde é que o socialismo enfia os recursos economizados no sistema de Saúde?\n\nAlém disso, poderíamos aludir as razões pelas quais se gasta tão pouco em Cuba com saúde da população: um médico cubano ganha em torno de US$ 200 dólares por ano. Um inglês em torno de US$ 100 mil dólares! Um americano mais ou menos isso, em início de carreira. Um brasileiro ou argentino em torno de US$ 50 mil dólares/ano. E vocês ainda dizem que são os socialistas que mais investem em saúde no mundo!\n\nOs médicos cubanos nunca viram um equipamento de tomografia computadorizado, mas os ingleses, americanos e brasileiros e argentinos tem isso em seus hospitais públicos. Aliás, há umal ista enorme de itêns pra lá de simples que são negados aos cubanos pobres, como aspirinas, analgésicos e anti-bióticos.\n\nSendo assim, estamos vendo como fica fácil reduzir custos. E se reduziu? Aplicou em que o excedente, porque a população nem papel higiênico tem? Onde está? Será que a fortuna de milhões de dólares do Fidel explica isso? Claro que explica!\n\nAlém disso, é preciso lembrar que antes da revolução, Cuba tinha excelentes indicadores sociais. Fidel tinha a faca e o queijo na mão e como bom oportunista que é, usou estes dados a serviço da revolução. Até hoje eu me pergunto porque os socialistas nunca compararam o desempenho dos países africanos que viviam sob os auspícios do socialismo até o final da década de 90, com os países capitalistas. Será que é por medo dos resultados?

Responder
Thiago Nogueira 24/09/2009 14:28:27

Ah... Culpe a formatação deste site pela falta de parágrafos.

Responder
Isidoro Jorge 08/03/2010 14:00:43

Thiago Nogueira escreveu:\n"Isidoro Jorge, Por mais que você se esforce, não conseguirá esconder o fato de que o sistema de saúde cubano é extremamente deficiente e para lhe provar, recorrerei aos dados da OMS."\n\nBom, creio que vc não se deu conta de uns detalhes;\n\n1° A população brasileira, bem como a estadosunidense é bem maior qe a cubana. O que isso significa? Simples! Eu explico. Significa que um país com uma população maior tbm possui maiores problemas com relacionados a violência urbana, numero de dependentes de drogas, acidentes e outros, isso implica diretamente numa reserva maior a ser destinada a saúde tendo em vista que com numeros relativos aos riscos citados acima expressam as chances de exposição aos mesmos de cada habitante também sejam maiores, exigindo assim uma maior demanda a saúde como uma medida preventiva. Tanto é verdade isso que os números referentes a expectativa de vida no nascimento masc/fem, expectativa de vida saudável masc/fem, probabilidade de morte antes dos 5 anos masc/fem e Probabilidade de morrer entre 15 e 60 anos masc/fem em Cuba (segundo a mesma fonte que tu apresentou, ou seja, site da OMS) são praticamente iguais aos dos EUA, sendo que em alguns pontos Cuba chega ainda a levar vantagem em relação aos EUA. E esses mesmos números de Cuba colocados em relação aos do Brasil, os de Cuba são melhores em todos os quesitos, sendo que nos dois últimos então, Cuba dá um show nos do Brasil.\n\nIsso prova claramente que a minha análise inicial (medidas preventivas) representa um fato!\n\nFica agora a pergunta no ar: Se o sistema de saúde de Cuba é tão precário como mostra esse site através das fotos dos "hospitais de Cuba" (hehehehehehe, sem qualquer prova de que sejam de fato de hospitais cubanos), como pode Cuba manter números tão posítivos (expectativa de vida ao nascimento, expectativa de vida saudável, probabilidade de mortes aos 5 anos, etc...) em relação aos quesitos apresentados pelo site da OMS? \n\nOutra coisa, porque ninguém aqui até agora conseguiu, ou ao menos tentos contestar os índices sociais de Cuba apresentados pelo World Factbook, o relatório social mundial mantido pela CIA? Vejam bem, pela CIA, Central Intelligence Agency, órgão federal dos EUA, logo eles (EUA), os maiores interessados em desmoralizar o regime cubano.\nE para finalizar, continuo desafiando a me provarem que as fotos dos "hospitais cubanos" sejam de fato fotos dos hospitais cubanos. Caso contrário, tudo não passará de panfletagem neoliberal.\n\nContra fatos não há argumentos.\n\n \n

Responder
Isidoro Jorge 08/03/2010 14:05:28

Leandro escreveu: "Observe, no entanto, a postura baderneira do senhor Isidoro, que entrou aqui dando epítetos descabidos à nossa instituição." Bla, bla, bla, bla, bla... e nada das provas que eu pedi. Se a minha postura foi baderneira, a sua sr. Leandro foi panfleteira, mentirosa, sofista e infundada. Saudações!

Responder
Marcelo Assis 08/03/2010 15:15:52

Isidoro,

Se Cuba é o Paraíso, então por que tu vais não para lá e paras de perder tempo conosco, que, a teu ver, somos meros retrógrados libertários, que desejam a desgraça humana, que só pensam em mentir, em caluniar, em sofismar? Para que perder o teu tempo com pessoas como nós, que, a teu ver, somos mais podres que Hitler?
Um conselho: mora com Fidel. Ele será um maravilhoso pai para ti. Ele te propiciará fantástico padrão de vida e te tratará com extremo carinho e insuperável bondade. A tua vida se transformará numa épica jornada. !Viva Cuba Libre! (Não sei fazer a exclamação invertida no computador.)

Responder
Marcelo Assis 08/03/2010 15:17:13

Eu pus errado: é "por que tu não vais", não "por que tu vais não".

Responder
Fernando 08/03/2010 15:24:28

Pq não manda o "desafio" ao autor do artigo, Humberto Fontova? Mas acho que vc já deve ter mandando algo do tipo, ele até incluiu vc no livro dele "O Verdadeiro Che Guevara e os Idiotas Úteis que o Idolatram."

Responder
Leandro 08/03/2010 15:30:16

Ora, deixem o coitado. Não é fácil lidar com desilusões, perceber que tudo aquilo no qual ele passou a vida inteira acreditando era, na verdade, uma farsa.

Quanto às provas que ele me cobra, eu já as mostrei em uma postagem anterior, a qual ele convenientemente fez que não viu. Assim, vou repeti-la:

Recomendo ao senhor Isidoro que entre no site indicado pelo texto (The Real Cuba - http://www.therealcuba.com/Page10.htm ), de onde as fotos desse artigo foram tiradas, e veja lá toda a documentação dos fatos, com inúmeros vídeos (filmados clandestinamente).

Por exemplo, aqui vai um (só pra quem tem estômago):

http://www.youtube.com/watch?v=812_ubADC0U&feature=related

Responder
Marcelo Assis 08/03/2010 16:09:35

Leandro Roque,

Quero a tua opinião. Caso Dilma seja eleita, o Brasil se cubanizará mesmo? Virará uma ditadura totalitária de verdade, na qual nenhuma liberdade existirá, na qual o povo se tornará um mero escravo? Ou ela será que nem o Lulla, que, pelo menos, adota uma "esquerda moderada" (a qual ainda é limitada pelo princípio do Estado de Direito).
Eu não conhecia o site The Real Cuba. Muito impressinante. Temos de divulgá-lo mais.
Abraço!

Responder
Leandro 08/03/2010 16:29:45

Prezado Marcelo,

Como exatamente será o governo Dilma é impossível dizer agora. Porém, julgando-se exclusivamente pelos discursos e pelo histórico, podemos estar certos de uma coisa: Lula deixará saudades.

Não acredito em cubanização da economia, mas a tendência é de mais burocratização, patrimonialismo, clientelismo e conchavismo, tudo com apoio de grandes empresários, que se beneficiarão desse corporativismo - como ocorre na Venezuela.

Responder
Lucas Silveira 15/10/2014 20:15:58

Leandro verdadeiramente previu a realidade política dos 4 anos de Dilma. E estamos agora correndo o risco de uma re-eleição.

Responder
jose.vivarelli 08/03/2010 17:10:11

E o Lulinha chamou dezenas de médicos cubanos para trabalhar aqui , nos locais onde médicos brasileiros não têm interesse em clinicar : locais com mínimos recursos técnicos ( nos Maranhão da vida! ) e sob honorários iníquos - pagos pelo governo . A Associação Médica Brasileira deu um tranco , mas parece que alguns ¨muchachos continuam trabahando assi mesmo¨.Afinal , melhor ganhar miséria no Brasil que ¨nadie¨ na terra do um dos últimos ditadores sanguinários da A. Latina .
( Chaves logo tomará seu lugar )

Responder
Marcelo Assis 08/03/2010 17:15:39

Leandro Roque,

Agradeço-te pela tua resposta.
Realmente concordo contigo: "Lula deixará saudades".
Verifiquei o ranking da Fundação Heritage. O Brasil é o 113º, e a Venezuela, o 174º. Estamos perigosamente muito próximos do sistema venezuelano de "mais burocratização, patrimonialismo, clientelismo e conchavismo". A união das Duas Gangues - a politicada e os grandes empresários (os "mamadores de teta", não os homens honestos de negócios) - deverá se intensificar. Um exemplo claro disso, na minha opinião, é a constante presença de J. Gerdau Johanpetter nos círculos políticos (justo ele, um sujeito cujo empresa patrocina o Fórum da Liberdade de POA).

Grande abraço, Leandro!

Responder
Fernando Chiocca 08/03/2010 17:45:38

Eu já ouvi essa preocupação do Marcelo antes.

Tenho um tio cubano. Quando Fidel e Che assumiram o poder em Cuba, eles roubaram a casa dele em Havana e colocaram um membro do governo para morar lá. Eles conseguiram fugir da ilha prisão. Chegaram no Brasil ele, seu pai e sua mãe, apenas com a roupa do corpo. Eles reconstruíram a vida aqui. Meu tio conseguiu depois de muito trabalho conquistar um bom patrimônio. Quando o Lula estava como favorito para ser presidente, ele, traumatizado pelo episodio de sua juventude, não pensou duas vezes. Pelo sim, pelo não, vendeu túdo que tinha no Brasil, pegou o dinheiro e se mudou para os EUA.

Não ocorreu a cubanização com Lula. Ocorrerá com a Dilma? Acho que não, mas dessa gente pode se esperar tudo (de ruim)

Abs

Responder
Marcelo Assis 08/03/2010 18:55:11

Fernando,

Doeu-me saber da triste história do teu tio, a qual deve ter se repetido a milhares de outros cubanos, que felizmente conseguiram escapar da "Isla Cárcel". Vi o mapa em que são mostradas as prisões: a ilha é recheada de pontinhos (representando os presídios). Impressionante.
Acho que o teu tio fez a coisa certa ao trocar o Brasil pelos EUA. Pelo menos ele agora mora num país muito melhor do que o nosso, no qual o direito de propriedade, eu acho, perdurará ainda por muito tempo.
Essa gente do PT é o pior tipo de politicada. Os demais partidos, pelo menos, são mais "brandos": eles roubam aos montes, aumentam a intervenção na economia e nas nossas vidas, mas ficam mais limitados a isso. Os caras do PT desejam mesmo o puro totalitarismo, a escravidão completa. Lembremo-nos de que eles são irmãos gêmeos dos nazistas ("Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães"). São verdadeiros monstros. Há a diferença entre o ladrão de carteira e o assassino/seqüestrador/torturador/escravizador. Os demais políticos são o primeito tipo, mas os petralhas são seguramente o segundo.
Estou realmente preocupado. Afinal, "eternal vigilance is the price of liberty"...
Abraços!!!!!!!!!!!!!!

Responder
Helio 08/03/2010 19:23:51

Não compreendo a crítica ao Dr Jorge Gerdau Johanpeter. O que indica ele aparecer "em ambientes políticos"? Isso o faz culpado de algo?
.
O Dr Gerdau é acionista de uma das maiores companhias do Brasil, e portanto ele seria louco se não tivesse relações com aqueles que podem arruinar sua vida - o governo. Infelizmente, é um fato que o governo sempre que pode, se torna mais intrusivo e sufoca as empresas, e por consequência prejudica seus acionistas e colaboradores.

.
Um dirigente empresa tem o dever fiduciário de proteger os interesses da empresa (o que obviamente deve ser feito com ética). Se uma empresa bater de frente com os governantes, há grande chance de tomar prejuízos - e se for o caso, o dirigente que bater de frente deve reconsiderar ou sair da empresa.

.
O Dr Gerdau é um dos maiores defensores do livre mercado (na pessoa física, que é o que importa para o julgamento individual), além de ser um dos maiores ativistas liberais. Conforme mencionado, ele é fundador e apoiador do IEE e Fórum da Liberdade, do Instituto Millenium, e várias outras iniciativas de cunho liberal.

.
Com tanta podridão à nossa volta, me foge à compreensão esse "fogo amigo" em um verdadeiro companheiro e herói na luta pela liberdade.

Responder
Fernando Jorge 08/03/2010 20:13:07

É a primeira vez que entro neste site e li atentamente todos os comentários.
É claro que o Isidoro tem lá sua dose de razão pois as fotos podem sim ser realmente de qualquer lugar.
Porém, já que falamos em fotos, acho que todos os que lêem jornal viram a foto do lula (minuscula porque é um apelido) na visita que fez ao Fidel recentemente (final de fev inicio de março 2010).
O que se vê ao fundo é uma casa (mais para mansão) com uma piscina de tamanho meio-olímpica, com água cristalina, o que não existe em outros lugares naquela ilha, com excessão, talvez, de hotéis reservados a estrangeiros.
Pois é Isidoro. Como sempre, em todos os lugares onde impera o comunismo, o povo não pode pretender mais do que "muito pouco" porém seus lideres mantém padrão classe A.
Com um pouco de raciocínio e inteligência(não precisa ser maior do que a de um macaco) chega-se a conclusão de que podemos demonstrar qualquer coisa com numeros, ou com palavras bem colocadas, mas não podemos mudar os fatos como eles realmente são.
É possível que as fotos sejam de Uganda, ou sei lá de onde mais, MAS (sempre existe um mas) apesar disso não podemos dizer que a saúde em Cuba é uma maravilha, pois não é.

Responder
Marcelo Assis 08/03/2010 20:32:48

Helio,

Admito que eu possa ter me equivocado um pouco e feito um julgamento muito superficial.
Sou gaúcho, e por aqui sabemos que ele iniciou a sua meteórica carreira vendendo bastante para o governo. Se não fosse pelo "Deus Estado", cujos gastos beneficiaram alhures o Johanpetter, a empresa dele não teria crescido tanto como cresceu. Não sei, não tenho provas, mas é bem possível que tenha feito um forte lobby.
A minha crítica é em relação ao fato de ele aparecer bastante ao lado de Lulla e outros. Gerdau, pelo que li e acompanhei, já está praticamente aposentado; o filho dele dirige a empresa.
Concordo contigo no sentido de que seria louco o cara que tivesse uma empresa dessas e não tratasse de ter um relacionamento saudável com as Autoridades-Gângsteres. Mas não vejo o porquê de se mostrar ao lado dessa monstruosa gente. Lulla, eu me lembro, até já falou que queria Johanpetter como ministro da Economia!
Creio que ele deva ser um sujeito cordial, honesto, tranqüilo, decente. Justamente por isso é que acho estranho que ele apareça junto com os bandidos-mores. (Exemplo idêntico é o do Maílson. Se ele é honesto, então por que se mostra um estatólatra, acusando os liberais de lunáticos com "fé cega no mercado"?)
Sim, há MUITA podridão à nossa volta, e Gerdau procura combater isso mantendo institutos a favor da liberdade.
Mas há algo estranho no ar...

Abraços!!!




Responder
Helio 09/03/2010 21:26:17

Perfeito Marcelo, não se pode por a mão no fogo por ninguém. Mas também não podemos julgar com base em "cheiros" e tal.

O Gerdau aparece ao lado de políticos, pois é uma figura pública. Eu o conheço um pouco, e sei que ele quer buscar o melhor para o país e para a liberdade. Sair em fotos com o presidente não significa nada, na minha opinião. E o pseudoconvite ao Gerdau para ser Ministro deveria ser encarado como um honra pelos liberais, afinal ele seria um "dos nossos", lutando para diminuir a intrusão governamental. Não é o caso que eu acredite na via política - longe disso. Mas se prezamos a liberdade, me parece razoável que aplaudemos caso haja mais liberais no governo.

Se o Dr Jorge Gerdau vendeu produtos ao governo para mim é irrelevante - o governo no Brasil está em todos os lados, é quase impossível evitar, e portanto parece lógico que toda empresa que defenda o valor aos seus acionistas compita por esse mercado também (dentro da ética).

Olha, se for uma causa em prol de nossa liberdade, eu não veria problema algum em tirar uma foto com o presidente. Ninguém, NINGUÉM, consegue nada sozinho neste mundo.

O Instituto Millenium fez um maravilho evento Democracia e Liberdade de Expressão, que teve enorme e positiva repercussão, e para o qual convidou todo tipo de gente, inclusive "autoridades". Foi muito benéfico, uma lição para as tais "autoridades", e um gigantesco "recado" que foi passado a eles: "Não mexa com esse assunto pois vão ter problemas". Parabéns ao Millenium! E parabéns à coragem do engajamento de "oponentes". Se nosso argumento é melhor, venceremos em um debate face-a-face. É a força das ideias no corpo-a-corpo GERANDO RESULTADOS!

Lembre de que von Mises impediu o estabelecimento do socialismo em 1920 na Áustria por ter um cargo público de conselheiro do poderosíssimo Chanceler Otto Bauer, número 2 no poder. O que prefere, um governo com Mises ou sem Mises? Com Gerdau ou sem Gerdau? Para mim não há a menor sombra de dúvida. (deixo claro que eu não participaria do governo, mas meramente pois não acredito haveria progresso definitivo da liberdade, e não porque seja "pecado").


Abraços!

Responder
Andre 08/09/2012 10:45:45

Helio, infelizmente as medidas (e a filosofia implícita nelas) apoiadas publicamente por Gerdau (como presidente do Instituto Aço Brasil) não são medidas liberais.
Ex: economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201010252108_RTR_1288040886nN25279716

Não conheço o homem e não sei como ele pensa, e talvez ele seja obrigado a defender protecionismo por não poder defender menos regulamentações e impostos, mas não o tenho como herói da liberdade não.

Responder
Isidoro Jorge 28/03/2010 14:57:32

Resposta ao Marcelo de Assis

Marcelo de Assis escreveu:

"Se Cuba é o Paraíso, então por que tu vais não para lá..."

Resposta:

Mero clichê. É sempre a mesma coisa. Quando os defensores do neoliberalismo não têm argumentos para o debate o rumo do mesmo sempre acaba sendo o caminho dos clichês, caminho este tão pulverizado de senso comum e nenhum embasamento científico ou racional.

Marcelo de Assis escreveu:

"...Para que perder o teu tempo com pessoas como nós, que, a teu ver, somos mais podres que Hitler?"

Fazem o mesmo que Hitler, se utilizam até das mesmas retóricas, se utilizam de certos termos da esquerda para coptar seguidores, tais como o termo "socialismo" utilizado por Hitler para denominar seu partido (Nacional Socialista) e "pregam" a "liberdade" e "democracia", porém a única liberdade e democracia permitida entre os capitalistas, neoliberais e afins é aquela descrita sabiamente por Lênin que disse: "Os capitalistas chamam 'liberdade' a dos ricos de enriquecer e a dos operários para morrer de fome. Os capitalistas chamam liberdade de imprensa a compra dela pelos ricos, servindo-se da riqueza para fabricar e falsificar a opinião pública."

Marcelo de Assis escreveu:

"...Um conselho: mora com Fidel. Ele será um maravilhoso pai para ti. Ele te propiciará fantástico padrão de vida e te tratará com extremo carinho e insuperável bondade. A tua vida se transformará numa épica jornada. !Viva Cuba Libre!..."

Mais e mais clichês... a a prova cabal da incapacidade de argumentação.

Responder
Isidoro Jorge 28/03/2010 15:19:46

Resposta ao Leandro

Leandro escreveu:

"Quanto às provas que ele me cobra, eu já as mostrei em uma postagem anterior, a qual ele convenientemente fez que não viu. Assim, vou repeti-la:

Recomendo ao senhor Isidoro que entre no site indicado pelo texto (The Real Cuba - www.therealcuba.com/Page10.htm ), de onde as fotos desse artigo foram tiradas, e veja lá toda a documentação dos fatos, com inúmeros vídeos (filmados clandestinamente).
"

Fonte fidedigna, não? Tão fidedigna como as "fotos dos hospitais de Cuba". O site citado pelo Leandro não apresenta se quer, nenhuma fonte primária, se é que ele sabe o que significa "fonte primária", claro! Somente "documentos" sem qualquer prova de legitimidade. E quantos aos vídeos apresentados no site indicado pelo Leandro como "fonte fidedigna", novamente caem no mesmo erro das "fotos dos hospitais de Cuba", ou seja, não possuem prova alguma de que tenham sido de fato filmados em hospitais da saúde pública cubana.

E eu continuo desafiando os aqui presentes a contestarem os dados emitidos pela CIA (Agencia Central de Inteligência), órgão do Governo Federal dos EUA, os maiores inimigos de Cuba e da esquerda.

DETONADO! :D

Responder
Isidoro Jorge 28/03/2010 15:34:07

Resposta ao Fernando Jorge

Fernando Jorge escreveu:

"Com um pouco de raciocínio e inteligência(não precisa ser maior do que a de um macaco) chega-se a conclusão de que podemos demonstrar qualquer coisa com numeros, ou com palavras bem colocadas, mas não podemos mudar os fatos como eles realmente são."

Resposta:

Realmente não podemos mudar o fato, pois um fato é uma verdade e a verdade é imutável, é o que é.
Porém, o fato é que como já frisei antes, os dados sociais sobre Cuba emitidos pelo relatório anual da CIA (The World Factbook) são diretamente contraditório a tudo que o site "The Real Cuba" tenta nos empurrar como "verdade", como "fatos"!

Fernando Jorge escreveu:

"...MAS (sempre existe um mas) apesar disso não podemos dizer que a saúde em Cuba é uma maravilha, pois não é."

Resposta:

Não é o que mostra o citado relatório anual emitido pela CIA.

Responder
Leandro 28/03/2010 16:31:24

Mais uma vez o Isidoro Jorge vem aqui apenas para repetir exatamente os mesmos clichês de outrora, tão típico de professores de oitava série, sem apresentar uma única informação diferente daquelas já oferecidas pelos veículos midiáticos de sempre.

Curiosamente, quando lhes convém, a CIA adquire um respeitável papel de fonte "isenta". Nenhuma palavra, porém, sobre o fato de ter sido a CIA, por exemplo, quem derrubou o regime de Fulgência Batista e instalou o "inimigo" Fidel. Já quanto ao fato de a CIA ser a maior inimiga da esquerda, taí algo que o senhor Isidoro precisa urgentemente mostrar.

Enquanto isso, todas as fontes fartamente descritas pelo site The Real Cuba, que o Isidoro finge que não viu, continuam lá, impávidas.

Por fim, quanto aos números da mortalidade infantil descritos pela CIA, falta ao senhor Isidoro Jorge ter a decência de informar que o governo cubano obriga todas as mulheres grávidas a fazer uma ultra-sonografia de seu feto - se este tiver alguma doença, a mulher é obrigada a abortar. Dessa forma, qualquer país pode facilmente apresentar uma "baixa" mortalidade infantil.

Porém, como o Globo Repórter nunca falou sobre isso, o senhor Isidoro obviamente acha que é uma invenção de direitistas (já estou antecipando o que ele vai gritar, desta forma poupando-lhe trabalho).

Responder
Marcelo Assis 28/03/2010 19:25:57

Puxa... Esse Isidoro é mesmo um totalitário danado!\r
(Nem vou me dar ao trabalho de escrever mais. Nazistas e comunistas só são pura escória: amam construir uma sociedade "perfeita" através do genocídio, da fome, da miséria e da escravidão.)

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 02:34:48

Hahahahahaha, deletaram minhas últimas respostas. Eis aí a "democracia" neoliberal.

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 02:37:30

É sempre assim. No sistema neoliberal quando acaba a capacidade de argumentação dos defensores desse sistema decadente, a apelação para o uso de recursos de opressão se torna inevitável.

Responder
Leandro 29/03/2010 02:41:28

Prezado Jorge, o senhor é bem vindo para comentar aqui, desde que apresente o mínimo de educação. Chamar-nos de "verdadeiro lixo escatológico cibernético literário", dentre outros epítetos, não será permitido em nossa propriedade - assim como tenho certeza que o senhor não admitiria que invadíssimos a sua propriedade e começássemos a gritar contra o senhor.

Mantenha uma postura educada, e será aceito (como continuam ali suas postagens mais civilizadas). Faça gracinhas e será sumariamente deletado.

Quer recomeçar?

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 02:45:22

Não perderei mais meu tempo, já deste provas de que quando te falta o argumento apelas para os recursos de repressão. Não perderei meu tempo escrevendo para ser deletado novamente.
Tua atitude já provou o que eu queria, ou seja, que toda informação que prove o quanto vcs estejam errados é passiva de filtros repressores.

Tenha uma boa semana, Sr. Leandro.

Responder
Leandro 29/03/2010 02:49:13

Quem ficou sem argumentos foi você, meu caro. Tanto é que foste o primeiro a partir para apelações.

Tão desesperado ficou que saiu exigindo "fontes primárias" sobre Cuba, não entendendo que, num país fechado, é impossível coletar "fontes primárias" do tipo que o senhor quer - exceto as informações "contrabandeandas", que o senhor se recusa a aceitar.

Fazer o quê.... Com fanáticos não se dialoga.

P.S.: tenta fazer um comentário desse nos sites "anti-PIG" que o senhor deve frequentar. Seu comentário simplesmente não aparecerá.

Estamos sempre aberto ao diálogo.

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 02:56:15

Seja honesto consigo mesmo, Sr. Leandro. Eu só usei de "gracinhas" como vc disse, no último post, que foi um post a parte, logo, se tu fosse um homem digno como tentas passar essa imagem aqui, terias apagado somente o post em questão e não o anterior onde respondi ao teu post educadamente.

Por favor, ao menos reconheça isso, seja digno ao menos de reconhecer.

Responder
Leandro 29/03/2010 03:01:33

Errado, em todos os seus três posts deletados houve vituperações, embora em escalas distintas. Isso não será tolerado em nossa propriedade.

Não obstante, todas as outras vezes que o senhor demonstrou discordância civilizada - embora sua agressividade já tenha ficado patente logo no seu primeiro post deste tópico, veja lá -, houve diálogo.

Tudo depende do senhor.

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 03:03:49

Leandro escreveu:

"Tão desesperado ficou que saiu exigindo "fontes primárias" sobre Cuba, não entendendo que, num país fechado, é impossível coletar "fontes primárias" do tipo que o senhor quer - exceto as informações "contrabandeandas", que o senhor se recusa a aceitar."

Resposta:

Toda afirmação deve possuir fontes primárias, caso contrário não passarão de afirmações infundadas. Informações "contrabandeadas"? Mesmo que fossem contrabandeadas, quem as passou obrigatoriamente teve acesso as fontes primárias, e se teve de fato acesso a elas, porque não as tomou? Óbvio, porque elas divergiam das "contrabandeadas".

Fontes contabandeadas = meros "disse e me disse". Fato!

Responder
Leandro 29/03/2010 03:07:32

Fontes primárias = vídeos e fotos tiradas dentro de hospitais cubanos.

É um direito seu não acreditar nelas, fazer o quê...; mas elas estão ali, para incômodo de muitos. Fossem fraudes, seria extremamente fácil desmascará-las. Mas isso ainda não ocorreu.

Por que será?

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 03:11:54

Leandro escreveu:

"Errado, em todos os seus três posts deletados houve vituperações, embora em escalas distintas."

Resposta:

MENTIRA! Não haviam "vituperações" nem mesmo em escalas distintas.
E mesmo que houvesse em "escalas distintas", novamente cometeste um erro, pois teu julgamento é parcial faccioso, pois quando outros foristas postaram aqui direcionando-se a minha pessoa como totalitario e nazista, aí tu fez "vistas grossas" e nenhuma atitude tomou. Novamente ficou claramente tipificado o carater faccioso e repressor de tua moderação.

Responder
Lazlo 29/03/2010 03:13:35

-"É sempre assim. No sistema neoliberal quando acaba a capacidade de argumentação dos defensores desse sistema decadente, a apelação para o uso de recursos de opressão se torna inevitável."-

Nossa parece que já vi isso acontecer em algum lugar, talvez na Hungria, Polônia, Romenia, de uns tempos atrás, ou um tal de pol pot ou mao tsé tung (me recuso a digitar o nome dessas pessoas com letra maiúscula), só troca o neoliberal por socialismo e aí esta...ah é nesses lugares, naqueles tempos, nem existia essa tal de "argumentação", era paredão na primeira.

E imaginem só quando o isidoro jorge ler o artigo "O verdadeiro che guevara"...(segue o link)

www.mises.org.br/Article.aspx?id=260

Responder
Leandro 29/03/2010 03:14:30

A frase a que você certamente se refere é essa: "Nazistas e comunistas só são pura escória: amam construir uma sociedade "perfeita" através do genocídio, da fome, da miséria e da escravidão."

A menos que o senhor se identifique com o sujeito da frase (nazistas e comunistas), tal afirmação não é e nem pode ser tido como uma agressão direta à sua pessoa.

Pode?

Responder
anônimo 29/03/2010 03:18:49

"Fontes primárias = vídeos e fotos tiradas dentro de hospitais cubanos."

Não há qualquer prova de que aquelas fotos e videos são de fato tomados de um hospital de Cuba. Eu posso tranquilamente ir a um posto médico numa favela qualquer, por exemplo filmar e fotografar um monte de miseráveis em condições degradantes e alegar que são fotos e filmes de um hospital dos EUA. E aí, como fica?

Responder
Leandro 29/03/2010 03:21:11

Ué, é fácil desmenti-las. Basta Fidel abrir as portas de seus hospitais para a imprensa estrangeira e, com isso, calar a boca dos detratores.

Por que ele nunca fez isso? Pois é...

Ao passo que você pode ir em qualquer hospital dos EUA, filmar, e mostrar que as imagens coletadas nas favelas de fato não pertenciam aos hospitais americanos.

Questão de lógica, meu caro.

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 03:28:56

Resposta ao Leandro:

Leandro escreveu:

"A frase a que você certamente se refere é essa: "Nazistas e comunistas só são pura escória: amam construir uma sociedade "perfeita" através do genocídio, da fome, da miséria e da escravidão.""

Resposta:

Errado, meu caro. A frase que me referi foi essa:

"Puxa... Esse Isidoro é mesmo um totalitário danado!
(Nem vou me dar ao trabalho de escrever mais. Nazistas e comunistas só são pura escória: amam construir uma sociedade "perfeita" através do genocídio, da fome, da miséria e da escravidão.)
"

A frase cita diretamente o meu nome e o contexto dela torna facilmente perceptível que os termos nazista e totalitario estavam direcionados a minha pessoa. Porém, mais uma vez utilizaste teus recursos de manipulação para tentar impor a tua "verdade".

Lamentável, Sr. Leandro.
Por favor, não suprima partes das frases na tentativa de defender aqueles que pensam igual a ti.

Responder
Lazlo 29/03/2010 03:31:05

www.therealcuba.com/Emergency%20room.jpg

Uma foto da "sala de emergencia" de um hospital de Cuba, comparado com as outras fotos que tem lá essa é light, mas ta bem longe do primeiro mundo...e com aquele rosto desenhado na parede acho dificil dizer que não é Cuba. Ou vai dizer que é montagem?

Responder
Leandro 29/03/2010 03:33:10

A frase cita diretamente o meu nome e o contexto dela torna facilmente perceptível que os termos nazista e totalitario estavam direcionados a minha pessoa.

Não, não torna. É o senhor quem está tomando a parte pelo todo. É bem diferente de sair chamnado-nos de "lixo escatológico" e de "página babaca".

Mas enfim, isso é passado. Aguardo contra-argumentações sobre as fontes primárias.

Responder
Leandro 29/03/2010 03:34:38

Lazlo,

É como eu disse: basta Fidel abrir seus hospitais para a imprensa estrangeira e tudo será esclarecido. Por que ele não faz isso? Então...

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 03:34:57

"Ué, é fácil desmenti-las. Basta Fidel abrir as portas de seus hospitais para a imprensa estrangeira e, com isso, calar a boca dos detratores."

Não há necessidade, os índices sociais de Cuba tantos os emitidos pelo relatório da CIA como o de orgãos competentes já bastam para comprovar a eficiência do regime cubano em atender as necessidades de seu povo.

Bom dia, Sr. Leandro. Tenha um bom descanso e prepare-se para o nascimento de uma nova America Latina totalmente livre da interferência cancerígena estadounidense. Um novo bloco econômico está surgindo.

Responder
Leandro 29/03/2010 03:38:11

Correu. Faltou também ele citar que os números da CIA e dos "órgãos competentes" são todos fornecidos pelo governo cubano, que é também quem dá informações sobre todas as variáveis econômicas.

Enfim, nem uma palavra sobre o fato de Fidel se recusar a abrir os hospitais cubanos para a imprensa estrangeira.

Aí morre toda a argumentação (heróica, reconheço) do quixotesco Isidoro Jorge.

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 03:39:54

Lazio escreveu:

"Uma foto da "sala de emergencia" de um hospital de Cuba, comparado com as outras fotos que tem lá essa é light, mas ta bem longe do primeiro mundo...e com aquele rosto desenhado na parede acho dificil dizer que não é Cuba. Ou vai dizer que é montagem?"

Hahahaha, essa foi boa. Vou desenhar o rosto do bush numa parede na favela da rocinha, vou fotografar e dizer que é Wall Street.

Essa foi a gota d'água, depois dessa vou dormir. FUI!

Responder
Isidoro Jorge 29/03/2010 03:44:04

Agora nosso herói moderador está querendo dizer que a CIA é comunista. Hehehehehehe

Sem contar que ainda está cobrando coisas que ja respondi (fontes primárias e abrir as portas dos hospitais cubanos), mas que ele se faz que não viu

Responder
Leandro 29/03/2010 03:47:32

Não, não respondeu, meu caro. Estivessem esses números certos, Fidel não teria qualquer problema em mostrar seus hospitais para o público em geral.

E isso ele não faz, para desespero de seus argumentos.

Por quê?

Responder
Lazlo 29/03/2010 03:50:46

Mas é incrivel mesmo, tudo é culpa dos estadunidenses, não prestam pra nada, são um bando de imperialistas genocidas, reacionarios...mas a-d-o-r-o sua agencia de inteligência. Hipocrisia mode on.

Essas pessoas que usam camisas com o rosto de che ou emblemas do PT, calças caqui ou camufladas, deixam e cabelos compridos, carregam aquelas bolsas de uma alça só, ajudam a transformar questões ambientais puramente cientificas em seitas, tipo aquecimento global, gostam de livros do dan brown, pregam que tudo é culpa do McDonalds, Microsoft, Coca Cola e são universitarias...

Responder
Marcelo Assis 29/03/2010 14:49:42

Hehehehehe... Diverti-me muito com o colóquio acima travado.\r
\r
Esse Isidoro, por sinal, é socialista. Pois bem. \r
\r
Se ele conseguir provar com lógica e com fatos que o nazismo não foi socialismo, que nos países onde vigorou o comunismo não houve miséria, escravidão, genocídio e fome, que o livre mercado só trouxe destruição, que o intervencionismo "corrige" os problemas, que o Bem Comum socialista é mesmo para todos, aí eu me converterei às suas idéias.\r
\r
Enquanto isso, continuo alinhado com o anarco-capitalismo e com Mises e Rothbard e defendendo a liberdade.\r
\r
\r
\r

Responder
Raoni 29/03/2010 16:40:59

Se tudo é sempre tão perfeito em países socialistas porque sempre há controle sobre informação que entra e informação que sai?

Porque não abrem as portas desses paraísos e compartilham com o resto da humanidade os seus grandes feitos e nos guiem, finalmente, a paz e prosperidade?

Fico pensando, porque construíram o muro de Berlim, com atiradores nas torres e cachorros? Porque os do leste sempre queriam fugir para o oeste e não ao contrário, porque os alemães do oeste não queriam participar dessa grande comunidade perfeita aonde o governo te dá tudo? Porque atletas cubanos frequentemente tentam fugir quando vão para outros países disputar olimpiadas ou mundiais?

Não precisa nem entrar em explicações mais aprofundadas sobre esses assuntos, basta observar simples comportamentos naturais a qualquer se vivo, como se afastar de coisas que te fazem mal...

Simplesmente não há argumentos, o que me irrita profundamente são esses professorezinhos esquerdinhas que enchem a cabeça da gurizada de baboseira, daí surgem figuras cheias de gracejos como o nosso companheiro Isidoro Jorge, temo pelo futuro da humanidade...

Responder
Raoni 29/03/2010 17:03:22

www.youtube.com/watch?v=TD7mLp9j-3k&feature=related

Só seguir os vários links para outros vídeos como esse. Mas o Isidoro vai dizer que pode ser "qualquer lugar"...

A julgar pela quantidade de vídeos como esse, a CIA, que segundo o Isidoro publica numeros favoraveis ao regime comunista, deve ter criado uma força-tarefa mundial de usuarios de internet para fazer "propaganda imperialista" contra Cuba. Portanto todos os vídeos devem ser falsos, ou podem ser de "qualquer lugar"...

Sabem aqueles tapa-olhos que colocam nos cavalos?...

Responder
Gabriel 22/04/2010 04:44:14

Conheço o Isidoro Jorge. Garanto-lhes que ele não é socialista; é songamonga. Lembro-me bem do tempo em que ele se autointitulava "nacionalista no sentido patriótico" (sic!) e ficava vomitando moral de cachaceiro pela Internet. Agora que ele foi domesticado no curso de Ciências Sociais, fizeram-no castrista, chavista, socialista, comunista, onanista (isso ele sempre foi) etc. Inclusive, já deixou a barba e o cabelo crescerem e escreve "estadunidense" (que é sem "o", diga-se) em vez de norte-americano para incorporar o espírito. Mas é um sujeito maleável; ainda tem salvação.

Prova da conversão:

Antes de ser doutrinado: img3.orkut.com/images/mittel/24/8077324.jpg
Depois: 4.bp.blogspot.com/_2TwjU35nGcY/R6jBAVqkcQI/AAAAAAAAAA4/K9qXCzQ2j5k/S220/facebook.jpg


Portanto, ignorem o fato de ele espernear, tentar rebater dados incontornáveis, ignorar os 100 mil assassinados de Cuba ou falar com os olhos brilhando da esquerda da América Latina. Logo ele vai estar em outra.

Responder
Eduardo 09/12/2010 14:42:40

Será que não há divergência nesses numeros? verifiquei no wikipedia, nesse artigo tb, que a unidade usada é de mortos para 1000. Porém nessas outras fontes a unidade usada é de mortes para cada 100 mil.


"Americanos, a taxa de mortalidade das crianças cubanas com idade entre um e quatro anos é 34% maior do que a dos EUA (11,8 versus 8,8 por 1.000)"

Mas no link abaixo consta: "Esta disparidade, entre países ricos e pobres, fica bastante evidente na Região das Américas quando se comparam as taxas de mortalidade de países como Canadá e Estados Unidos (onde ocorrem respectivamente 04 e 09 óbitos por 100.000 nascidos vivos) e a de países como Bolívia, Peru, Paraguai e Brasil que apresentam, respectivamente, taxas de 480, 303, 270 e 141 óbitos maternos por 100.000 nascidos vivos. No entanto, apesar de existir no Chile, Cuba, Costa Rica e Uruguai situação sócio-econômica semelhante aos demais países da América Latina, seus coeficientes de morte materna são substancialmente inferiores aos demais países da região, ou seja, menor que 40/100.000."

www.pbh.gov.br/smsa/biblioteca/saudedigital/maio2002/mortalidadematerna.html

www.girassolidario.org.br/noticias/taxa-de-mortalidade-materna-ainda-e-alta-no-brasil

Responder
Joao 09/03/2011 16:29:46

Isidoro, você quer fontes primárias? Já sei, vá lá à Cuba e exija da família Castro acesso irrestrito a todos os hospitais de Cuba, a fim de fazer um levantamento da situação da saúde da população. Vamos lá, coleguinha, boa sorte!
Para piorar, você, como todo bom socialista, se recusa a acreditar em vídeos e fotos, mas aceita de bom grado as estatísticas vindas de Cuba. Relatos de cubanos que fugiram da ilha-paraíso não são suficientes? Eu tenho que acreditar em um socialista patético que baba de amores por Fidel, mas não em quem fugiu de Cuba? Essa é boa...
Bem, não tentarei mais argumentar com você, porque você não responde a argumentos. Já conheço bem os socialistas. Já fui como você. Felizmente, passei da adolescência, agora penso como um adulto, vivo no mundo real.

Responder
Leninmarquisson da Silva 21/03/2011 18:51:06

To sem saco para comentar agora. Por imediato, to rachando de rir aqui com o Sr. Isidoro Jorge tendo uma overdose de argumentos ad nauseam.

Se esse tipo de argumento serve para vencer pelo cansaço, acho que vou cançar de tanto rir haeohhoehoeh

Responder
Roberto 25/10/2011 18:55:33

Excelente artigo. Quanto ao senhor Isidoro Jorge: tenho pena desse tipo de gente...

Responder
Acacio 15/11/2011 01:15:44

Isidoro Jorge só pode ter sido um contratado pelo governo cubano, só pode! ^^\r
Porque acreditar que o socialismo/comunismo são melhores que o capitalismo... Só pode estar de sacanagem!!

Responder
Dalton Almeida 05/02/2012 00:01:06

Parabéns pela coragem em postar esse conteúdo.

Escrevi alguns comentários mais detalhados em meu blog. É uma vergonha para o ocidente a existência de Cuba nesses moldes. Quem quiser dar uma olhada, fique à vontade.

opuslux.blogspot.com/2012/02/nao-ha-mais-espaco-para-primeira.html

Responder
Luis Henrique 25/04/2012 19:22:22

Realmente tais fotos podem ter sido tiradas de qualquer lugar. E gostaria de ver um vídeo que mostrasse um plano-sequência da entrada de um hospital cubano até a UTI.

E mais: não somente a CIA, mas organizações como a OMS e a UNICEF tem acesso aos hospitais cubanos e são estas instituições - e não o governo cubano - quem emitem as estatísticas de saúde em Cuba.

Vejam por exemplo este link: www.who.int/bulletin/volumes/86/5/08-030508/en/index.html

Querer dizer o contrário é tapar o sol com uma peneira.

Responder
Leandro 25/04/2012 19:52:08

Sim, é por isso que, quando adoeceu, Fidel mandou importar um cirurgião da Espanha, bem como os remédios de lá...

Você por acaso viu os dois vídeos do artigo? Veja-os. Depois de vê-los, veja também este aqui, com entrevistas com alguns pacientes.

Ademais, não sei se você sabe, mas em Cuba é proibido fazer "um vídeo que mostrasse um plano-sequência da entrada de um hospital cubano até a UTI". Lá não é exatamente um paraíso em que os cidadãos usufruem algumas liberdades básicas. Quem fizer isso que você quer, corre o risco de ter de ir conversar pessoalmente com El Coma Andante.

Quanto a estas estatísticas que todos vocês amam, não é segredo algum que os agentes da OMS (não sabia que vocês confiavam na CIA) só têm visita liberada naqueles hospitais de elite que atendem exclusivamente aos membros do Partidão, hospitais estes que utilizam dólares para importar bons equipamentos e remédios. No dia da visita, o governo transfere alguns populares para lá e os instrui a falar maravilhas da medicina para estes agentes -- caso contrário, a tarjeta será cortada.

Saia da Matrix, prezado Luis. Existe uma explicação puramente econômica sobre o porquê uma medicina socializada não pode funcionar. Ela é um atentado à lógica econômica.

Abraços!

Responder
void 25/04/2012 20:03:34

Luiz Henrique, talvez não seja suficiente para você, mas aqui neste vídeo, a despeito do tom humoristico com que foi feito, tem um pequeno depoimento de como é a vida em Cuba: www.youtube.com/watch?v=gfxZP8X-RTg

Responder
Ney Daniel Celli 27/05/2012 20:19:37

Eu li este artigo somente hoje, em 2012.

Também li alguns comentários e percebi como o Isidoro Jorge se nega a acreditar em algumas fotos e videos, dizendo que não há como provar que de fato são de Cuba.

Eu mesmo, por curiosidade, fui procurar algum video de algum hospital cubano. Para isso, digitei "hospital cuba" no youtube e cliquei no primeiro video que apareceu. Esse aqui:

www.youtube.com/watch?v=MK3AnxSgdxA

Ao assisti-lo, percebi que havia um policial no video. Por sorte, como vocês podem pausar e notar aos 23 segundos do video, dá para ver o simbolo do uniforme do policial.

Fui ao google images para ver umas fotos de alguns policiais cubanos. Parece ser o simbolo dos policiais cubanos em havana, como vocês podem ver em tantos em todas essas figuras abaixo:

farm2.static.flickr.com/1342/847171653_5d155cf503.jpg

www.womeninuniform.eu/index.php?displaypic=Police%2FCuba%2Fcuba_police_000002.jpg&non_lr=1

journalism.berkeley.edu/projects/chakarova/cuba/police.jpg

www.chocolate-fish.net/albums/Cuba/Havana/Havana-boy-with-police-5527.jpg

farm2.static.flickr.com/1012/847171835_d149669d97.jpg

Explique-me, Isidoro.

Responder
Bruno Torres 18/08/2012 15:35:15

Ney Daniel Celli, simples, isso prova apenas que o hospotal DO VIDEO é de cuba, apenas isso (se provar, não tenho certeza, considerando que não pesquisei sobre o simbolo).

E o que prova que todo hospital cubano é igual? Isso é uma coisa que deve ser levada em questão, afinal, os avanços no que se refere a melhorias sociais (inclusive saude) foram MUITO maiores nas regiões mais interioranas.

Responder
Carlos Prado 21/01/2014 21:36:24

Mas não deveriam ser todos iguais? Se fosse para haver diferenças não tinham implementado um socialismo! É um atendimento igualitário e universal quando convêm?

Responder
Andre canine 04/09/2012 13:58:53

Os hospitais cubanos são excelentes mesmo. \r
\r
Alias, todo petista deveria fazer tratamento oncológico em Cuba, a começar pelo Lula cachaça.

Responder
Derli Luiz 22/09/2012 21:19:09

Vi este artigo por conta de outro que lia aqui, no Mises.
Apesar de coerente com a linha a qual se propôs no início do artigo, o caro autor omite a questão da influência gerada pelo embargo estadunidense a Cuba, o que facilmente justificaria algumas questões relacionadas à carência de materiais, medicamentos e instalações.
Trabalho em um hospital público de Brasília há mais de dez anos. Aqui tenho a oportunidade de ver, a cada plantão, o problema que é trabalhar com médicos que atendem em estabelecimentos públicos e privados de saúde. Os pacientes negligenciados no primeiro são orientados a procurar o segundo, onde são atendidos pelo mesmo profissional. Vejo materiais sucateados, colegas desumanizados, equipamentos caros que não são utilizados etc. Voltemos ao artigo.
Já assisti o Sicko. Não acredito em sistema de saúde perfeito. Nenhum dos modelos apresentados no documentário me convenceram. No entanto, tem-se a impressão de que o autor deste artigo tenta eufemizar o sofrimento imposto à população dos USA quando essa procura por saúde. As glosas ocorrem em todo plano de saúde, nos USA, no Brasil ou em qualquer lugar do mundo. O filme do Cassavetes com o Denzel (John Q) também trata disso. Fantasioso?
Conheço pessoas que moraram na Ilha. Essas narraram problemas que vão muito além das questões associadas à saúde. Todas, no entanto, ocasionadas pelo embargo (sic).
Em alguns hospitais de Belém conseguiríamos presenciar cenas parecidas com as das fotos acima.
Como já disse, não acredito em sistema perfeito. É fácil apontar problemas em todos os sistemas de saúde mundo afora porque quando falamos em saúde estamos nos referindo essencialmente a médicos e quase todo médico que conheço (daí crio minha impressão quanto ao restante) é mercenário.
Abraços!

Responder
Leandro 23/09/2012 10:58:28

Derli, este site em momento algum defende o embargo americano a Cuba. Muito pelo contrário: qualquer tipo de obstrução ao livre comércio é por nós veementemente condenada. O embargo a Cuba não exceção. Aliás, tal embargo é na realidade uma crueldade: por que pegar uma população já submetida ao sofrimento imposto por um regime monstruoso e intensificar ainda mais seu sofrimento impedindo que ela comercialize com um determinado país?

Dito isso, é necessário deixar algo bem claro: o embargo é americano. Qualquer outro país do mundo está liberado para comercializar com Cuba. A Venezuela, por exemplo, manda petróleo pra lá de graça. Cuba pode adquirir equipamentos médicos de qualquer outro país do mundo. E os americanos não detêm o monopólio da fabricação de equipamentos médicos.

Portanto, dizer que a sistema de saúde cubano é ruim por causa do embargo americano faz tanto sentido quanto dizer que as estradas no Brasil são ruins porque não temos comércio com a Coréia do Norte.

Quanto à saúde no Brasil, para entender por que ela é ruim (inclusive em hospitais privados), recomendo este artigo:

www.mises.org.br/Article.aspx?id=923

Responder
Blah 24/09/2012 02:55:46

Conheço pessoas que moraram na Ilha. Essas narraram problemas que vão muito além das questões associadas à saúde. Todas, no entanto, ocasionadas pelo embargo (sic).

Elas provavelmente perguntaram a alguém do governo cubano a respeito dos problemas, e, claro, a resposta foi "culpa do embargo". É por isso que eu gostaria muito que os EUA acabassem com essa palhaçada de embargo: tudo em Cuba passou a ser culpa disso, e nem adianta tentar argumentar com quem defende o regime cubano, pois a culpa sempre será do embargo.

Responder
Andre Canine 01/11/2012 05:47:53

Hã? Cuba é um país socialista e a culpa do país ser um lixo é por causa do embargo dos EUA?
O que vc quer dizer com isso? Que para o governo cubano oferecer um melhor sistema de saúde saúde tem que ter comércio com país capitalista? Que piada.

Responder
Fellipe 01/11/2012 09:23:08

Infelizmente só li hoje este artigo, que por sinal é excelente.

Ri muito com nosso colega cego Isidoro - cego porque o pior cego é o que não quer ver.

Eu já estive em Cuba e ratifico, os lugares que visitei (Havana e Varadero) estão caindo aos pedaços, menos as áreas segregadas aos turistas estrangeiros.

Havana tem diversas áreas que parecem ter acabado de serem bombardeadas em um aguerra, tamanho é o grau de abandono, pois o governo não tem dinheiro para obras. A população vive nas antigas mansões, que além de estarem caindo aos pedaços na que visitei haviam algo como 13 famílias vivendo sob o mesmo teto. Obviamente hotéis como Meliá Cohiba ou Hotel Nacional são exceções.

Em Varadero a parte dos hotéis internacionais parece realmente de primeiro mundo, mas é só seguir de volta alguns quilometros até a vila de Varadero para ver como a população vive de verdade, a diferença é gritante.

Aliás nosso colega Isidoro poderia ir até Cuba e fazer o experimento de deixar comida no prato em algum restaurante. Veria imediatamente o graçon ficar puto, pois eles que vivem na ilha e não têm quase nada não suportam disperdício.

Nosso colega Isidoro poderia conversar também com as pessoas e verificar que o salário mensal médio de Cuba, que é igual para todos independentemente da profissão, é de USD 15.00 (sim, QUIZE dolares mensais). A única excessão que me informaram é que quem consegue ganhar mais trabalha nas fábricas de charuto, pois ganham por produção (ah, essa meritocracia capitalista, sempre tentando diferenciar as pessoas...). Porém ganhar mais significa até 4x a média, o que nos dá também ínfimos USD 60.00.

Isidoro, acredito que você não entra mais aqui por conta das datas de quando postou mas por favor continue postando aqui no Mises, é uma ótima diversão e serve muito bem para uma pausa no trabalho.

Abs,

Responder
Jeider M Damm 16/05/2013 21:21:37

Excelente artigo. Eu sigo sempre a mesma premissa que alguns que postaram aqui de que se dados informativos não são abertos para comprovação há uma fortíssima tendência de que sejam forjados ao bel-prazer dos que os fornecem.
Também penso que prepondera uma falta de raciocínio lógico quando se pede "fontes fidedignas" de um governo que não abre seus dados para conferência, nem permite amplas análises de comprovação.
Mesma falta de raciocínio lógico se aplica à desconfiança das imagens e do material do site therealcuba.com. Quem fez estas fotos e/ou vídeos não podia ficar horas por lá tirando foto trabalhada, pegando o "melhor ângulo" do prédio à vontade, afinal, há sempre inspetores e delatores por toda parte. No final das contas, pode ser possível sim que seja tudo material forjado, mas é mais forte a percepção que não é. Os dados que Cuba e seu governo totalitário divulgam podem ser verdadeiros, mas é mais forte a percepção que não são. Pode ser que também vivemos um tipo de vida paralela, alguma coisa como uma vida diferente dentro do espelho, mas é mais forte a percepção que não. Existem muitos "parece mas não é" mundo afora, e é por isso que a lógica e a observação são usadas: para tentar definir SEMPRE o que realmente É.

Responder
Lucas Tenorio 18/05/2013 18:38:47

Onde acho as fontes dos dados apresentados no artigo:

-Taxa de mortalidade infantil de Cuba em 1958 e 2009. (e dos demais países comparados)
-Taxa de aborto em Cuba

Obrigado

Responder
Nícolas 03/06/2013 16:50:07

É muito interessante analisar que postagens como está e alguns comentários sempre trazem alguns paradigmas políticos-ideológicos que são repetidos demasiadamente quase como um "mantra" de forma errada há muitos e muitos anos (pelo menos desde a Guerra Fria.)
Vamos tentar refletir sobre isso primeiro e depois comento sobre politicas de saúde que é o tema relevante.
No próprio texto acima vincula-se direta e indiretamente a análise de saúde coletiva os termos (capitalismo, socialismo, ditadura, democracia)com uma relação equivocada entre elas.
Capitalismo não é sinônimo de democracia e nem socialismo é sinônimo de ditadura, os "lismos" acima são modelos econômicos adotados por um governo para a distribuição de suas rendas, já a democracia e a ditadura são basicamente formas estruturais de divisão de poderes dentro um governo assim como monarquia, anarquia...
Assim podemos já quebrar essa ideia disseminada de que só existe ditaduras em modelos socialistas e democracias em modelos capitalistas, podemos ter sim Ditaduras capitalistas, Democracias socialistas e etc... Não pense que votar em algumas poucas opções que te oferecem é uma democracia plena, que não é... mas isso é uma longa discussão para outra hora.
Dizer ou vincular como o texto acima, que a Saúde pública Cubana ou qualquer outra é boa ou ruim por adotar determinado tipo de modelo econômico é um afirmação ricamente enviesada. O melhor parâmetro talvez seria o seu modelo de serviço de saúde, se é público, privado ou misto e seus indicadores de saúde. Alias é uma prática muito utilizada pelos neoliberais, que sempre trazem abstrações econômicas para tentar relatar o bem estar social de uma população, que de fato não mantém uma relação direta fidedigna. Basta olhar os EUA que tem predominantemente seu serviço de saúde privado e esses serviços representam boa parte de seu gigantesco PIB, ou seja quanto mais gente doente e morrendo, mais serviço de saúde privado oferecido, melhor seu PIB e logo seus analistas econômicos lançam nota de que sua população está bem gracas ao seu desenvolvimento econômico, nota-se que essa relação economia;bem estar social muitas vezes não é verdadeira.
A economia de Cuba é precária por seus ideias socialistas ou por que é uma pequena ilha com poucos recursos naturais e com embargos econômicos de seu gigante vizinho há muitos anos? Bom pense ai.. e mesmo assim oferece um serviço público que demonstra bons indicadores de saúde. Bom.."Mas lá é socialismo, logo ditadura, logo seus índices são falseteados", É um raciocínio um tanto quanto equivocado, até porque são números apresentados pela OMS, UNICEF e outros... E é claro que a maioria dos países não querem vender uma imagem ruim para o mundo, logo esses órgãos criam seus meios de verificação e fiscalização dos dados emitidos publicamente... Claro que em qualquer publicação científica pode haver erros, mas a análise critica dos dados não pode ser unilateral por questões ideológicas, serve para qualquer país... Se por acaso a OMS estivesse emitindo dados de qualquer maneira por ai, deveríamos sim duvidar desse órgão que tem responsabilidade por aquilo que publica e começar a analisar de todos os outros países ora bolas...
Alias, os próprios indicadores de saúde, não conseguem demonstrar a "saúde" de uma população em seu conceito mais amplo, até porque saúde é um processo dinâmico e bem complexo para se medir, logo esses indicadores medem paradoxalmente (doenças e mortalidade) para medir saúde.
Então independente dessa briga "ideológica" capitalismo x socialismo e das limitações cientificas disponíveis, temos que buscar através dessas ferramentas cientificas (como os indicadores) para avaliar a efetividade do serviço de saúde prestado, então o grande ponto fica entre serviço publico de saúde, serviço privado de saúde ou o misto.
Ambos tem suas contribuições para a saúde. O serviço privado através de seu ideal "competitivo" forneceu na história parte desses grandes avanços tecnológicos que contribuíram para todas as formas de atenção em saúde, mas que ao longo do tempo se fixaram na visão hospitalocêntrica da medicina, nos novos procedimentos e exames, que se voltam mais para saúde apenas como ausência de doença, que é pouco... mas é claro que se alguém estiver doente vai querer se utilizar de todo esse arsenal disponível.
Mas os avanços permitiram o conhecimento de todo o comportamento (começo, meio e fim) do processo saúde;doença, e hoje podemos evitar que elas aconteçam ou cuidar melhor mesmo quando não podemos curar.
Os modelos públicos tendem a promover a saúde no seu conceito amplo, para todos e de forma alguma abandonam os avanços tecnológicos, prevenir doenças com maneiras simples não quer dizer que é um retrocesso da medicina, muito pelo contrário, você ir a casa de alguém e lhe oferecer informações sobre sua doença e dar um remédio de uso continuo evitando que ele chegue a uma ultra-mega-avançada sala de cirurgia, tem muito mais efetividade (custo;eficácia), além de ser muito mais "humano" por assim dizer, evitando que alguém fique doente para realizar um super procedimento.
Essa são as tendências atuais dos serviços de saúde prestados... dá para o privado oferecer medicina preventiva dá, claro... dá para o publico ter todos os avanços tecnológicos, também dá. Cabe aos governantes;população adotarem aquele que mais interessa para eles, o que não dá é para enxergar ciência com paradigmas ideológicos enraizados.

Responder
Bruno D 25/08/2013 00:28:34

Será que o Isidoro está agora cego de um olho? Ou mesmo morto por ter caído de um viaduto?

Responder
anônimo 28/08/2013 20:50:42

Essa taxa de 11,8 de mortes entre 1 e 4 anos não poderia estar artificialmente alta, devido ao fato de as crianças de até 1 ano serem declaradas mais velhas?

Responder
Nicolau 20/09/2013 00:24:33

Tudo isso é verdade sobre a miseria comunista em Cuba! Mas o Grande problema é que a Maçonaria Americana sustenta a Dinastia Comunista da família do maçom Castro, porque o ditador maçom cubano Castro, deixou a maçonaria livre em Cuba!Na União Soviética e Europa do Leste, o comunismo proibiu a maçonaria, derubou as lojas maçonicas e matou milhares de maçons! Mas em Cuba Castro tem mais lojas maçonicas do que em qualquer outro país da América Latina e, por isso que Castro está no poder desde 1959!!!

Responder
Edu Edi 09/02/2014 15:20:40

Pessoal, tudo isso é verdade sobre Cuba e até algumas coisas que o articulista deixou de fora. Por exemplo, os 20 piores índices são colocados em vermelhos pelas agências internacionais de estatísticas. Em Cuba, câncer uterino está no vermelho. Esse tipo de câncer pode ser detetado precocemente por Papanicolaou, um microscópio clínico e algumas técnicas de preparação de lâmina (qualquer estudante de medicina aprende a fazer nas aulas de patologia); existe também a vacina contra HPV. Câncer de próstata também está no vermelho e precisa apenas de um exame de toque para deteção precoce.

A mortalidade materna em Cuba é de 53 por 100000 nascimentos. Na Itália, é de 5 por 100000. Mas quero apontar que não devemos generalizar e afirmar que as mazelas de Cuba são consequências do socialismo. A China, com o sério problema de uma população de 1.3 bilhões de pessoas, tem resultados muito bons. O país como um todo tem 38 mortes por 100000. Câncer de próstata está no rosa, em posição 178. Câncer de seio também está muito bom: 183, um dos mais baixos do mundo. Isso é a China como um todo.

Então, o problema não é o socialismo. A propósito, não me venham aconselhar a mudar-me para a China. Meu filho mudou-se e ficou impressionado com a qualidade de vida dos chineses. Chegou a dizer-me que é melhor do que a da França. Infelizmente, ele foi obrigado a voltar para o Brasil, já que passou em medicina pelo ENEM. Agora vai tentar oncologia em um hospital chinês.

Responder
Michelangelo 09/02/2014 16:43:23

Prezado Edu, em relação a Cuba, a China nada tem de socialista. Existem empresas privadas voltadas ao lucro, existe um grande parque industrial, o qual inclusive fabrica equipamentos medicinais, e é também livre a importação de equipamentos medicinais. Nada disso é permitido em Cuba. Isso ajuda a explicar a grande diferença em termos de serviços de saúde entre os dois países.

Responder
anônimo 09/02/2014 17:43:53

Seu filho deveria ter se mudado para as áreas rurais, ou para as cidades que não fazem parte das SEZs, as Zonas Economicas Especiais, cidades Capitalistas - cuja finalidade é prover capital para o sustento do Estado - encravadas no meio do Comunismo. Recomendaria a Xinjiang, o Tibete ou Qinghai.

Responder
Occam's Razor 09/02/2014 20:22:32

A China era bem parecida com Cuba até a década de 70. O que será que mudou?

Responder
anônimo 10/02/2014 00:01:52

Occam's Razor, em 1979 a China começou reformas em sua economia no sentido do livre-mercado, com a criação das SEZs e com a privatização da terra nas áreas rurais. Aparentemente as privatizações de terras foram abandonadas assim que o lucro das zonas de capitalismo chegaram aos cofres públicos. Se não me engano existe um artigo aqui no IMB explicando isto, mas não consigo encontrá-lo no momento.

Responder
Emerson Luis, um Psicologo 15/03/2014 20:26:57


Se tentam me impedir de ter acesso a informações que preciso (no caso, para formular minha opinião sobre Cuba), é sinal de que há algo errado que não querem que eu saiba.

A pobreza de Cuba é culpa do embargo [exclusivamente] americano e a culpa da pobreza dos demais países latinos é culpa do comércio deles com os EUA. Pedir coerência desse pessoal é pedir demais, não?

* * *

Responder
Vinicius 19/04/2014 17:38:48

Meu deus, haja paciencia pra lidar com esses cegos ideológicos.

Esse Isadoro ficou só de blablabla, desconsiderou todos os argumentos (porque não pode vence-los) e partiu para desqualificação das fontes.

Se seguirmos a mesma linha de "raciocínio" deste carinha, poderíamos desqualificar as imagens do Sicko também, horas, afinal, como saber se foram realmente gravadas em Cuba?
Será que as imagens se tornam suspeitas só quando não condizem com as suas percepções?

Será que se ele assistir algum documentario de um hospital publico no Brasil que esteja em boas condições, irá desqualificar todas as imagens mostradas diariamente nas TVs?
Obviamente que não, já que a realidade vai estar bem de baixo do nariz dele.

A partir de um certo ponto, o esquerdista não pode mais ser curado por argumentos e logica, mas apenas com a realidade. Lavagem cerebral pura. Assustador.

Responder
Drake 14/09/2014 13:35:11

https://www.youtube.com/watch?v=r-kmAfAphLc

Responder
Amarilio Adolfo da Silva de Souza 03/04/2015 18:39:24

O estado é o maior criminoso da história humana.

Responder
Miatã 01/07/2015 11:16:17

Parece que vocês vão ter que questionar a certificação da OMS agora que Cuba foi o primeiro país a erradicar a transmissão de HIV de mãe pra filhos
Não sei se sabem mas medicina é feita por pessoas, e algo me diz que o apresentado aqui é um recorte tendencioso, enviesado e interessado em manipular as opiniões, distorcer não é informar, esse site é um desserviço, não é jornalismo

Responder
Mairiporã 01/07/2015 12:30:37

Essa notícia é "sensacional", e mostra o grau de depravação da imprensa. Quando vi a chamada dessa notícia no site da Globo, fui ler a matéria acreditando que Cuba havia inventado um vacina ou uma droga que fazia com que filhos de aidéticas nascessem livres da doença. Ledo engano.

Tudo o que a notícia diz é que em Cuba, "por algum motivo", os filhos de aidéticas nascem puros.

Óbvio. Como explicado neste artigo, em Cuba, tão logo é detectada alguma anomalia em um feto, o aborto é compulsório. Por meio dessa eugenia, o governo só permite que nasçam aquelas crianças que não foram contaminadas pela mãe. Atuando assim, as estatísticas ficam ótimas. E todo mundo aplaude.

Isso mostra o grau de depravação moral dessas entidades governamentais mundiais lideradas pela ONU (formada por estupradores de crianças), que chancelam esse tipo de prática.

E, para entender por que é impossível, em qualquer país que seja, ter uma medicina estatizada de boa qualidade (no longo prazo), leia aqui:

www.mises.org.br/Article.aspx?id=923

Responder
Jarzembowski 01/07/2015 12:51:04

Você leu o texto ou só veio aqui posar de bonzão com mais uma propaganda do partido comunista?
De onde a OMS tirou os dados pra fazer esse levantamento, seu LIXO?
Os irmãos Castro abriram as portas dos seus hospitais e expuseram o sistema de saúde cubano de cima a baixo?
Entrevistaram médicos e enfermeiros pra investigar os métodos pelos quais mortalidade e doenças infantis são mantidos tão baixos em Cuba?
O texto é bem claro quanto ao maravilhoso método de redução de doenças e mortalidade infantil em Cuba:

a "impressionante" mortalidade infantil cubana é mantida artificialmente baixa pelas trapaças estatísticas do Partido Comunista e por uma taxa de aborto verdadeiramente pavorosa: 0,71 abortos para cada feto nascido vivo. Essa é, de longe, a taxa mais alta do hemisfério. Em Cuba, qualquer gestação que sequer insinue alguma complicação é "terminada".

E ainda:

Em abril de 2001, o Dr. Juan Felipe García, de Jacksonville, Flórida, entrevistou vários médicos que haviam desertado recentemente de Cuba. Baseado no que ouviu, ele declarou o seguinte: "Os números oficiais da mortalidade infantil de Cuba são uma farsa. Os pediatras cubanos constantemente falsificam os números a pedido do regime. Se um bebê morre durante seu primeiro ano de vida, os médicos declaram que ele era mais velho. Caso contrário, tal lapso pode custar-lhe severas punições, além do seu emprego."

Por que Cuba não exporta seus espetaculares avanços médicos, ao invés de exportar somente mão-de-obra escrava e prova pro mundo todo que estamos atrasados e defasados diante da monumental medicina cubana?

Quem está lá e tem coragem de expor o que o partido não mostra, pode dar uma noção bem mais realista do que é o sistema
de saúde cubano:

Cubans who require medical attention must go to other hospitals, that lack the most minimum requirements needed to take care of their patients.
In addition, most of these facilities are filthy and patients have to bring their own towels, bed sheets, pillows, or they would have to lay down on dirty bare mattresses stained with blood and other body fluids.


THIS IS THE FAMOUS 'GREAT AND FREE HEALTHCARE' THAT REGULAR CUBANS RECEIVE

Só não enxerga quem é imbecil ou vigarista. Desserviço é você ter nascido.

Responder
Tio Patinhas 01/07/2015 14:21:03

Além das colocações feitas por Mairiporã, gostaria tb de salientar que consta ter sido o 1° país a receber a validação, mas outros 6 já possuem essa erradicação (que aliás nem é completa, apenas quer dizer que possui até 2% de contaminação, bem diferente da erradicação de pólio ou varíola, portanto). E em relação a sífilis são 14.

E tem mais, no site da OMS, eles falaram que essa validação faz parte de um programa específico feito pela oms e a validação consistiu na visita a centros de saúde e conversas com médicos e membros do governo, o que não sei se poderia considerar como uma excelente validação.

Tal visita se deu por 5 dias com especialistas de um punhado de países, incluindo Argentina, Brasil, Zâmbia, EUA, Nicarágua e alguns outros.

Há vários pontos em que as notícias da imprensa deixaram de tocar, nem sei se isso deveria ser considerado jornalismo.

Outra coisa, às vezes fico com a impressão que algumas pessoas postam um comentário e nem querem saber se houve resposta ou não, então não sei se o objetivo é aprender mais ou saber outros pontos de vista. Espero que não seja o caso.

Obrigado.

Responder
Emerson 30/10/2015 01:17:53

educacao.uol.com.br/noticias/2015/10/28/alunos-de-medicina-dos-eua-passarao-periodo-em-cuba-como-parte-do-curriculo.htm?cmpid=tw-uolnot

Responder
Andrea Santa Rosa 19/11/2015 22:41:48

Sinceramente, essa CNN, assim como a nossa "gloriosa" Globo News, não tem o mínimo respeito pela sociedade.

O que é pior: Cuba treinando "médicos" fraudadores de formulários para o Brasil e por aqui ninguém para proteger a sociedade brasileira desses sociopatas, com exceção de meia dúzia de parlamentares de oposição.

Lamentável!

Responder
Emilio 24/03/2016 01:09:16

Quando se fala a respeito de Cuba não está se falando sobre um país, mas sobre uma idolatria política.

Cuba já possuía bons indicadores na área da saúde antes da famigerada revolução.

E estes sempre são utilizados como peça de propaganda por regimes totalitários.

Até hoje ninguém encontrou um estado que seja simultaneamente socialista e democrático.

Diante disso os socialistas dizem: "aquilo não é o verdadeiro socialismo"

Quanto a matéria com as fotos sobre a realidade da medicina cubana já houve uma publicada no jornal sueco DAGENS NYHETER.

www.midiasemmascara.org/arquivos/3144-a-verdade-proibida-sobre-cuba.html

Responder

Envie-nos seu comentário inteligente e educado:
  Nome
  Email   (também utilizado para o Avatar, crie o seu em www.gravatar.com)
  Website
Comentários serão exibidos após aprovação do moderador.







Multimídia   
  Podcast Mises Brasil
        por Bruno Garschagen - 06/01/2019
  Conferência de Escola Austríaca 2014
        por Diversos - 23/10/2014
  Fraude - Explicando a grande recessão
        por Equipe IMB - 31/10/2012
veja mais...



Instituto Ludwig von Mises Brasil



contato@mises.org.br      formulário de contato           Google+
Desenvolvido por Ativata Software